Meu carrinho de acessórios by Centauri Acrilícos!

Meu carrinho de acessórios by Centauri Acrilícos!

Nem acreditei quando chegou em casa meu carrinho de óculos e bijoux by Centauri Acrílicos!!! Estava com muitas gavetas bagunçadas, tudo misturado, sem conseguir enxergar direito meus acessórios. Sou uma pessoa super organizada e queria muito colocar tudo em ordem, escolher meus acessórios sem dificuldade e poder visualizar todos. A organização até evita que a gente possa comprar algo parecido, não é mesmo?! Achei muitos acessórios que eu não lembrava que tinha (a louca né?) pois ganho muita coisa e vou guardando em gavetas. Agora não vou mais, pois vou organizar tudo no meu carrinho.

Super indico a Centauri Acrílicos! Eles possuem uma variedade enorme de produtos diferenciados e personalizados… que ajudam muito na decoração e organização de vários ambientes da casa. Aqui está o site e também o Instagram @centauriacrilicos .

E agora vejam o meu carrinho:

 

 

Fotos: Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#acrílico#carrinho em acrilico#carrinhos de maquiagem#Centauri Acrílicos#óculos e bijoux

Como proteger as crianças das doenças respiratórias de Outono/Inverno!

Como proteger as crianças das doenças respiratórias de Outono/Inverno!

Com a chegada do outono, cresce a incidência de doenças respiratórias. As características da estação – variação de temperatura e tempo seco – facilitam a propagação do vírus da gripe e o aparecimento de alergias e outras doenças respiratórias. Em tempos de pandemia, os sintomas das doenças de outono se confundem facilmente com os sintomas do Coronavírus e preocupam pais e educadores.

O pediatra e imunologista Ariel Levy e o otorrinolaringologista Yuri Sister participaram de uma conversa com o Colégio Renascença, em São Paulo, e ensinaram quais os cuidados para proteger as crianças na volta às aulas presenciais – sobretudo após o anúncio da variante brasileira da Covid-19 (P1).

“A variante P1 é 2,5 vezes mais contagiosa e fez com que a chegássemos ao pior momento da pandemia. No entanto, essa variante não é mais letal em crianças. Um dado interessante da Sociedade Brasileira de Pediatria mostra que a letalidade em crianças em 2021 é menor do que em 2020. A recomendação é manter os mesmos cuidados: distanciamento entre as pessoas, ambientes ventilados e o uso de máscaras. Para crianças entre 2 e 6 anos o uso é incentivado e acima dessa idade, o uso é indicado”, explica o pediatra e imunologista, Ariel Levy.

 

 

Crianças devem tomar a vacina da gripe?

O otorrinolaringologista Yuri Sister conta que o tempo seco e frio em São Paulo faz crescer o número de pacientes nos consultórios com problemas de vias aéreas superiores – como Gripe, H1N1, Rinite, entre outros. O profissional esclarece que a rinite – principalmente a de causa alérgica – pode ser evitada com medidas simples: botar a roupa no sol antes de usar, assim como cobertores e lençóis, além do tratamento medicamentoso e da imunoterapia.

Já sobre o H1N1, o médico reforça a importância de tomar a vacina. “O H1N1 acomete principalmente crianças e pessoas do grupo de risco, por isso, é muito importante imunizá-las. Em época de pandemia, ajudaria muito se conseguíssemos tirar o H1N1 de circulação. Tanto a vacina trivalente como a vacina tetravalente funcionam e são recomendadas”, encoraja o otorrinolaringologista.

Crianças e Covid-19

Prevenir-se contra as outras doenças respiratórias é essencial para minimizar os efeitos da pandemia. “Em crianças, a Covid-19 causa coriza, tosse, febre, dor de garganta, dor de cabeça, abatimento, diarreia e vômito. Assim, fica um pedido e um alerta: não mande crianças com sintomas à escola. Hoje sabemos que as escolas são lugares seguros para as crianças, mas é preciso manter o protocolo para isso”, ressalta o imunologista Ariel Levy.

De acordo com o especialista, é impossível diferenciar a Covid-19 de qualquer outro vírus respiratório sem um exame específico. “Para o paciente com sintomas, deve-se realizar o exame PCR ou antígeno entre o 3º e 5º dia e retornar apenas com atestado médico, quando o exame der negativo e o aluno estiver assintomático há 48 horas. Já para crianças assintomáticas que tiveram contato próximo com alguém com Covid-19, é necessário ficar 14 dias em casa ou realizar o exame PCR entre o 5º e o 7º dia após o último contato, podendo retornar para escola se o PCR der negativo e o aluno continuar assintomático até o sétimo dia. Nenhum outro jeito é seguro o suficiente’, alerta.

Escola Segura

O otorrinolaringologista Yuri Sister aponta que o isolamento social e a falta da escola têm prejudicado o desenvolvimento da fala em crianças – tanto pelo uso de máscaras, que impedem com que os pequenos vejam e reproduzam o movimento da boca no momento da fala, quanto pela falta de tempo dos pais. Ariel Levy reforça que a escola é segura: “Respeitando os protocolos, a chance de contrair a Covid-19 é próxima de zero”, finaliza o pediatra.

Fonte: pediatra e imunologista Ariel Levy e o otorrinolaringologista Yuri Sister / Adriana Fernandes
(adriana@tropicocomunicacao.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Ariel Levy#doenças respiratórias#otorrinolaringologista Yuri Sister#Outono/Inverno#pediatra e imunologista

Cabelo e poluição: entenda como proteger os fios!

Cabelo e poluição: entenda como proteger os fios!

A poluição é um mal silencioso, que pode acabar causando danos diários aos cabelos de quem reside em grandes centros urbanos, uma vez que o ar poluído contém toxinas que sensibilizam e danificam a fibra capilar. Segundo Gleyce Correa, gestora de produto e desenvolvimento da Aneethun, esse agente externo pode deixar os fios opacos e quebradiços, provocando irritação, coceira e excesso de oleosidade no couro cabeludo. “Quando as partículas de sujeira suspensas no ar entram em contato com o couro cabeludo e toda extensão dos fios, elas estimulam a inflamação e obstrução dos folículos capilares, resultando em ressecamento, opacidade e até queda de cabelo“, explica.

Para impedir que os resíduos presentes no ar se acumulem e para proteger as madeixas, a Aneethun, marca especialista em produtos de alto padrão direcionados para o segmento profissional de beleza e home care, elencou dicas importantes para incluir na rotina.

ROTINA DE HIGIENIZAÇÃO

É ideal aderir a prática de higienizar os fios com a frequência adequada para cada tipo de cabelo, já que esse ritual de cuidados auxilia na proteção das madeixas contra agentes externos prejudiciais, como a poluição. “O grande segredo é lavar o cabelo adequadamente, sempre com água em temperatura morna, e seguir o passo a passo com a linha completa de produtos específicos”, destaca a gestora de PeD.

ADICIONAR O LEAVE-IN NA ROTINA DE CUIDADOS

O leave-in é um produto desenvolvido para ser aplicado depois de lavar e tratar os fios. Segundo Gleyce, é importante não enxaguar o cabelo depois de espalhar o produto pela extensão capilar. “A formulação do creme de pentear ou sérum ajuda a criar uma película de proteção entre os fios e a poluição, portanto, é indispensável não retirar o produto após aplicação. O passo a passo é simples: utilizar com o cabelo ainda úmido e finalizar utilizando um pente ou escova”, ensina.

UTILIZAR PRODUTOS ESPECÍFICOS DE AÇÃO ANTIPOLUIÇÃO

Para cuidar e proteger os fios do contato diário com as impurezas do ar, a melhor opção é utilizar produtos que promovem ação antipoluição, além de desobstruir os poros e eliminar os resíduos. “Essas linhas capilares devem estimular a microcirculação periférica, desintoxicar o couro cabeludo e combater a oleosidade excessiva, causados pelo contato do cabelo com a poluição. A formulação para o tratamento deve oferecer ativos como chá verde, gengibre e minerais para higienizar profundamente e equilibrar a oleosidade, formando um escudo protetor nas madeixas”, destaca da gestora da Aneethun.

Conheça da linha Detox System da Aneethun:

Shampoo Refresh Detox System

Fórmula desintoxicante com pH 5,5. tem ação antipoluição, proporciona uma limpeza energizante e eficiente. Pode ser utilizado diariamente para equilibrar a oleosidade dos fios e do couro cabeludo.

Loção Ice Scalp Detox System

Purifica e equilibra a saúde do couro cabeludo. A Loção Ice Scalp, com pH 5,5, regula o funcionamento do bulbo capilar, controla a oleosidade e promove refrescância.

Bálsamo Multifuncional Detox System

Com pH 3,5 e fórmula multifuncional, capaz de formar uma película antipoluição, promove nutrição, condicionamento e hidratação sem pesar os fios, deixando-os leves e macios. Pode ser usado com ou sem enxágue.
Para mais informações, acesse: http://www.aneethun.com/
Fonte: Júlia Butkievic Leite (julia.butkievic@dezoitocom.com.br)
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cabelo#cuidados#poluição#proteger os fios

COMO MANTER UM PESO SAUDÁVEL NA GRAVIDEZ?

COMO MANTER UM PESO SAUDÁVEL NA GRAVIDEZ?

Muitas mulheres imaginam a gestação como o período em que se pode ganhar peso à vontade. É o famoso argumento: comer por dois. Mas, segundo a especialista em emagrecimento Edivana Poltronieri, engordar muito durante a gravidez merece atenção, especialmente se a futura mamãe for considerada com sobrepeso ou obesidade ao engravidar.  Isso porque, mulheres nesse perfil apresentam mais riscos de desenvolver problemas de saúde, como diabetes gestacional e pré-eclâmpsia – aumento da pressão arterial. A seguir, a expert dá dicas para um ganho de peso saudável nessa fase.

 

 

Comece a gestação com um peso saudável, se possível

“Isso é tão importante quanto tomar a vitamina pré-natal antes de engravidar”, diz Edivana Poltronieri.  Ela explica que se a gestante já for adaptada a uma rotina saudável antes da gestação, vai ter uma gravidez mais leve e manter o peso recomendado, de acordo com as orientações do médico ginecologista ou obstetra. “Para quem estiver tentando engravidar, o ideal é agendar uma consulta antes da concepção para que se possa fazer uma avaliação do índice de massa corporal e seguir maneiras saudáveis de perder peso, se necessário”.

Não faça dieta, faça boas escolhas

Algumas mulheres já estão acima do peso quando engravidam e outras engordam muito rapidamente durante a gravidez.  De qualquer forma, independente da condição, Edivana alerta que grávidas não devem fazer dieta ou tentar perder peso durante a gravidez.  “É melhor se concentrar em comer os alimentos que tenham um grande impacto nutricional e que promovam mais saciedade e se manter ativa”, recomenda.

Escolha lanches saudáveis entre as refeições

Uma alimentação variada será determinante para a mamãe conseguir os nutrientes necessários sem ganhar muito peso, segundo Edivana. “Que tal trocar os lanches da manhã e da tarde, muitas vezes com bolachas pobres em vitaminas, por exemplo, por lanches que incluam proteínas, fibras e alguma gordura saudável? Os carboidratos naturais, como a batata doce, também são ótimos aliados. Outros exemplos incluem uma banana ou maçã com pasta de amendoim, ovo mexido com espinafre, iogurte natural com nozes e castanhas. O ideal é fazer refeições pequenas e frequentes, porém ricas em vitaminas”, afirma.

Não convide o vilão para casa

“A melhor maneira de evitar alimentos não saudáveis, como batatas fritas, sorvete e bolachas recheadas, é não ter esses alimentos em casa. E, se for comer fora, prefira locais que oferecem saladas, sopas e vegetais”, orienta Edivana.  Quando o desejo bater forte à porta, a especialista recomenda buscar o equilíbrio. “É totalmente normal sentir vontade de alguma guloseima na gestação, mas o segredo está em conseguir manter o controle. Você pode até satisfazer seus desejos, mas é importante garantir que está obtendo todas as vitaminas que você e o bebê precisam”.

Beba bastante (água)

Edivana afirma que beber água tem um benefício adicional à futura mamãe. Além da hidratação, a água ajuda a mantê-la satisfeita entre as refeições. Ela recomenda manter uma garrafa próxima o tempo todo para aumentar a ingestão.  “Especialmente as grávidas devem monitorar a cor da urina. Se for amarelo escuro é um sinal de que o corpo precisa de mais líquidos. O ideal é beber água ao longo do dia para manter a cor da urina amarelo claro, sinal de uma hidratação adequada”, orienta Edivana.

Movimente-se

Existem muitos tipos diferentes de exercícios que são seguros durante a gravidez, de acordo com a especialista em emagrecimento. “A gravidinha pode, inclusive, até pedir ao parceiro, família ou amigos para fazer algumas atividades com ela. Isso pode tornar o processo ainda mais leve e divertido”, indica.

Algumas atividades incluem: caminhadas, exercícios de natação especiais para as futuras mamães, dança, yoga, passear no parque. Para Edivana Poltronieri essas atividades, mesmo que simples, são ótimas maneiras de se manter ativa e garantir uma gestação saudável, além de ajudar  a gerenciar o ganho de peso.

Fonte: Jenny Carmona | bcbiz. (jenny.carmona@bcbiz.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#gestação#gravidez#médico ginecologista ou obstetra#peso saúdavel#pré-natal

Milho: alimento super versátil!

Milho: alimento super versátil!

Em receitas doces ou salgadas, como aperitivo, acompanhamento ou prato principal, o grão pode ser consumido de várias maneiras.

A nutricionista do Comitê Umami, Graciela Vargas, ressalta que o milho, além de versátil, é muito saboroso por ser um alimento que confere o umami – quinto gosto básico do paladar humano, ao lado do doce, salgado, azedo e amargo. “Rico em glutamato, ele adiciona sabor ao prato e traz diversos benefícios para a saúde. Estudos mostram que ingredientes umami auxiliam na digestão de proteínas e interferem diretamente na aceitação alimentar de crianças e idosos”, explica.

Fonte de vitaminas, minerais essenciais e antioxidantes, o milho é um dos cereais mais amados em todo o mundo. E para saboreá-lo de maneiras diferentes, Graciela listou cinco opções para aproveitar o grão:

Creme
Como opção leve para uma refeição, o creme de milho é uma escolha prática. “O creme de milho pode ser um acompanhamento muito versátil. É possível dar um toque especial na preparação adicionando um crocante de parmesão. Para isso, basta espalhar o queijo ralado em uma frigideira e deixar no fogo médio até dourar. Depois, só retirar cuidadosamente, com o auxílio de uma espátula, e deixar esfriar até enrijecer. Após colocar o creme em uma tigela, decore o prato com a escultura de queijo”, explica Graciela.

Assado
O milho assado é uma ótima alternativa vegetal para o churrasco. “Nesse caso, a dica é remover a palha que o envolve. A espiga deve ser levada à grelha sobre fogo médio, virando às vezes até dourar. Também é possível preparar em uma frigideira ou churrasqueira elétrica. Para o tempero, além da manteiga e do sal, outra opção é pincelar a espiga com uma mistura de ervas e azeite”, comenta a nutricionista.

Salada
O milho dá um sabor especial e é uma ótima opção para a dieta crudívora, que consiste somente no consumo de alimentos naturais e crus. “O grão pode ser a estrela principal de uma salada porque ele confere o gosto umami e deixa qualquer prato ainda mais saboroso. Para uma entrada simples e prática, coloque em um recipiente: milho, pepino, rabanete, mix de folhas, tomates maduros e fatias de pimenta jalapeño. Tempere com limão, azeite e uma pitada de sal”, ensina a especialista.

Suco
Outra maneira de saborear o alimento é preparar um suco de milho com água de coco. “Para fazer o suco, basta retirar a água de coco e separar a polpa, depois higienize o milho e retire os grãos das espigas. Em um liquidificador, adicione água, os grãos de milho e meio litro de leite, bata até ficar uma mistura homogênea e faça o mesmo só com o coco. Então leve a mistura de milho ao fogo baixo por 30 minutos e para finalizar, bata as duas misturas no liquidificador”, conta Graciela.

Torrado
Um grande aliado dos aperitivos, o milho torrado com mostarda e mel faz sucesso em qualquer ocasião. “Todos nós temos aqueles dias em que queremos cozinhar algo gostoso, mas que ao mesmo tempo não dê muito trabalho e que não precise de muitos ingredientes. Essa opção é ótima para para abrir o apetite ou acompanhar um drink em casa”, finaliza a nutricionista.

Fonte: Comitê Umami (umamiteam@agenciarace.com.br) / nutricionista do Comitê Umami, Graciela Vargas

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#aperitivo#milho#receitas doces ou salgadas