Saudades de Paris!!!

Saudades de Paris!!!

Saudades de Paris!!!

Percebi que não postei algumas dicas legais da minha viagem de janeiro para lá! Quem curte decoração, não deixe de conferir!

Fotos 1 e 2: um dos meus museus (está mais para palacete) preferidos de lá e nem tão conhecido – Jacquemart André.

 

 

 

Fotos 3 a 5: loja de gastronomia e casa/Décor do grupo da Galeries Lafayette (de morrer de maravilhosa) mas fica em um prédio próprio, ao lado da original. Reparem nas marcas incríveis: Smeg (eletrodoméstico que mais amo na vida), Gien (porcelanas super cool e clássicas ao mesmo tempo), St Louis (os cristais mais lindos na minha opinião, Marca francesa de 1568 e que já produziu peças para Luis XV).

 

 

 

 

Fotos 6 a 8: apaixonada pelos andares de decoração da “Le Bon Marché” (um dos meus lugares preferidos na cidade), chá servido nas lojas Chanel são desta marca; porcelanas da BERNARDAUD (conhecida por fazer para realeza desde 1863), os chocolates divinos da Le Chocolat marca de Alain Ducasse.

 

 

 

 

Foto 9: visita a primeira patisserie de luxo do hotel Ritz de Paris (amei o chocolate quente!!). A patisserie não fica dentro dele mas sim na Rue Cambon).

 

 

Foto 10: parte de casa e Decor da loja de departamento Samaritaine: está incrível! Detalhe da minha vela preferida da vida e que é o cheirinho de Versalhes desde 1643. Considerada a fábrica de ceras mais antiga do mundo e provedora da corte real de Luís XIV! Gostaram? Fiz com muito carinho!

 

 

Te dedico  @beminparis e @constanca_nardy.

Fotos: Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Chanel#dicas#hotel Ritz de Paris#Jacquemart André#Le Bon Marché#museu#porcelanas da BERNARDAUD#Pris#turismo#Viagem

5 dicas p/ trocar moeda estrangeira c/ economia e segurança!

5 dicas p/ trocar moeda estrangeira c/ economia e segurança!

O desejo de realizar uma viagem internacional tem retornado à agenda dos turistas. Um indicador dessa tendência é o volume de gastos de brasileiros no exterior, registrados em US$ 804 milhões em fevereiro de 2022, o maior patamar desde o início da pandemia, de acordo com dados do Banco Central (BC).

Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a redução de mortes no Brasil e no mundo, a sensação de segurança sanitária tem crescido e esquentado o setor de turismo, que ficou reprimido por quase dois anos em função das restrições da quarentena.

Pensando no Dia do Turista, celebrado na próxima segunda-feira (13/06), conversamos com Diego Zia, sócio-fundador e CEO da B2Gether, empresa brasileira que atua no mercado de câmbio. Ele apresenta cinco dicas para quem planeja viajar para o exterior e precisa trocar moeda estrangeira com economia e segurança.

 

 

1. Verifique as moedas mais utilizadas no país de destino

Você pesquisou os destinos e, finalmente, decidiu para onde ir. E agora, o que fazer? Além das questões financeiras e burocráticas envolvendo documentação, passagens aéreas e estadia, é necessário comprar moeda estrangeira.

A primeira recomendação de Zia é verificar quais são as moedas mais utilizadas no país de destino. Isso porque, segundo ele, existem lugares que aceitam mais de um tipo de dinheiro e é importante saber essa informação para escolher a alternativa mais vantajosa.

“Por exemplo, em algumas regiões do México, como Cancún, é comum os estabelecimentos aceitarem dólares, além do peso mexicano. Por isso, é muito importante pesquisar esse fator, porque você consegue fazer o câmbio com a moeda que apresenta mais vantagens em relação ao real”, pontua.

2. Compre moeda aos poucos e não de uma só vez

Uma dúvida muito comum entre pessoas que vão viajar para outro país é saber quando e com qual frequência compensa comprar moeda estrangeira. Segundo o gestor da B2Gether, a opção mais prudente é fazer a aquisição de forma fracionada, em quantias menores, até o momento do embarque.

“Primeiro, o ideal é planejar a viagem com antecedência, estimar um gasto médio e, nesse tempo, ir comprando a moeda aos poucos, nunca só de uma vez, porque o mercado de câmbio oscila bastante e as taxas sobem e descem o tempo todo”, explica.

“Além de se blindar contra as oscilações cambiais, você consegue aproveitar as melhores oportunidades, fazendo as aquisições nos momentos de queda. Assim, você não despende de um valor muito grande uma única vez e ainda economiza no câmbio”, complementa.

3. Leve moeda em espécie e em cartão

A forma de levar moeda estrangeira para a viagem internacional é também uma dúvida muito recorrente entre os turistas. A orientação de Zia é se planejar para ir com as duas opções, na medida em que ambas são importantes e apresentam vantagens e desvantagens.

Enquanto o dinheiro em espécie é mais barato e é a alternativa mais comum na maior parte dos lugares, o cartão pré-pago oferece maior praticidade e segurança.

“É muito importante sempre levar um pouco de moeda em espécie e um pouco no cartão pré-pago. Digo isso porque, apesar de apresentar um IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) mais alto, o cartão acaba ofertando mais segurança. Não é bom andar com muita nota de dinheiro vivo”, observa.

O especialista acrescenta que levar só cartão também não é uma boa opção, porque é mais caro e pode limitar suas formas de pagamento. “A gente nunca sabe o que pode acontecer. Tem a chance de o cartão dar algum problema no chip e não passar”, comenta.

4. Evite comprar moeda no aeroporto

Já ouviu aquela frase de que tudo no aeroporto é mais caro? A mesma informação vale para a moeda estrangeira. Trocar dinheiro no momento do embarque não permite pesquisar as cotações, comparar taxas nem buscar as condições mais vantajosas.

“Não é aconselhável deixar para fazer o câmbio na última hora e comprar moeda estrangeira no aeroporto, porque os valores são bem mais altos e os spreads são maiores. Além disso, você fica sem opção, porque não dá mais tempo para pesquisar outras alternativas”, afirma o especialista.

5. Não compre moeda no mercado de câmbio paralelo

Em busca de mais economia, muitas pessoas se sentem atraídas por meios alternativos para comprar moeda estrangeira, como o mercado de câmbio paralelo, no qual o dinheiro circula sem a supervisão e o controle do Banco Central.

Segundo Diego Zia, nesse mercado as moedas são negociadas de forma clandestina e as transações são consideradas ilegais. Por isso, para evitar transtornos e não fomentar esse universo, o ideal é procurar instituições autorizadas pelo BC a operar câmbio e negociar moedas.

“A última dica, e não menos importante, é comprar moeda estrangeira apenas com agentes autorizados. O mercado paralelo oferece muitos riscos, é ilegal e transaciona muitos recursos decorrentes de práticas criminosas, como lavagem de dinheiro, contrabando, tráfico de armas e outros”, orienta.

Para comprar moeda estrangeira com segurança e economia, de acordo com o especialista, a melhor estratégia é planejar a viagem com antecedência, pesquisar as cotações em diferentes instituições financeiras e comprar moeda aos poucos, aproveitando as quedas das taxas.

 

Fonte: Gustavo Silva (comunicacao@business2gether.com)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#dicas#mercado de câmbio#moeda#moeda em cartão#moeda em espécie#moeda estrangeira#moeda no aeroporto#turismo#viagens

Dia do Chá: 5 benefícios do chá verde que você não sabia!

Dia do Chá: 5 benefícios do chá verde que você não sabia!

Vai um chazinho? Só de reconhecer o aroma de erva do chá verde já sentimos uma paz na nossa mente que se espalha pelo nosso corpo. Além dos inúmeros benefícios e nutrientes para o organismo, o chá é um ótimo aliado para a saúde emocional, capaz de reduzir o estresse do dia a dia.

 

 

A doutora em Ciência de Alimentos, Hellen Maluly, consultora do Comitê Umami, salienta que o hábito de tomar chá pode ter sido um dos costumes mais antigos do mundo. Até hoje, o chá verde é muito consumido no Japão na Cerimônia do Chá, que tem como princípios o respeito, a harmonia e a purificação da alma. Também utilizado para uso terapêutico, pode auxiliar na redução de danos ao organismo. Como o chá verde é rico em antioxidantes, composto que combate os radicais livres, ele auxilia na renovação das células, combate o envelhecimento e é considerado uma bebida para a “jovialidade”.

 

Outros benefícios à saúde, como a melhora na digestão, podem estar diretamente relacionados ao gosto umami, proporcionado pelos aminoácidos glutamato e teanina, presentes naturalmente nas folhas Camellia sinensis. O estômago possui receptores para o glutamato, o mesmo aminoácido que proporciona o umami. Ele produz uma ação local e libera moléculas que ativam o nervo vago. Este nervo informa o cérebro sobre a presença de proteínas no estômago e, consequentemente, a digestão é intensificada.

 

De acordo com Maluly, o chá verde é uma boa pedida, ainda mais neste friozinho. Ele pode oferecer ao paladar combinações saborosas de gostos doce, umami e levemente amargo, além de diversos aromas que variam de acordo com a mistura e a variedade da erva. “A sensibilidade ao umami pode elevar a salivação e equilibrar os outros gostos e aromas presentes nos chás”, explica.

 

Quer saber como preparar esta bebida deliciosa? Confira abaixo:

De preferência, a melhor forma de preparar o chá verde é com as suas folhas naturais secas para potencializar os benefícios. Na hora do preparo, é importante considerar a quantidade e o tempo de infusão. Isso significa que o tempo de fervura deve ser medido cuidadosamente para não esquentar demais e degradar os compostos bioativos da erva.

A cada 1 g de folha inclua 100 ml de água.
Deixe em infusão por cinco minutos.
Recomenda-se beber até três xícaras por dia.

 

Fonte: Imprensa | Comitê Umami (umamiteam@agenciarace.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#aroma de erva#aroma de erva do chá verde#chá verde#dicas#uso terapêutico

4 dicas para decorar a casa ou o escritório!

4 dicas para decorar a casa ou o escritório!

Confira abaixo 4 dicas para decorar a casa ou o escritório, preparadas pelo habitissimo Triider, plataformas que conectam clientes com profissionais de reforma, manutenção e decoração, para que você promova essas mudanças em sua casa ou escritório:

1 – Use a iluminação correta

Cada quarto ou cômodo precisa de uma luz específica, de acordo com o objetivo de cada local. Por exemplo: salas de leitura necessitam de uma iluminação mais forte, por isso invista em lustres maiores e com lâmpadas de maior potência. Já os quartos e salas de TV podem contar com luzes mais amareladas, somente com uma iluminação central mais marcante.

 

2 – Invista nas plantas

Plantinhas só com folhagens, flores e até pequenos cactos são um charme à parte. Nossa recomendação é sempre pensar no quanto aconchegante ficará seu ambiente com a presença delas, seja casa, apartamento ou escritório. Por conta disso, o ideal é utilizar vasos que conversem com a decoração do ambiente, tomando cuidado com espaços pequenos e apertados e se atentando à luz solar do cômodo, pois pode ser importante para a sobrevivência das plantinhas.

 

 

3 – Se atente à ampliação do ambiente

Diferentes cores, adesivações e até mesmo a utilização de organizadores podem fazer uma diferença imensa em nossa casa/escritório. A sensação de um ambiente muito carregado e desorganizado acaba prejudicando o dia a dia de todos, por isso, sugerimos investir em cores que ampliem o ambiente e na utilização de pastilhas, revestimentos e placas adesivas que trazem leveza e conforto. Outra dica é ficar de olho na cor do ano, como a Veri Peri, de 2022, eleita pela Pantone.

 

 

4 – Pisos e paredes transformam

Um piso bem escolhido e uma parede moderna já mudam completamente o ambiente de trabalho e estudo, não é mesmo? A utilização de tapetes também pode ser uma boa dica, já que eles proporcionam um conforto térmico ao local. No mais, deixe sua criatividade falar alto. Use e abuse de cores e formatos, só mantendo o cuidado na escolha do ambiente para essas mudanças, levando em consideração a iluminação e sonorização que o cômodo precisa.

 

Mas, não se esqueça, o principal na hora de pensar em reformar ou decorar a casa/escritório é garantir que ele tenha sua cara e seja um projeto visando sua felicidade e conforto. Além disso, é importante que você contrate profissionais especialistas e capacitados para que o serviço seja feito com qualidade e segurança, que podem ser encontrados no habitissimo ou Triider.

 

E aí, pronto para assumir novos projetos neste ano?

 

Fonte: Lucas Nascimento (lucas.nascimento@nr7.ag)

Fotos: Marina Xandó na Dunelli Casa

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#decor#Decoração#dicas#parede#piso#reformar ou decorar#revestimento

5 motivos para visitar a CASACOR Rio!

5 motivos para visitar a CASACOR Rio!

A Residência Brando Barbosa está novamente de portas abertas ao público com a segunda edição consecutiva da CASACOR Rio. E não faltam motivos para visitar a mostra, que reúne 43 equipes de profissionais entre arquitetos, designers de interiores e paisagistas. São 45 ambientes — 22 deles localizados dentro da casa principal e 23 externos, que reúnem complexo gastronômico, áreas comerciais e a Vila CASACOR, uma das novidades do ano. Tudo isso numa propriedade belíssima com mais de 12 mil m² de área, cercada de verde, ao lado do Jardim Botânico.

 

 

Um novo olhar. Realizada pelo segundo ano consecutivo no mesmo endereço, a Residência Brando Barbosa, a CASACOR Rio traz nesta 31ª. edição um olhar muito mais contemporâneo para o icônico imóvel. Se no ano passado, os ares palacianos da propriedade foram o destaque, em 2022, surge uma mostra com uma proposta completamente diferente. A casa é apresentada como um instituto cultural, um lugar voltado para as artes, os encontros e sempre de portas abertas para a cidade e seus moradores. Prepare-se para ver ambientes como o Estar do Pátio, de Maurício Nóbrega – pensando como um ambiente de encontros); a Sala DA Música, de Tiago Freire ou o Espaço Soul, de Rodrigo Barbosa – uma espécie de sala de projeção.

 

Maurício Nóbrega – Estar do Pátio.

 

Arte no Metaverso. Sempre muito presente nos ambientes da mostra carioca, este ano as artes plásticas são verdadeiramente um espetáculo à parte. No BamˈBo͞o Bar, de Gisele Taranto, ela aparece de diferentes maneiras: a piscina da casa foi transformada em instalação por Maritza Caneca, e terá hologramas em seu entorno. Pelo bambuzal, será possível ver obras em realidade aumentada acessíveis via QR Codes; e há até uma exposição virtual de arte generativa disponível apenas numa galeria criada no Metaverso. O espaço conta ainda com a exposição Olhar 2022, que reúne obras de Carlos Vergara e de jovens da periferia selecionados pelo artista. E há ainda muito mais a se ver por lá, como a obra Biblioteca, de Nelson Leirner, que está na Sala DA Música; e o espaço EXPO, de Cristiana e Mariana Mascarenhas, que faz uma homenagem a Rubem Gerchman e traz obras de artistas de diferentes gerações. Um mix ousado e instigante.

 

Gisele Taranto Arquitetura – BamˈBo͞o Bar

 

Vila CASACOR. Com estúdios entre 28m² e 80m², a Vila CASACOR ocupa parte dos jardins da casa com uma nova proposta: a de receber artistas residentes em espaços criados em módulos metálicos com tratamento termoacústico. As construções, rápidas, limpas e sustentáveis, podem ser desmontadas – o que de fato vai acontecer após a mostra — e remontadas com o mesmo formato em outro terreno. E, cada uma, traz a personalidade de seus criadores. São sete ao todo: quatro “residenciais”, uma loja, além do SPA DECA e do Pavilhão 22.

 

Diego Raposo e Manuela Simas – SPA DECA.

 

Gastronomia. Além dos drinques do BamˈBo͞o Bar, haverá, pela primeira vez, um complexo gastronômico na CASACOR Rio: o Espaço Figueira, ambientado por Erick Figueira de Melo. Com restaurante, bar de vinhos, salad bar e pizzaria, o complexo será operado pelo Cooking Buffet, de Adriana Mattar e Ana Cecília Gros e promete muitas novidades.

 

Erick Figueira de Mello – Espaço Figueira.

 

Os jardins. Vizinha a outras joias naturais do Rio, como o Jardim Botânico e o Parque Lage, a Residência Brando Barbosa tem quase 12 mil metros quadrados de área verde a céu aberto. Uma verdadeira pocket forest que ficou ainda mais encantadora com o trabalho realizado pelas sete equipes de paisagistas que trabalharam lado a lado com arquitetos para deixar o espaço ainda mais exuberante. Sempre respeitando a flora local, predominantemente de Mata Atlântica, mas incorporando poucas espécies exóticas que ajudam a dar colorido e ainda mais vida aos jardins.

 

Anna Luiza Rothier – Muito Além do Jardim.

 

A CASACOR Rio fica aberta até 26 de junho na Residência Brando Barbosa. Assim como no ano passado, a mostra é híbrida, com uma versão presencial e uma versão digital, com tours 3D disponíveis no site.

Fotos: André Nazareth

 

SERVIÇO – CASACOR RIO 2022

Período: de 27 de abril a 26 de junho de 2022

Horário: de terça a sexta, das 12h às 21h; sábados, domingos e feriados, 10h às 21h

Local: Rua Lopes Quintas, 497. Jardim Botânico.

Tel: (21) 2512-2411

Mais informações e tour virtual

Instagram/casacorrio_oficial

 

FONTE: Angela Falcão (angelafalcao@angelafalcao.com.br

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Anna Luiza Rothier#arquitetura#bar de vinhos#CASACOR RIO#decor#Decoração#dicas#Diego Raposo e Manuela Simas#Erick Figueira de Mello#Gisele Taranto Arquitetura#Maurício Nóbrega#pocket forest#restaurante#RIO DE JANEIRO#salad bar e pizzaria