Por que chá é melhor do que café?

Por que chá é melhor do que café?

Café ou chá? Se você ainda tem dúvida sobre qual bebida escolher, coloque a água para aquecer enquanto lê o texto a seguir e prepare-se para infusionar o seu chá preferido. Segunda bebida mais consumida no mundo depois da água, o chá leva vantagem sobre o café em vários quesitos que vão além do gosto pessoal de cada um.

Os especialistas da rede de chás premium Tea Shop reuniram quatro razões para você entender. Confira:

 

 

1.  O chá é mais versátil

A maioria das pessoas prefere consumir o chá quentinho, mas além de combinar com aquela xícara fumegante a bebida pode ser servida gelada. É ótima para refrescar nos dias de calor ou para repor nutrientes no pós-treino, só para dar dois exemplos.

Além disso, a versatilidade permite que o chá esteja presente em todo lugar: na culinária, em doces, drinques, smoothies e todo tipo de receita que sua imaginação permitir. As folhas das infusões dão um toque de sabor e personalidade a qualquer alimento e suas propriedades fazem bem à saúde.

2.  O chá pode ser consumido por todos

Se você é daqueles que só acorda após uma xícara de café, precisa saber que tanto o café quanto o chá (extraído das folhas da Camellia sinensis) são estimulantes. A diferença é que a cafeína presente no cafezinho provoca um estímulo imediato, enquanto a teína do chá tem efeito prolongado ao longo das horas.

Mas tem gente que, por recomendação médica, tem algum tipo de restrição a esse tipo de substância estimulante do café e do chá. O que fazer? Abrir mão da bebida? Em se tratando do chá, nem pensar. Basta escolher uma infusão sem teína – e elas são inúmeras e muitos saborosas. Uma das infusões queridinhas para essas situações é o Rooibos, arbusto nativo do continente africano e rico em eletrólitos, importantes para repor nutrientes.

Portanto, o chá é para todos. Ele pode ser consumido por crianças, idosos, gestantes… basta escolher a infusão certa.

3.  O chá cai bem em todos os momentos

O chá é um aliado do relógio: vai bem em qualquer momento do dia. Tomar uma xícara de café antes de dormir não é recomendável para quem quer ter um sono tranquilo, certo? Pois é.

Já uma xícara de chá pode, e é até indicada. Opte por infusões com propriedades relaxantes, como valeriana ou camomila, e tenha uma noite de sono reparadora.

4.  O chá é mais barato

Essa muita gente não sabia, mas o chá pesa menos no bolso do que o café. É só fazer as contas!

Uma xícara de café em cápsula custa, em média, R$ 2,30 (isso se você preparar o cafezinho em casa, já que na rua é bem mais caro).

Enquanto isso, uma xícara de chá premium sai a um preço médio de R$ 1,40. O segredo para quem conhece o mundo das infusões está no rendimento: apenas 50 gramas de chá rendem 25 canecas ou 7,5 litros. É bom para a saúde e para o bolso!

 

A Tea Shop

A maior e mais especializada rede de chás premium do país tem mais de uma década de atuação no mercado brasileiro. Chegou em maio de 2013 via Porto Alegre. As lojas da Tea Shop se caracterizam pelas latas douradas para armazenar o chá, mantendo o aroma e o frescor das folhas. O site teashop.com.br disponibiliza uma vitrine à escolha do consumidor com opções para saborear em diferentes momentos do dia.

 

Fonte: Vigia Comunicação – brigida@pontadavigia.com.br

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#café#chá#dicas#premium Tea Shop

4 dicas para deixar os lábios mais hidratados e bonitos!

4 dicas para deixar os lábios mais hidratados e bonitos!

Lábios bonitos e saudáveis é o desejo de muitas pessoas. Manter os lábios com uma aparência atraente e saudável vai além de uma preocupação puramente estética, pois eles podem indicar sinais de doenças. Algumas características a serem observadas são: boca rachada, esbranquiçada ou com machucados.

A falta de uma rotina de cuidados específicas para essa região pode ocasionar em descamação, surgimento de linhas finas, irregularidades e perda de volume, textura e de maciez. “Em comparação com outras áreas do corpo, os lábios são extremamente sensíveis, pois não possuem a mesma concentração de glândulas sebáceas. Portanto, requerem uma atenção especial”, comenta Luzia Costa, CEO da da Sóbrancelhas, rede de estética facial.

Alguns hábitos, infelizmente, podem piorar muito a saúde dos lábios, como: tabagismo, excesso de álcool e a exposição ao sol sem proteção. Além disso, essa região é constantemente utilizada em atividades diárias, como alimentação e comunicação. É de extrema importância tomar cuidados com os produtos que serão utilizados para cuidar dos lábios, observar a composição e principalmente a validade.

Para auxiliar neste cuidado essencial dos lábios, Luzia Costa, traz 4 dicas para deixa-los os lábios hidratados e bonitos por um período maior:

 

 

1 – Esfoliação:

Fazendo esse procedimento com certa frequência ajuda a remover as células mortas, deixando uma aparência mais saudável. Você pode utilizar esfoliantes próprios para os lábios com o Esfoliante Labial Sóbrancelhas, que possui princípios ativos naturais como uva e amora, 100% vegano.

2 – Hidratantes e protetor labial:

Esses produtos precisam ser utilizados várias vezes ao dia, para a hidratação permanecer. Na Sóbrancelhas, o produto ainda contém D-Pantenol, Vitamina E, Manteiga de Karité e Óleos Vegetais. Para deixar um aspecto ainda mais bonito, finalize com um gloss.

3 – Beber água e alimentação saudável:

Beber água e manter uma alimentação balanceada, rica em vitaminas, minerais e ácidos graxos, são práticas essenciais para garantir a saúde e a beleza dos lábios. Uma boa hidratação interna e uma dieta nutritiva não só melhoram a aparência dos lábios, mas também contribuem para a saúde geral da pele e do corpo.

4 – Procedimentos estéticos:

Alguns procedimentos ajudam a restaurar e destacar a beleza natural dos lábios. Por exemplo, o Hydra lips promove uma hidratação mais profunda através da aplicação de ácido hialurônico adicionado as vitaminas.

 

Para saber mais sobre os serviços e produtos disponíveis na Sóbrancelhas, clique aqui.

Fonte: Maria Eduarda (assessoria@queissada.com.br) / Luzia Costa, CEO da Sóbrancelhas, rede de estética facial.

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Alimentação saudável#Beber água#boca#cuidados#dicas#Esfoliação#hidratante#lábios#procedimentos estéticos#protetor labial

4 dicas para fazer a toalha de banho durar por mais tempo!

4 dicas para fazer a toalha de banho durar por mais tempo!

As toalhas não são apenas itens funcionais, mas também elementos de conforto e bem-estar presente na rotina de higiene pessoal. De acordo com Camila Shammah, gerente de produtos da Camesa, marca especializada em desenvolver e comercializar artigos de cama, mesa e banho, após um banho relaxante é fundamental ter uma toalha macia para se secar. “Para isso, é preciso saber como lavar corretamente os itens, para que mantenham a qualidade e a maciez mesmo com o passar do tempo”, afirma.

Confira abaixo algumas dicas da especialista sobre como higienizar melhor as toalhas, garantindo que elas permaneçam macias e felpudas por mais tempo:

 

 

Cuidados iniciais

O primeiro passo para preservar as toalhas é lavar, antes mesmo do primeiro uso, para que não fique nenhum resíduo de fabricação, como produtos químicos, germes e bactérias que possam prejudicar a saúde. “Além de eliminar resíduos indesejados, essa prática garante uma melhor absorção de água pelas fibras naturais, contribuindo na prolongação da vida útil dos itens”, afirma.

Lavagem adequada

Lave as toalhas de banho com menos frequência. “A lavagem excessiva pode acabar desgastando as fibras mais rapidamente. O ideal é evitar a higienização desnecessária ou diária das peças. Separe um jogo para ser usado e lave-o semanalmente, alternando com outro jogo de toalhas. Se, por algum motivo especial, elas estiverem mais sujas antes da semana terminar, é possível lavá-las com antecedência. Caso contrário, apenas garanta a secagem rápida após cada banho”, aconselha.

Reduza o uso de amaciante

Por ser gorduroso, com o passar do tempo o amaciante acaba selando as fibras da peça, diminuindo o seu poder de absorção e inutilizando-a. “O ideal é não utilizar o produto em grandes quantidades e de forma frequente. Em vez disso, opte pelo uso do sabão suave ou neutro durante a lavagem e reduza ao máximo o amaciante. Isso manterá as toalhas sempre macias e aconchegantes após a higienização”, afirma.

Atenção ao secar

Alguns cuidados devem ser tomados ao secar as toalhas de banho. “A primeira dica é sempre estender o item em um varal, após utilizá-lo. Isso garante que a peça não fique com odor ou manchas. Após a lavagem, coloque para secar naturalmente, mantendo a peça em local ventilado, excluindo o uso de pregadores, visto que eles podem danificar as fibras do produto”, conclui.

Sobre a Camesa

Presente nos lares brasileiros há 43 anos, a Camesa é uma das empresas mais completas no que diz respeito às linhas de cama, mesa, banho e decor. Acesse: Camesa

 

Fonte: Thaiane Muniz (thaiane.muniz@dezoitocom.com.br) / Camesa

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#toalha de banho

Dor crônica é a nova epidemia!

Dor crônica é a nova epidemia!

Um estudo recente feito por pesquisadores ligados à Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (Sbed) revela: 45,59% da população brasileira sofre de algum tipo de dor crônica, e ainda de acordo com a SBED, quase a metade das pessoas que relataram dores crônicas, sofrem de alguma doença ligada a problemas reumáticos, ou mesmo dor nas articulações.

As dores crônicas ligadas à problemas reumáticos costumam se manifestar ou se intensificar mais em pessoas com mais de 50 anos de idade, mas há casos em que até mesmo adolescentes relatam algum tipo de dor crônica, como artrite reumatoide, artrose, lombalgia, dores musculares ou fibromialgia, entre outras.

EPIDEMIA MUNDIAL

A pesquisa da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor chega a afirmar que a dor crônica já é considerada uma epidemia mundial. Os resultados de outras pesquisas feitas pelo mundo confirmam a tendência de epidemia. De acordo com o periódico Journal of the Americam Medical Association, um estudo recente analisou os dados de meio milhão de pessoas nos Estados Unidos, que afirmaram sofrer de algum tipo de dor crônica. Com os resultados os médicos apontaram como as principais causas das dores, problemas como noites mal dormidas, alto nível de estresse, falta de atividade física e má alimentação, entre outras.

 

 

Também com base nos estudos, os autores sugerem 7 maneiras de prevenir e até mesmo eliminar as dores crônicas. São eles:

1 – Manter um peso saudável

O excesso de peso é um fator de risco para muitas causas de dor crônica, como artrite, dor lombar e dor muscular.

2 – Realizar atividades físicas regulares

Atividades físicas regulares ajudam a fortalecer os músculos e as articulações, o que pode ajudar a prevenir lesões e dor.

3 – Evitar atividades que causem estresse nas articulações

Atividades que causam estresse nas articulações, como levantar pesos pesados ou praticar esportes de impacto, podem aumentar o risco de lesões e dor.

4 – Manter a boa postura

Manter a boa postura ajuda a reduzir o estresse nas articulações.

5 – Gerenciar o estresse

O estresse pode aumentar a sensibilidade à dor.

6 – Ter uma dieta saudável

Uma dieta saudável ajuda a manter um peso saudável e fornece nutrientes essenciais para a saúde das articulações.

7 – Adotar um tratamento à base de produtos 100% naturais

Evite remédios, que além de terem efeitos de pouca duração, ainda causam dependência e geram uma série de efeitos colaterais.

Fotos: Freepik / João Almeida (sistemas@mailingimprensa.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#saude

Dicas p/ um estilo de vida mais saudável!

Dicas p/ um estilo de vida mais saudável!

Hábitos alimentares mudam de tempos em tempos. O desenvolvimento de pesquisas sobre alimentação e sua relação com bem-estar, saúde e qualidade de vida associados à rápida disseminação de informações destes estudos está revolucionando a indústria alimentícia.

Há mais pessoas querendo comer bem, a fim de diminuir os riscos de desenvolver doenças que podem abreviar o tempo de vida. Com base nos novos perfis de consumidores, a indústria de alimentos busca soluções para atender uma demanda crescente.

Seguindo esta tendência, listamos alguns alimentos que estão em evidência e como a indústria alimentícia tem recorrido à tecnologia para atender as necessidades e anseios de grande parte dos consumidores.

 

 

Plant Based

Até 2030, está previsto para o mercado global de alimentos à base de plantas um crescimento de cinco vezes em relação ao seu valor atual, atingindo a marca de US$ 162 bilhões, de acordo com um relatório recente da Bloomberg Intelligence. O desafio para este mercado em ascensão, no entanto, é tornar o sabor dos alimentos à base de plantas o mais próximo possível daqueles que utilizam ingredientes de origem animal, além de manter o alto teor protéico que estes possuem.

A solução para isso vem da junção da tecnologia com recursos naturais. A Novozymes, empresa dinamarquesa líder em biossoluções e sediada no Paraná, atua no desenvolvimento de soluções biológicas, como enzimas e microrganismos, para tornar esses alimentos mais saborosos ao paladar.

“Elevados níveis de proteínas nos alimentos à base de plantas, podem causar aumento indesejado da viscosidade do produto, além de amargor alto. As enzimas produzidas pela empresa são capazes de transformar perfis de sabor, aumentando o dulçor e mascarando sabores residuais, típicos dessa matéria-prima, além de proporcionar benefícios nutricionais e na textura dos alimentos”, destaca Letícia Araújo, gerente de marketing do negócio de Alimentos e Bebidas da Novozymes.

Nos análogos de lácteos, por exemplo, com o uso de enzimas, é possível se aproximar do leite em relação à viscosidade e à textura, além de aumentar o sabor doce significantemente, sem açúcares adicionados ou edulcorantes.

 

Colágeno

O colágeno é uma das proteínas mais importantes para o corpo. Sua estrutura primária é formada a partir dos aminoácidos glicina, prolina e hidroxiprolina. As principais fontes de extração do colágeno são o tecido bovino, a pele suína e as fontes marinhas (peixes e outros invertebrados). O colágeno hidrolisado contribui com a melhora da pele, ajuda a aliviar dores nas articulações, pode impedir a perda óssea, age na massa muscular e promove a saúde do coração. Além disso, pode ser recomendado para pessoas que enfrentam problemas de saúde, como artrite, osteoporose e artrose.

“Colágeno hidrolisado tem sido uma alternativa de fonte de proteína para a indústria de alimentos funcionais. Vários produtos lançados recentemente têm acrescentado colágeno em sua formulação devido às características do ingrediente. Um exemplo é o colágeno hidrolisado de peixe adicionado em bebidas como suco de laranja, por exemplo, apresentando melhora nas propriedades nutricionais e funcionais com maior teor de proteínas, biodisponibilidade e baixa viscosidade, além de alta solubilidade na água”, destaca Letícia.

O colágeno hidrolisado é obtido através da desnaturação do colágeno nativo, processo térmico que implica na separação das estruturas da molécula, seguida pela hidrólise através de um processo enzimático que quebra as estruturas em partículas menores na presença de água. Suas propriedades funcionais (capacidade antioxidante, atividade microbiana e biodisponibilidade) estão relacionadas com a composição e o grau de hidrólise.

 

Aumento no consumo de vegetais

De acordo com a ADM (Archer Daniels Midland), líder global em nutrição humana e animal, aproximadamente 52% dos consumidores em todo o mundo estão adotando a dieta flexitariana. Dentro desse grupo, quase dois terços estão dando prioridade ao consumo de alimentos à base de plantas, o que está gerando uma crescente demanda por alternativas de proteína expandida.

A dieta flexitariana é uma abordagem flexível, na qual a maioria das refeições segue o padrão vegetariano, mas ocasionalmente permite a inclusão de alimentos de origem animal. É uma opção alimentar que tem ganhado popularidade entre aqueles que desejam reduzir o consumo de carne, mas sem abrir mão da liberdade de ocasionalmente desfrutar de produtos de origem animal. A dieta flexitariana é uma maneira de realizar uma transição gradual para o vegetarianismo ou o veganismo.

Além disso, a dieta flexitariana se baseia em um aumento no consumo de alimentos de origem vegetal, como frutas, grãos e alimentos não processados, o que sugere que pode trazer benefícios à saúde, como a prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e vários tipos de câncer.

 

Coquetéis e bebidas sem álcool

A tendência de bebidas sem álcool está ganhando popularidade e se tornando mais amplamente disponível. Conhecidos como ‘mocktails’, essas alternativas oferecem um sabor tão delicioso e indulgente quanto às bebidas alcoólicas, mas não estão associadas aos efeitos negativos que frequentemente acompanham o consumo de álcool.

As cervejas sem álcool também estão ganhando espaço no mercado. De acordo com dados do Google Trends, as buscas por cerveja sem álcool bateram recorde no mundo em julho deste ano. Nos últimos cinco anos, a procura pelo assunto aumentou 80% globalmente e 60% no Brasil.

Segundo um estudo realizado pela Euromonitor International para o Sindicerv – Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja –a produção de cervejas sem álcool ou com menor porcentagem dessa substância no Brasil foi de 390 milhões de litros no último ano. Para 2023, a expectativa é de alta de 24% no volume produzido.

 

Consumo consciente

A consciência do impacto da produção alimentar no ambiente está crescendo. Os consumidores procuram cada vez mais alimentos produzidos de forma sustentável, com foco adicional na minimização do desperdício de alimentos e no uso de ingredientes de origem local.

A dinamarquesa Novozymes entra também no segmento de panificação. A empresa desenvolve enzimas que reduzem o desperdício de pães nas famílias dos consumidores, uma vez que retardam o envelhecimento do produto, mantendo o pão macio e úmido por mais tempo. Desde o seu lançamento em 1990, as soluções evitaram que cerca de 80 bilhões de pães fossem descartados. Se esses pães fossem empilhados, daria para ir e voltar à lua dez vezes.

 

Sobre a Novozymes (clique aqui p/ saber mais).

A Novozymes é líder mundial em soluções biológicas.

 

Fonte: Página 1 Comunicação / Luciana | Pg1 (luciana@pg1com.com)

Fotografia: Pexels

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Aumento no consumo de vegetais#Colágeno#Consumo consciente#Coquetéis e bebidas sem álcool#dicas#estilo de vida mais saudável#Plant Based