Dicas de viagem: Suíça e Itália – parte 3

Dicas de viagem: Suíça  e Itália – parte 3

Oiii, tudo bem?? Mais um post com dicas de viagem! Confiram:

 

Dia 7 – Saímos de Montreux (Suíça) rumo a Veneza. Para não ficar muito cansativo, escolhemos dormir em Lago di Garda, que fica há 2 horas de Veneza aproximadamente e, com isso, vamos conseguir fazer Verona, antes de chegar ao destino (Veneza)! Antes de sairmos da Suíça, fui conhecer uma escola que tenho muito vontade que a Vivi faça Summer Camp, a renomada @collegebeausoleil ! Simplesmente um sonho! Fiquei muito impressionada! Depois, partimos rumo a Sirmione, cidadezinha mais conhecida e procurada na região de Garda! Foi uma deliciosa surpresa conhecer essa cidade! Optamos por dormir uma única noite no centrinho antigo (que fica dentro das ruínas do castelo medieval)! Nos indicaram o hotel La Speranzina , super romântico e exclusivo (obrigada pela dica @benarrivati.italy ). Achei o percurso bem tranquilo, mesmo na fronteira! O famoso “ Túnel do Grande São Bernardo” é enorme mas um percurso lindo e tranquilo de se fazer!

 

Dia 8 – Itália – de Vila di Garda, passando por Verona ( fiquei apaixonada pela cidade) por uma tarde e chegando no final do dia em Veneza!

 

 

Itália – dia 9: Lago di Como – Um paraíso na terra! Com seus vilarejos que parecem cenário de filmes! Minha dica é Bellagio e Cernobbio, onde fica o hotel Villa D’Este, um dos mais românticos e lindos do mundo na minha opinião! Mas atenção: um fica distante do outro e a estradinha é repleta de curvas! Mas vale a pena!

 

 

 

 

Suíça – dia 10 – Lugano foi uma bela surpresa! Desde o tradicional hotel que nos hospedamos e amamos (Villa Castagnola) até a arquitetura e gastronomia! O centrinho da cidade e a língua faz você ficar na dúvida se está na Itália ou Suíça! Ao mesmo tempo que tem uma atmosfera mais leve e colorida como a Itália nos proporciona, você percebe a organização, a limpeza, o silêncio nas ruas que faz parte da cultura do suíço! Com certeza uma cidade para ficar por no mínimo 3 noites e não apenas uma como fizemos! Amei as igrejas, as paisagens, o centrinho ótimo e a gastronomia!

 

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Bellagio#Cernobbio#dicas viagens#hotel Villa D’Este#Itália#Lago di Como#Lugano#Suíça#Villa Castagnola

Dicas de viagem: Suíça – parte 2

Dicas de viagem: Suíça – parte 2

Oiii!! Vou continuar contando pra vocês como estão sendo nossos dias por aqui, com muitas dicas! Confiram:

 

Suíça – dia 4 – Pegamos um trem de Zurique (parte da Suíça alemã) para Montreux (Suíça francesa), onde ficaremos por 3 noites! Montreux faz parte da riviera Suíça e fica próxima a vários vilarejos lindíssimos! Nossa ideia é usar a cidade como base para fazer a região! No primeiro dia, como tivemos a viagem de trem, optamos por conhecer o centrinho, ver a famosa estátua do cantor do Queen – Freddie Mercury, o cassino e jantar.

 

 

 

 

Dia 5 – Com certeza foi um dos nossos melhores dias! Fomos conhecer o famoso vilarejo estilo medieval chamado Gruyéres e já adianto que fiquei apaixonada pelo lugar! Começamos com a visita na queijaria “La Maison du Gruyère” e lá podemos conhecer melhor a história e o processo de produção desse queijo divino e conhecido pelo mundo todo! Depois, fomos até a cidadezinha almoçar, tirar muitas fotos (parece cenário filme de tão maravilhoso) e conhecer o castelo do séc. XIII que retrata a arquitetura, história e cultura regionais! O meu preferido até agora da viagem! Após, fomos comer um delicioso fondue nessa cidadezinha medieval de mais de 800 anos que encanta a todos! Por fim, fechamos com chave de ouro na fábrica de chocolate @cailler_suisse (acho que o melhor que já experimentei na vida), conhecida por ter feito o primeiro chocolate ao leite do mundo e que hoje faz parte do grupo Nestlé! Amando cada vez mais a Suíça! Agradecimento especial a guia @beadventurerinswitzerland (não é publi e já adianto que vale cada euro investido) que nos trouxe uma riqueza de detalhes incrível!

 

Dia 6 – Saímos de Montreux e fomos rumo ao castelo de Aigle que fica em volta das vinhas! Todo em estilo medieval, com muita história sobre vinhos!! Depois fomos conhecer o castelo de Chillon, um dos locais mais visitados no país! Lindo e com muita história! Saindo de lá, passamos no vilarejo de Saint Saphorin (ganhou prêmio como um dos mais lindos da Suíça) e fiquei encantada! Ele é minúsculo, calmo e parece uma cidade cenográfica! Aí, fomos almoçar no restaurante Le Deck (em Chexbres) com sua vista incrível! Finalizamos nossa visita na cidade de Lousane, indo ao museu das olimpíadas, que super recomendo levar crianças! Muito legal e bem feito! Estão gostando do diário da viagem? Fazendo com muito carinho para vocês!

 

 

 

 

 

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#castelo de Aigle#castelo de Chillon#Chexbres#cidade de Lousane#dicas viagens#estilo medieval#Montreux#queijaria La Maison du Gruyère#Suíça#Suíça francesa#vilarejo de Saint Saphorin#vilarejo Gruyéres

Dicas de viagem: Suíça – parte 1

Dicas de viagem: Suíça – parte 1

Oiii, tudo bem??? Quem me acompanha nas mídias sociais viu que estamos de férias na Suíça! Que país mais lindo, estamos amando e quero compartilhar com vocês nossos dias por aqui!

Zurique – dia 1 – começamos com passeio em direção ao lago; passamos pela famosa rua das lojas mais famosas Bahnhofstrasse (destaque para a doceira Sprungli); fizemos um tour pelo centro histórico (me apaixonei); visitamos a igreja Fraumünster (e seus lindos vitrais desenhados por Chagall) e, para fechar com chave de ouro, jantar no tradicional Zeughauskeller)! Amando a Suíça! Que país lindo, organizado e acolhedor!

 

 

 

Dia 2 – Fizemos um passeio incrível de trem entre Zurique e Lucerna! Foram 50 minutos com direito a uma vista maravilhosa, conforto e praticidade ! Pedimos o “Swiss Travel Pass” ainda do Brasil e, chegando ao aeroporto de Zurique, trocamos pelo “family” sem custo algum para incluir a Vivi! Vale cada centavo já que você pode usar todos os meios de transportes, incluindo barcos e, ainda, tem direito a descontos ou até mesmo benefício de gratuidade nos principais museus, passeios na montanha, acesso a trens panorâmicos e muito mais! Super fácil de usar (basta baixar app da SBB mobile), seguro e a melhor forma de se locomover dentro e fora da Suíça! Tks @myswitzerlandbr @swisstravelsystem

 

Passamos o dia em LUCERNA, uma das cidades mais visitaras e lindas da Suíça! Fiquei impactada com a beleza! Mais parecia um cenário de filme! Contratamos uma guia (recomendo muito) e fizemos nosso tour da seguinte forma: 1. Monumento do Leão “Löwendenkmal”, uma escultura dedicada aos heróis Suíços mortos em 1792 na revolução francesa esculpida na pedra; 2. Hofkirche, uma igreja que chamou nossa atenção pelas imponentes pontas no telhado das torres (católica); 3. Kapellbrücke ou ponte capela) que é a ponte de madeira mais antiga da Europa, repleta de pequenas divisórias pintadas com lindas ilustrações (passagens bíblicas, Santos e história da cidade); 4. Igreja dos Jesuítas (Jesuitenkirche), uma das mais antigas da época barroca com um lindo telhado de cobre e, 5. Passeio pelo centrinho da cidade e suas lojas incríveis (de Moncler a lojinhas locais). Se você vier a Suíça (especialmente na parte alemã), não deixe de conhecer Lucerna!! Um sonho de lugar!

 

 

 

 

Dia 3 – Nosso último em Zurique! Fomos conhecer a fábrica/museu de chocolates da Lindt que abriu recentemente para visitação! Como fica no lago, cerca de 30 minutinhos de barco, aproveitamos para fazer esse passeio! Super recomendo! Vivi amou e você ainda consegue comprar na loja deles vários chocolates com desconto! Depois, voltamos de ônibus (mais perto porém não tão lindo como o lago) e fomos almoçar no restaurante do hotel Baur au lac! Lindo e divino! Ai, fomos andar pelo centrinho e entrar na igreja Fraumünster com seus vitrais maravilhosos desenhados por Chagall! Por fim, jantamos na “cantinetta Antinori”, restaurante italiano delicioso de Zurique! Amei a cidade e essa parte alemã da Suíça! Obs: comprando o Swiss Travel Pass você consegue usar todos os meios de transporte que mencionei acima, além de trens, metros e bondinhos! Também tivemos descontos em museus! Fica boa essa!  @myswitzerlandbr @swisstravelsystem

 

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Bahnhofstrasse#dicas viagens#igreja Fraumünster#lojas famosas#Lucerna#Suíça