Plantas no quarto ajudam a purificar e umedecer o ar e podem garantir uma noite de sono mais tranquila!

Plantas no quarto ajudam a purificar e umedecer o ar e podem garantir uma noite de sono mais tranquila!

Cultivar plantas em ambientes internos se transformou em um hobbie de muitas pessoas nos últimos meses. Com as quarentas obrigatórias ou voluntárias, tão necessárias em período de pandemia, muitas pessoas passaram a ficar em casa mais tempo, e transformaram a rotina incluindo atividades estimulantes e desestressantes para que a vida em casa não se torne maçante. Além de uma boa distração, ter plantas é uma ótima forma de decoração, dando mais charme aos ambientes, e pode trazer vários benefícios.

De acordo com especialistas, plantas nos quartos, por exemplo, pode melhorar muito a qualidade do sono. “Não há objeções para a presença de plantas no interior de quartos e dormitórios. Inclusive, existem espécies que podem auxiliar na qualidade do sono”, comenta Creuza de Fátima dos Santos, florista da Esalflores, maior rede de floriculturas do país. A especialista preparou uma lista com sugestões de plantas que podem contribuir para um sono melhor.

Babosa: a famosa planta, que pertence a categoria das suculentas, é conhecida pelo seu óleo repleto de vitaminas e nutrientes. Pouca gente sabe, mas ela também consegue purificar o ar, por isso é muito benéfica para espaços fechados, entre eles os quartos. Para continuar saudável, ela necessita de regas esporádicas e sol diário.

Samambaia americana: possui a característica de umidificador natural do ar. Se adapta bem a casas, apartamentos e locais de pouca ventilação desde que sejam bem iluminados. Gosta de umidade e precisa de regas frequentes.

 

Lavanda: com propriedades relaxantes e tranquilizadoras, é umas das espécies mais indicadas para ambientes internos. Precisa ser exposta a luz natural pelo menos 6h por dia e ser regada apenas quando a terra estiver seca.

 

Hera: reduz a quantidade de mofo no ar, por isso consegue auxiliar muito na minimização de sintomas de alergias respiratórias. Se a dapta a meia sombra ou sol pleno. Regas de duas a três vezes por semana.

 

Gérbera: enquanto muitas plantas liberam uma quantidade maior de gás carbônico durante a noite, a gérbera consegue manter a liberação de oxigênio. Ideal para ambientes de meia sombra com duas a três regas por semana.

 

Crisântemo: tem a característica muito particular de purificar o ar e auxiliar na eliminação das substâncias do tabaco. O ideal é ficar próxima a janela, pois precisa de luz direta. A rega deve ser feita preferencialmente no período da manhã, evitando molhar a folhagem, de duas a três vezes na semana dependendo do aspecto da terra, que deve sempre estar úmida.

 

Espada de São Jorge: recomendadíssima para melhorar a qualidade do ar. Elas são quase imortais e fáceis de cuidar. Estudos mostram que a Espada de São Jorge ajuda prevenir irritação nos olhos, problemas respiratórios e dores de cabeça.

 

 

 

 

Auxilio texto: Caroline | P+G (caroline@pmaisg.com.br) / Creuza de Fátima dos Santos, florista da Esalflores

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#ambientes internos#decor#Decoração#Espada de São Jorge#hera#lavanda#plantas#qualidade do ar#Samambaia americana

Dicas para cuidar de orquídeas em casa!

Dicas para cuidar de orquídeas em casa!

Oii meninas, tudo bem??? O feriado prolongado já passou e sei que tem gente de olho no próximo, rs! Quem nunca??? Minha Páscoa foi na fazenda, com toda a família e foi uma delícia…nos divertimos muito! Depois mostro um pouquinho pra vocês. Cheguei em casa ontem e, como toda dona de casa, fui verificando os afazeres de cada cômodo do meu lar. O que sempre mais me preocupa são as plantas, em especial as orquídeas, e o jardim. Aqui em Araçatuba o tempo é bem quente, anda muito seco e fazem alguns dias que não chove, portanto já pedi pro Victor jogar água no jardim e eu fui cuidando das orquídeas.

 

Quero compartilhar com vocês algumas dicas para essas lindas plantas serem melhor cuidadas, pois elas são muito sensíveis. Vamos lá:

 

– Os vasos de barro são melhores, pois tem mais porosidade e drenam melhor a água.

-As raízes de orquídeas precisam de mais espaço aéreo do que a terra fornece, então os substratos para orquídeas tendem a não ter terra.

– Atenção para esses quatro pontos: luminosidade, temperatura, ventilação e umidade.

  • Luz: o melhor lugar são perto de janelas, mas nunca deixe a luz solar direta sobre essas plantas, devemos colocar uma luz indireta, como protegendo através de uma cortina; para as que vivem nas árvores, já existe essa proteção da sombra. Obs: se elas começarem a ficar com as folhas amarelas é sinal de que o local está com excesso de luz e se as folhas começarem a ficar escuras é sinal de que está faltando luz no ambiente.
  • Temperatura: as orquídeas estão acostumadas a uma variação de 15 graus ao longo do dia, sendo assim o melhor é deixá-las na parte externa da casa durante o dia e a noite colocá-las em ambiente fechado; para as que vivem nas árvores não há essa necessidade e para quem mora em apartamento, o ideal é deixar na sacada durante o dia e depois colocar dentro de casa.
  • Ventilação: a mesma dica da luminosidade, ao cultivar dentro de casa é recomendado que você abra as janelas quando o tempo estiver quente, pois vai ocorrer circulação de ar. Quando o dia estiver sem ventos ou com pouca circulação você pode usar um ventilador pequeno por perto que já vai ajudar, a planta precisa de uma brisa suave e constante para diminuir os efeitos do calor excessivo e umidade.
  • Umidade: regar apenas quando o substrato estiver seco, porém lembre que nos dias de sol forte e muito calor a água evapora bem mais rápido. DICA: Aumente os cuidados no inverno porque a água leva mais tempo para evaporar e isto pode ser prejudicial causando apodrecimento e outros males.

– Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte, este ingrediente é um cicatrizante natural.

Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas.

-Fique de olho: por serem sensíveis, elas logo dão sinal de que algo não está bom: pode ser o local, ou algum bichinho, ou o vaso…

-Um adubo, de vez em quando, cai bem. Para não ter erro aposte no fertilizante líquido NPK 20:20:20, que deve ser aplicado a cada 15 dias.

 

BlogAskMi orquideas2

 

BlogAskMi orquideas1

 

BlogAskMi orquideas

 

Fotos: Internet

 

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#cuidados#Decoração#dicas#orquídeas#plantas