Nutricionista do Mundo Verde ensina a preparar três bebidas para fortalecer a imunidade!

Nutricionista do Mundo Verde ensina a preparar três bebidas para fortalecer a imunidade!

Com a chegada do inverno, os casos de gripes e resfriados aumentam. Como forma de adotar cuidados preventivos, apostar em um cardápio rico em nutrientes, vitaminas e proteínas é fundamental para garantir um bom funcionamento do corpo e, consequentemente, ter uma boa imunidade.

A nutricionista do Mundo Verde, Marcela Mendes, orienta como pequenos gestos podem deixar o sistema imunológico mais forte. “O sistema imunológico atua como uma barreira contra agentes indesejáveis que tentam invadir nosso organismo. Ter uma boa alimentação e sono adequado são alguns hábitos saudáveis que podem contribuir para melhorar a imunidade”, esclarece.

A rede Mundo Verde conta com uma variedade de produtos saudáveis, entre eles gojiberry e glutamina, ambos da marca própria Mundo Verde Seleção, que podem ser adquiridos pelo delivery (telefone da unidade ou WhatsApp), serviço disponível em mais de 200 lojas do país, ou pelo drive-thru, em algumas regiões. Para localizar a unidade mais próxima, acesse www.mundoverde.com.br/nossas-lojas. Também é possível realizar a compra diretamente pelo e-commerce.

Confira abaixo três opções de suco que ajudam a turbinar a imunidade durante o inverno:

Suco de Uva com Gojiberry

Ingredientes:

200ml de suco de uva integral

2 colheres de sopa de gojiberry Mundo Verde Seleção

1 colher de sopa de semente de chia Mundo Verde Seleção

Gelo a gosto

Modo de preparo:

Bater todos os ingredientes no liquidificador e servir em seguida

RENDIMENTO: 1 porção

CALORIAS POR PORÇÃO:  220 kcal

Sem glúten, sem lácteos, sem açúcar e vegano.

Destaque imunidade:

Gojiberry: fruta vermelha rica em vitamina C e antioxidantes que reforçam a imunidade.

Suco de uva integral: fonte de resveratrol que ajuda a diminuir inflamação e estimula a produção de substâncias de defesa pelo organismo.

 

Smoothie de frutas vermelhas com água de coco

Ingredientes:

150ml de água de coco

100g de frutas vermelhas congeladas

½ limão espremido

1 banana em rodelas

Nibs de cacau a gosto

Cubos de gelo a gosto

Modo de preparo:

Leve todos os ingredientes para o liquidificador e bata bem. Finalize com nibs de cacau e sirva na sequência.

RENDIMENTO: 1 porção

CALORIAS POR PORÇÃO: 138 kcal

Sem glúten, sem lácteos, sem açúcar e vegano.

Destaque imunidade:

Frutas vermelhas: Ricas em vitamina C e antioxidantes, previnem o envelhecimento celular, reforçam a imunidade e também reduzem inflamações.

Nibs de cacau: Rico em antioxidantes e de ação anti-inflamatória. Previne o envelhecimento celular e fortalece as defesas do nosso organismo.

 

 

Suco Verde

 

Ingredientes:

150ml de água de coco

½ xícara de couve

3 rodelas de abacaxi congelado

½ limão espremido

1 colher de café de Pólen apícola desidratado

5g de glutamina Mundo Verde Seleção

MODO DE PREPARO:

Coloque a água de coco, adicione a couve, o abacaxi, limão, o pólen e bata. Adicione a glutamina e bata novamente para incorporar a mistura e sirva.

RENDIMENTO: 1 porção

CALORIAS POR PORÇÃO: 129 kcal

Sem glúten, sem lácteos, sem açúcar.

Destaque imunidade:

Pólen: Fonte de antioxidantes como as vitaminas A, C e E, que previnem o envelhecimento das células e aumenta o sistema imunológico. Rico em vitaminas do complexo B fornece energia.

Limão: rico em vitamina C e limonóides, antioxidantes que reforçam a imunidade.

 

 

Auxilio texto: Camilla Medeiros (camilla.medeiros@inkcomunicacao.com.br) / nutricionista do Mundo Verde, Marcela Mendes

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#água de coco#imunidade#smoothie#Smoothie de frutas vermelhas com água de coco#Suco de Uva com Gojiberry#suco verde

Receitinha para o finds!

Receitinha para o finds!

Para quem ama azeite como eu, segue uma receita simples na qual o azeite ganha todo o destaque no prato!

 

 

MOLHO PESTO

2 xícaras de folhas de manjericão fresco
1/2 xícara de nozes picadas
1 xícara de queijo parmesão ralado
2 dentes de alho picados
1 1/2 xícara de azeite
Sal a gosto

Preparo: Bata tudo no liquidificador ou mixer.
Use para temperar saladas, acompanhando pães e torradas ou massas.

 

Auxilio texto: Fernanda Martins (fernanda@paulaconceicao.com.br) / nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#azeite#molho pesto#receita

Azeite de oliva: nutricionista responde principais dúvidas!

Azeite de oliva: nutricionista responde principais dúvidas!

Se existe um ingrediente que sempre está presente na cozinha, é o azeite de oliva! Prático e versátil, esse óleo é um dos itens mais utilizados na hora de agregar aroma e sabor nas mais variadas receitas. Para quem tem dúvidas sobre qual azeite escolher, como acrescentar na alimentação e como esse alimento pode beneficiar a saúde, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, responde aos questionamentos que mais escuta no consultório.

Ao final, a profissional também ensina receitas simples nas quais o azeite ganha todo o destaque no prato: molho pesto, azeite aromático e até uma manteiga de azeite.
Confira!

1. Quais são os benefícios do consumo do azeite?
Renata: “Assim como outros tipos de óleos vegetais, o azeite é livre de colesterol ruim (LDL) e fonte de gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas (incluindo o ômega-9). O consumo auxilia no controle sérico de colesterol, ajuda a proteger a saúde cardiovascular e também a reduzir a inflamação do organismo”.

2. O azeite é mais saudável que outros tipos de óleo?

Renata: “Como mencionado anteriormente, o azeite é um tipo de gordura que deve fazer parte da nossa alimentação, entretanto, ele sozinho não fornece todos os ácidos graxos essenciais que precisamos. Por isso, a recomendação é incluir outros tipos de gordura na dieta, principalmente o ômega-3 dos peixes. De qualquer forma, podemos considerar que é mais saudável que outros óleos vegetais, como o de soja e o de canola”.

3. Qual a diferença entre os tipos virgem, extra virgem e refinado? Como escolher a melhor opção?

Renata: “O que difere é principalmente o teor de acidez permitido em cada tipo.
O azeite refinado pode ter acidez maior que 2%. É um produto geralmente obtido de azeitonas de qualidade inferior, sem padronização de sabor e que, por isso, precisa passar por refinamento industrial para padronização das características sensoriais.
Já o azeite virgem deve ter acidez entre 1% a 2%. Ele deve ser extraído das azeitonas sem adição de nenhum produto químico.  O azeite extra virgem é obtido dessa mesma forma, mas deve ter acidez inferior à 1%. Também vale mencionar que o extra virgem é mais sensível ao calor, quando comparado às demais variedades.

Na hora de escolher, os principais pontos a serem considerados são: o tipo de preparo (para cozinhar ou temperar) e o sabor que mais agrada. Há também quem goste de verificar a origem de produção”.

4. Qual a melhor forma de inserir o azeite na alimentação?
Renata: “A melhor maneira é usar no preparo de alimentos e no tempero de saladas. Também pode ser usado para regar carnes já prontas e massas. Outra opção, muito comum em países europeus, é regar pães com o azeite imediatamente antes do consumo. Dessa forma, conseguimos obter o sabor e aproveitar todos os benefícios do tempero”.

5. É verdade que aquecer o azeite pode ser prejudicial para a saúde?
Renata: “Aquecer o azeite à altas temperaturas pode fazer com que ele produza uma substância chamada acroleína, que é irritante ao estômago. Isso acontece quando o azeite atinge temperatura suficiente para produzir uma fumaça esbranquiçada (o que chamamos de ponto de fumaça). Se o azeite for aquecido apenas para refogar algum tempero ou for utilizado para regar alguma preparação que será assada, dificilmente chegará a essa temperatura em que ele “queima”.

Ainda assim, uma sugestão para esses preparos quentes seria usar o azeite virgem (e não o extra virgem), que é mais resistente à temperatura.  É importante ressaltar que o azeite não é uma boa opção para o preparo de alimentos fritos sob imersão, como parmegiana, pastel e outros pratos em que o alimento é mergulhado na gordura fervendo”.

6. O azeite engorda? Podemos consumi-lo à vontade?
Renata: “O azeite engorda se for consumido em excesso, já que é uma gordura, ainda que boa. Todo alimento fonte de gordura será bastante calórico e deverá ser consumido com moderação. Não existe uma quantidade padrão indicada para cada pessoa. Pode ser consumido diariamente, desde que o suficiente para o preparo ou tempero dos alimentos. Dessa forma, não fará mal à saúde”.

Agora que você já sabe como inserir o azeite de maneira saudável na sua alimentação!

 

 

Auxilio texto: Fernanda Martins (fernanda@paulaconceicao.com.br) / nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#azeite#dicas#nutrição#saude

Como e por que limpar as escovas de cabelo?

Como e por que limpar as escovas de cabelo?

Higienizar as escovas de cabelo é tão importante quando a limpeza dos pinceis e esponjas de maquiagem. Os motivos são simples: preservar a saúde capilar e aumentar a vida útil do acessório. O visagista e parceiro Belliz, Pietro Trindade, explica mais sobre o assunto.

POR QUE É IMPORTANTE?

“Considerando que a escova de cabelo é um acessório de uso diário, é comum que elas concentrem alguns resíduos. Acúmulo de pele morta na região do couro cabeludo e resquícios de produtos como finalizadores, sprays e creme podem favorecer a proliferação de microorganismos e bactérias”, explica o profissional.

A falta de higienização da escova pode fazer com que a sujeira do acessório seja depositada nos fios sempre que eles forem penteados. “Essa falta de cuidado favorece diversas infecções no couro cabelo e até maior produção de oleosidade”, alerta.

COMO LIMPAR?

De acordo com o expert, a remoção do excesso de cabelos que ficam nas escovas após o penteado deve ser imediata e ser feita todos os dias. “Para facilitar, indico que a pessoa use um palito ou pente. Basta passar as pontas entre os pinos da escova para soltar os fios presos e puxá-los por completo”, indica Trindade.

A higienização completa da escova é um processo simples e rápido. “Em uma vasilha coloque um pouco de água morna, essa temperatura da água já irá ajudar a amolecer as sujeiras que estão presas nas cerdas. Depois, adicione uma colher de shampoo neutro. Com a ajuda de uma escova de dente, esfregue com cuidado a base das cerdas até ficarem bem limpas e enxague. Em seguida, deite a escova com as cerdas para baixo em cima de uma toalha para escorrer toda a água”, finaliza.

O expert indica que esse processo de limpeza seja feito, no mínimo, 1x ao mês. Além de limpar, essa técnica também prolonga o tempo de vida útil do acessório.

 

 

Auxilio texto: Catarina Armelin Pereira (catarina.armelin@bcbiz.com.br) / visagista e parceiro Belliz, Pietro Trindade

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#escovas de cabelo#limpeza#saúde capilar

Plantas no quarto ajudam a purificar e umedecer o ar e podem garantir uma noite de sono mais tranquila!

Plantas no quarto ajudam a purificar e umedecer o ar e podem garantir uma noite de sono mais tranquila!

Cultivar plantas em ambientes internos se transformou em um hobbie de muitas pessoas nos últimos meses. Com as quarentas obrigatórias ou voluntárias, tão necessárias em período de pandemia, muitas pessoas passaram a ficar em casa mais tempo, e transformaram a rotina incluindo atividades estimulantes e desestressantes para que a vida em casa não se torne maçante. Além de uma boa distração, ter plantas é uma ótima forma de decoração, dando mais charme aos ambientes, e pode trazer vários benefícios.

De acordo com especialistas, plantas nos quartos, por exemplo, pode melhorar muito a qualidade do sono. “Não há objeções para a presença de plantas no interior de quartos e dormitórios. Inclusive, existem espécies que podem auxiliar na qualidade do sono”, comenta Creuza de Fátima dos Santos, florista da Esalflores, maior rede de floriculturas do país. A especialista preparou uma lista com sugestões de plantas que podem contribuir para um sono melhor.

Babosa: a famosa planta, que pertence a categoria das suculentas, é conhecida pelo seu óleo repleto de vitaminas e nutrientes. Pouca gente sabe, mas ela também consegue purificar o ar, por isso é muito benéfica para espaços fechados, entre eles os quartos. Para continuar saudável, ela necessita de regas esporádicas e sol diário.

Samambaia americana: possui a característica de umidificador natural do ar. Se adapta bem a casas, apartamentos e locais de pouca ventilação desde que sejam bem iluminados. Gosta de umidade e precisa de regas frequentes.

 

Lavanda: com propriedades relaxantes e tranquilizadoras, é umas das espécies mais indicadas para ambientes internos. Precisa ser exposta a luz natural pelo menos 6h por dia e ser regada apenas quando a terra estiver seca.

 

Hera: reduz a quantidade de mofo no ar, por isso consegue auxiliar muito na minimização de sintomas de alergias respiratórias. Se a dapta a meia sombra ou sol pleno. Regas de duas a três vezes por semana.

 

Gérbera: enquanto muitas plantas liberam uma quantidade maior de gás carbônico durante a noite, a gérbera consegue manter a liberação de oxigênio. Ideal para ambientes de meia sombra com duas a três regas por semana.

 

Crisântemo: tem a característica muito particular de purificar o ar e auxiliar na eliminação das substâncias do tabaco. O ideal é ficar próxima a janela, pois precisa de luz direta. A rega deve ser feita preferencialmente no período da manhã, evitando molhar a folhagem, de duas a três vezes na semana dependendo do aspecto da terra, que deve sempre estar úmida.

 

Espada de São Jorge: recomendadíssima para melhorar a qualidade do ar. Elas são quase imortais e fáceis de cuidar. Estudos mostram que a Espada de São Jorge ajuda prevenir irritação nos olhos, problemas respiratórios e dores de cabeça.

 

 

 

 

Auxilio texto: Caroline | P+G (caroline@pmaisg.com.br) / Creuza de Fátima dos Santos, florista da Esalflores

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#ambientes internos#decor#Decoração#Espada de São Jorge#hera#lavanda#plantas#qualidade do ar#Samambaia americana