Amenize os efeitos do clima seco na pele com dicas simples!

Amenize os efeitos do clima seco na pele com dicas simples!

Em tempos de temperatura alta e umidade baixa a pele mostra imediatamente sinais de desidratação. A especialista em Cosmetologia Avançada e Farmacologia Jackeline Alecrim explica que nessa época do ano a pele tende a perder mais água. “O clima seco contribui para o ressecamento da pele, e são esses fatores externos que fazem como que sinais de envelhecimento se tornem mais evidentes, daí a importância de redobrar os cuidados”.

 

A boa notícia é tratamentos simples amenizam os efeitos do clima e garantem que a pele continue bem cuidada apesar da estação.

 

 

Hidrate-se
O maior segredo para não sofrer é a água, que deve ser consumida com mais frequência nos períodos secos. “Nosso organismo é composto por, aproximadamente, 70% de água e, principalmente nesta época, é fundamental ter cuidado com a hidratação, sendo fundamental não apenas para a pele mas para todas as células do organismo, inclusive para a saúde do couro cabeludo”, explica Jackeline.

 

Proteja a pele
Com as alterações do clima, a rotina de cuidados também deve ser alterada. Proteger a pele é um cuidado essencial já que nesse período as barreiras naturais ficam comprometidas e o chamado manto hidrolipídico é alterado. O ideal é dar preferência a sabonetes neutros, tônicos suaves e líquidos. “Para nutrir profundamente a pele e prolongar a hidratação é recomendado o uso de óleos vegetais como o óleo de coco e extravirgem, que possui lipídios altamente biocompatíveis com a nossa pele, podendo ser usado logo após o banho, com a pele ainda úmida. Além disso, evite lavar excessivamente a pele, preservando assim, a proteção natural”, orienta.

 

Atenção especial aos lábios
Os lábios são extremamente suscetíveis ao ressecamento, já que nesta região não existem glândulas produtoras de suor ou oleosidade, por isso o primeiro sinal de ressecamento geralmente são sentidos nos lábios, que sofrem com as famigeradas rachaduras. “Como os lábios não possuem glândulas sebáceas como o resto do corpo, ficam mais sujeitos ao ressecamento. Por isso, opte por hidratantes labiais com vitamina E, pantenol e óleos vegetais, finaliza Jackeline.

Auxilio texto: Silvana Sousa (Correio Braziliense)
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#pele

Cuidados estéticos para o verão devem começar agora!

Cuidados estéticos para o verão devem começar agora!

O verão começa apenas em dezembro, mas não é só lá que devem começar os cuidados com o corpo. Dietas e tratamentos “milagrosos”, além de não recomendados, não causam o efeito esperado, frustrando muitas pessoas, pois, cuidar do corpo leva tempo. No entanto, existem diversos tratamentos e produtos eficazes na hora de conquistar o corpo e a pele desejados para essa estação.

Filtro Solar
As altas temperaturas, típicas do verão brasileiro, exigem medidas e cuidados com a pele. Pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) aponta que 6 milhões de brasileiros adultos não se protegem de forma alguma quando estão na praia, piscina, cachoeira, banho de rio ou lago, atividades típicas do verão. No entanto, usar o filtro solar é fundamental. Assim, o Sun Science, conhecido como o filtro solar do futuro, surge como um protetor solar multifatorial, que protege por 12 horas, abrangendo toda a incidência solar e espectros eletromagnéticos/digitais/ambientais. Além de possuir uma ampla proteção UVA e UVB que protege contra os efeitos nocivos do sol também atua contra a radiação nociva de luzes de aparelhos eletrônicos, raios infravermelhos e da poluição do dia a dia. O filtro solar também agrega diversos benefícios como ação antiglicante, antioxidante e hidratante, além de melhorar a oxigenação das células.

 

O Sun Science conta com outros benefícios: proteção ao DNA celular, aumenta a elasticidade da pele e seu efeito barreira reduz rugas e sulcos superficiais e ainda tem um efeito detoxificante profundo. Deve ser aplicado na pele limpa e seca, por todo rosto e corpo, espalhando uma camada uniforme antes de se expor ao sol. Seu toque é seco, e seu efeito final é aveludado e mate. Reaplicar após longa permanência na água ou transpiração excessiva ou ainda tão frequentemente quando necessário. Também, é indicado para todos os tipos de pele!

 

Peeling facial
Muitos ainda acreditam que o peeling não pode ser aplicado no verão, porém, isso é um mito. O procedimento faz uma abrasão das camadas da pele com a finalidade de remover células mortas. Dessa forma, suaviza marcas de expressão, clareia manchas e auxilia na diminuição das cicatrizes de acne.
Há peelings compatíveis com a época mais solar do ano!

 

Placenta Power Electric Serum é um peeling facial químico e enzimático com ação iluminadora, clareadora e rejuvenescedora. Conta com minerais biotecnológicos, que promovem a bioeletricidade cutânea, e bioplacenta com alta concentração de elementos biológicos essenciais. Além disso, estimula a produção de colágeno e elastina e proporciona firmeza e elasticidade cutânea, melhorando o consumo de oxigênio das células epiteliais, aumentando e estimulando o processo metabólico celular. É um produto formulado para uso associativo em terapias fotodinâmicas com leds e laser de baixa potência. Pode ser utilizado no rosto, pescoço e colo e sua aplicação pode ser feita semanalmente durante qualquer época do ano, inclusive no verão.

 

Tratamentos corporais
Com o corpo mais à mostra, além do protetor solar, que é essencial, também é preciso manter a pele hidratada e nutrida. Para isso, uma excelente dica é usar o creme hidratante para o corpo Revival Body, que promove a nutrição e oxigenação da pele, proporcionando hidratação de longa duração. Também ajuda a prevenir o surgimento de estrias e favorece uma hidratação em profundidade cutânea e a longo prazo. O produto de uso diário ainda estimula a renovação celular, combatendo os radicais livres e promovendo uma significativa melhora na elasticidade e firmeza da pele.

 

Cabelos
No verão, é comum as pessoas irem mais em piscinas, mares e lagos. Isso pode ser muito prejudicial para os cabelos em função da exposição ao cloro de piscinas, sal do mar e, principalmente, o sol. Desse modo, é muito importante ter cuidados diários para que os cabelos continuem hidratados e bonitos. O Hair Protection é um filtro solar para os cabelos que protege contra a radiação solar, possui ação hidratante, reestrutura as fibras e, também, é siliconado. Por isso, atua como um excelente reparador de pontas. Sua fórmula permite a formação de uma barreira de proteção contra o sal presente na água. Também pode ser usado com prancha antes e depois da escova. O uso contínuo proporciona hidratação, maciez e ainda melhora a textura do fio. O produto deve ser usado antes da exposição ao sol.

 

Estética íntima
Como no verão, as pessoas ficam com o corpo mais à mostra, é muito comum que elas queiram acabar com manchas em locais como axilas, cotovelos, joelhos, virilha e região íntima. Essas áreas do corpo também necessitam de cuidados mais especiais devido às suas características como pele mais fina e tendência à flacidez, por isso, a chamada estética íntima é muito importante. Em um tratamento, a pele é sempre vista como um todo e nunca como apenas um aspecto. Dessa maneira, para poder padronizar e uniformizar a pele para receber o tratamento e que este possa ser bem recebido, ela deve estar totalmente equilibrada, o que inclui hidratação, nutrição, ação antiglicante, antioxidante e nutritiva. Tudo isso está contemplado na linha de tratamento íntimo da Adélia Mendonça Cosméticos, o Intimate NanoCare, que oferece à pele um tratamento de uma forma globalizada.

 

Cuidados
Para se ter uma pele saudável no verão, é preciso ter alguns pilares básicos de tratamento, divididos em higienização, tonificação, dermocorreção e fotoproteção. Além disso, para o melhor aproveitamento de dermocosméticos, deve-se utilizar produtos direcionados para o seu tipo de pele e os cuidados devem ser feitos tanto em casa quanto na clínica de estética.

 

Sobre Adélia Mendonça
Adélia Mendonça atua na área de estética há mais de 40 anos. Começou a se dedicar aos estudos em cosmetologia a partir de um problema estético pessoal para o qual não conseguia encontrar solução. Possui especialização em Estética Facial Corretiva, realizada em Buenos Aires (Argentina), e já participou de pesquisas na Europa, Estados Unidos e América do Sul. Fundou seu próprio laboratório, a Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça, para aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo de seus anos de estudos. Desde então, desenvolve dermocosméticos de alta performance, sendo pioneira no Brasil nas áreas de estética íntima e skincare de alto percentual ativo, também atuando com estética corporal, capilar e facial.

 

Auxilio texto: Rodrigo Carvalho – (rodrigo@carvalhoassessoria.com)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#pele#verão

Por que você não deve utilizar qualquer sabonete no rosto?

Por que você não deve utilizar qualquer sabonete no rosto?

Você sabe o que é filme hidrolipídico? É a mistura entre lipídeos, cerâmicas e líquidos, que juntos formam uma camada de proteção na pele do nosso rosto, nos protegendo contra microrganismos e auxiliando na preservação da água da camada córnea, o que mantém a hidratação. A pele do rosto costuma ser mais sensível que a de outras regiões do corpo, por isso requer alguns cuidados quando falamos da sua limpeza.

 

 

A grande maioria não sabe, mas o sabonete comum, quando utilizado para limpeza do rosto pode deixá-lo desprotegido e até irritado. “Quando utilizamos o sabonete em barra comum – que normalmente possui fórmula um pouco mais agressiva – para a limpeza do nosso rosto, o filme hidrolipídico acaba ficando comprometido, o que deixa a pele mais sensível e desprotegida, podendo causar sensibilidade e até irritações”, explica a esteticista Ângela Coelho.

 

Segundo a esteticista, em peles oleosas, por exemplo, essa limpeza inadequada pode causar um efeito rebote e aumentar a produção de sedo, o que propicia o surgimento de acnes e a obstrução dos poros. Já nas peles secas, a perda da proteção deixa a pele ainda mais ressecada e pode levar ao aparecimento de linhas de expressão. Além disso, o PH da pele do nosso rosto é diferente do resto do corpo, o que faz com que precise de ainda mais cuidado.

 

A limpeza correta do nosso rosto faz com que a nossa pele se mantenha bonita e saudável. O primeiro passo para evitar esse tipo de problema é escolher o sabonete ideal para o seu tipo de pele, que vai atender adequadamente as suas necessidades. “Na dúvida sobre o seu tipo de pele e em quais produtos investir, invista em um sabonete com PH neutro – pode ser sabonete de bebê, que na embalagem esteja identificado como PH Neutro, PH 7 ou PH balanceado – , pois esse PH é compatível com a pele do rosto”, completa.

 

Além do sabonete, existem algumas dicas e produtos que vão auxiliar no cuidado com o rosto. Use tônicos e hidratantes, mesmo tendo a pele oleosa; todas precisam de hidratação. Evite colocar a mão no rosto, ela costuma estar cheia de micro-organismos que podem contaminar a pele. Procure produtos com fórmulas livres de parabenos, álcool e corantes. E lembre-se: a hidratação da pele ocorre principalmente de dentro para fora, então tomar água é essencial para que os cremes hidratantes façam o efeito de criar uma barreira na pele que impede a perda de água excessiva.

 

Sabonetes e os tipos de pele

Pele normal: É a pele equilibrada, então um sabonete suave com propriedades hidratantes é o suficiente. Ativos como Aloe Vera, Extrato de Calêndula, Extrato de Ginseng, Extrato de Maracujá e Argila branca são ótimos para esse tipo de pele.

Pele oleosa: É uma pele que possui um desequilíbrio na glândula sebácea e na glândula sudorípara, o que causa uma maior produção de óleo e de água. Apesar de oleosa, ela pode apresentar algumas zonas de ressecamento. Nessas áreas, o sabonete não deve ser usado, já que ele possui propriedades secativas. Produtos com ácido salicílico, erva doce, melaleuca, hamamelis e argila verde são boas opções e possuem ação sebo reguladora.

Pele seca: É uma pele que possui um desequilíbrio na glândula sebácea e na glândula sudorípara, e, diferente da pele oleosa, a seca tem pouca produção de óleo e de água. O ideal aqui é usar sabonetes que tenham ativos com propriedades hidratantes, como: Extrato de Aveia, Extrato de Melissa, Óleo de Framboesa e Argila amarela.

Pele Mista: Este tipo de pele possui regiões com maior produção de lipídeos (normalmente na zona T), e alterna regiões secas e normais. Sabonetes com ativos como Extrato de hortelã e extrato de alecrim são excelentes opções.

*Peles Masculinas: Os ativos são os mesmos, porém usados em concentrações diferentes, já que a pele dos homens geralmente tem maior produção de sebo e costuma ser mais resistente.

 

Auxilio texto: Bruna Bozza (bruna.bozza@reversacomunicacao.com.br) e esteticista Ângela Coelho.

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#Marina Xandó#pele#sabonete

5 cuidados que devemos ter com a nossa pele durante o inverno!

5 cuidados que devemos ter com a nossa pele durante o inverno!

O inverno chegou e, com ele, as s temperaturas começam a cair, o que faz com que a nossa pele fique ressecada e com a estrutura fragilizada. Segundo a esteticista Ângela Coelho, o primeiro passo para mantê-la bem cuidada é entender seu funcionamento e, aí sim, tentar amenizar os efeitos das baixas temperaturas. Para te ajudar nessa tarefa, a especialista destacou 5 cuidados que devemos ter com a nossa pele durante esse período.

 

 

Se alimente bem e pratique exercícios

 

Quem nunca ouviu essa dica, não é mesmo? Para manter o corpo aquecido durante essa época, nosso organismo acaba gastando mais energia e, por consequência, nós acabamos sentindo mais fome. O problema aqui, segundo a esteticista, é que acabamos optando por comidas muito calóricas – ricas em carboidratos e açúcares -, que causam a degradação do colágeno da pele, ocasionando assim o envelhecimento cutâneo precoce e contribuindo com a flacidez. Uma boa dica aqui, é substituir o chocolate ou achocolatado por cacau em pó (50% ou mais), que é antioxidante e ajuda na manutenção de uma pele saudável.

 

Beba bastante água!

 

A queda da umidade do ar e as baixas temperaturas fazem com que o corpo transpire menos. Com isso, acabamos sentimos menos sede, o que não quer dizer que não precisamos nos manter hidratados. Lembre-se de beber de 2 a 3 litros de água por dia. Consuma chás, sucos e sopas com ingredientes ricos em vitaminas e minerais para manter a pele saudável e hidratada.

 

Hidratação tópica

 

Primeiro é importante saber que se você não consumir água, nem o melhor hidratante do mundo vai trazer o resultado desejado. Os hidratantes atuam por osmose, isso significa que usam a própria água do seu corpo para manter a hidratação. Eles criam uma barreira na pele que evita a perda excessiva de água e, por fim, o ressecamento. A dica da esteticista aqui é apostar em hidratantes específicos para cada área do corpo (lembre-se dos lábios) e para o seu tipo específico de pele. Aposte em cremes que contenham antioxidantes, como a vitamina C, e fique de olho nas fórmulas. Substitua produtos que contenham óleos minerais por óleos vegetais, que tem uma maior compatibilidade com a pele e menor índice de irritabilidade. Invista em máscaras hidratantes e aproveite a época para realizar peelings, já que é um procedimento em que o paciente deve evitar o sol, e a renovação celular ocorre com mais qualidade.

 

Banhos quentes

 

A temperatura lá fora cai e automaticamente a temperatura do chuveiro aumenta. Evite tomar banhos muito quentes ou banhos demorados com muito sabão, pois isso contribui para a perda do manto hidrolipídico (hidratante natural produzido pelo organismo), deixando a pele desprotegida, o que facilita a penetração de bactérias, fungos, vírus, poluentes do ar e alérgenos como poeira e mofo, deixando a pele com a textura áspera.  Outro problema é que a água quente também estimula as glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade no topo da cabeça e no rosto. Essa oleosidade em excesso pode causar dermatites, queda de cabelo e caspa. Tome banhos mornos e aproveite para hidratar a pele com óleos específicos. No pós-banho, com a pele limpa, é o momento ideal para aplicação dos hidratantes (facial e corporal), já que a absorção é mais eficaz.

 

Protetor solar

 

Apesar do clima frio, e da menor incidência dos raios ultravioletas tipo B – principais causadores de câncer de pele – o sol continua emitindo radiação, como o ultravioleta do tipo A, que possui alto poder de penetração e são capazes de danificar a pele, causando além de câncer, foto envelhecimento, manchas e a flacidez.  Além da luz solar, a luz artificial (tablets, Tvs, celulares, computadores etc.) também pode causar danos a pele, por isso o uso contínuo de protetor é imprescindível. Se sua pele for oleosa, opte por produtos oil free e toque seco, que possuem textura mais leve.

 

É recomendado o uso de 1gr de produto por aplicação (o que equivale a uma colherzinha de café), e pode ser aplicado em camadas. O retoque, durante o dia, pode ser feito com protetor em pó para evitar a aparência de “pele pesada”. Prefira produtos que contenham proteção mínima de FPS 30, que previnem não só futuros problemas como atua na preservação do colágeno e evita o surgimento de manchas com hiperpigmentação causadas pela incidência de raios UVA.

 

Essas são dicas simples, que ajudam a manter a pele bem cuidada. “A pele é o maior órgão do nosso corpo, e precisamos cuidar dela como cuidamos de todo o resto. Praticar exercícios, tentar manter uma alimentação equilibrada e boas noites de sono – além da hidratação e dos tratamentos adequados para cada situação -, manterão sua pela linda e saudável por muito mais tempo”, finaliza Ângela.

 

Auxilio texto: Bruna Bozza – Reversa Comunicação (bruna@reversacomunicacao.com.br) e Angela Coelho (esteticista)

Imagem: REVERSA COMUNICAÇÃO

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#hidratação#inverno#Marina Xandó#pele

Mitos e verdades sobre a acne!

Mitos e verdades sobre a acne!

Vocês sabiam que 80% da população sofre ou já sofreu com algum grau de acne em suas vidas?  Considerada o pavor dos adolescentes, essa manifestação cutânea é muito comum e normalmente ocorre de maneira muito pontual. Entretanto, se cravos e espinhas começaram a aparecer com muita frequência, pode ser a hora de procurar um especialista.

 

Sabe-se que existem mais de cinquenta tipos de acnes, que se formam na pele pelos mais variados motivos. A acne é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como uma doença que pode ser  originada por diversos fatores, como hormonal, emocional e alimentar. Além disso, é preciso considerar que pode haver uma predisposição genética em alguns indivíduos, colaborando diretamente para o surgimento do problema. Mesmo com diversas pesquisas e tratamentos para combater estas erupções na pele, existem alguns mitos que persistem há anos.

 

Se você sofre com este tipo de problema e se confunde na busca de um tratamento ideal, não se preocupe! Iremos pontuar para você os mitos e verdades sobre este mal que atinge principalmente os adolescentes. E lembre-se, buscar um médico especialista é sempre a melhor a escolha a ser feita em busca do tratamento ideal para espinhas.

 

 

Principais mitos e verdade sobre a Acne

 

  1. Usar receitas caseiras funciona

Este é um grande mito. Não utilize máscaras caseiras, creme dental e pomadas contra assaduras. Lembre-se que não existem milagres com alimentos e misturas preparadas em casa. Procure utilizar sempre produtos dermatologicamente testados e não invente receitas magníficas, com certeza isso irá prejudicar ainda mais a sua pele.

 

  1. Vitaminas e suplementos são indicados

Também é Mito. Corticóides, hormônios, anabolizantes e complexos vitamínicos pioram os sintomas e o aparecimento das acnes. É extremamente perigoso a automedicação e o uso de vitaminas sem uma prescrição médica.

 

  1. Lavar o rosto com água quente piora

Sim, piora e muito. Sabe-se que a água quente não é indicada para cravos, acnes e espinhas uma vez que retira de maneira agressiva a oleosidade da superfície da pele. Como consequência, suas glândulas sebáceas são obrigadas a trabalharem mais rápido para repor a substância perdida. Lembre-se que a oleosidade é um ambiente mais propício para a proliferação das espinhas.

 

  1. Ansiedade e stress provocam acne

Sim, o stress influencia o surgimento das acnes. A ansiedade diminui a imunidade da pele do indivíduo. Como consequência, radicais livres serão liberados o que acarreta o aparecimento de cravos, espinhas e acnes.

 

  1. A acne é contagiosa

Este é um mito e tanto. Não, a acne não é contagiosa. Apesar de ser considerada uma infecção cutânea, não existe a menor possibilidade de ser transmitida para outro indivíduo por meio do contato físico. Portanto, se você conhece alguém com problemas de acnes e espinhas, não se preocupe, abraços e beijos estão liberados.

 

  1. Espremer as espinhas piora a acne

Verdade. Quando se espreme uma espinha, o seu quadro de inflamação aumenta de maneira expressiva. Aliás, esta é a principal regra quando se tem espinha no rosto, não as exprema. Ao espremer uma acne ou espinha, você não só está correndo o risco de contaminar a pele com micro-organismos, como pode aumentar o processo inflamatório e também causar manchas, marcas, lesões e cicatrizes.

  1. Comer chocolate não pode

Pode sim se jogar no chocolate. Não há estudos científicos que comprovem que qualquer alimento específico, inclusive o chocolate, provoque ou aumente a acne. O chocolate não é o causador da acne, a não ser que você seja alérgico a alguns alimentos como o cacau, o leite, a castanha. Normalmente, em período pré-menstrual, as mulheres tendem a comer mais chocolates. Entretanto, o que leva mesmo ao aumento da acne é o pico de hormônios na antes, durante ou depois da menstruação.

 

  1. O clima interfere no aspecto da pele

Sim, isso é verdade. Sabe-se que no verão, o suor, associado ao uso de filtros solares muitas vezes bem gordurosos pioram a oleosidade da pele. Como vimos anteriormente, o aumento da oleosidade da pele acarreta no surgimento de acnes e espinhas.

 

  1. Existem medicamentos que aumentam a acne

Existem sim medicamentos que podem aumentar o quadro da acne na pele do indivíduo. Entre eles, podemos citar polivitamínicos, vitaminas do complexo B, corticóides, lítio etc.

 

  1. A acne é hereditária

Verdade. Existe uma predisposição genética para o seu aparecimento. É muito provável que você também venha a ter acne se este problema acometeu seus pais ao longo da vida. Conforme podemos notar, muitos fatores podem causar o surgimento de acnes e espinhas. Entretanto existem alguns mitos que atrapalham muitos indivíduos por aí. Este é um problema que pode ser encontrado em vários estágios e cada um deles pode pedir um tratamento diferente. Procure sempre por um médico especialista e não se esqueça de utilizar produtos antissinais, cremes antissinais de qualidade, sempre indicados por um bom dermatologista.

 

Fonte: Lumiere D’or / maria.gabriela@seomarketing.com.br

Imagem: http://semespinhaseacne.blogspot.com/2016/01/vida-sem-acne-revelada.html

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#acne#cuidados#dicas#Marina Xandó#mitos#pele#verdades