Azeite de oliva: nutricionista responde principais dúvidas!

Azeite de oliva: nutricionista responde principais dúvidas!

Se existe um ingrediente que sempre está presente na cozinha, é o azeite de oliva! Prático e versátil, esse óleo é um dos itens mais utilizados na hora de agregar aroma e sabor nas mais variadas receitas. Para quem tem dúvidas sobre qual azeite escolher, como acrescentar na alimentação e como esse alimento pode beneficiar a saúde, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, responde aos questionamentos que mais escuta no consultório.

Ao final, a profissional também ensina receitas simples nas quais o azeite ganha todo o destaque no prato: molho pesto, azeite aromático e até uma manteiga de azeite.
Confira!

1. Quais são os benefícios do consumo do azeite?
Renata: “Assim como outros tipos de óleos vegetais, o azeite é livre de colesterol ruim (LDL) e fonte de gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas (incluindo o ômega-9). O consumo auxilia no controle sérico de colesterol, ajuda a proteger a saúde cardiovascular e também a reduzir a inflamação do organismo”.

2. O azeite é mais saudável que outros tipos de óleo?

Renata: “Como mencionado anteriormente, o azeite é um tipo de gordura que deve fazer parte da nossa alimentação, entretanto, ele sozinho não fornece todos os ácidos graxos essenciais que precisamos. Por isso, a recomendação é incluir outros tipos de gordura na dieta, principalmente o ômega-3 dos peixes. De qualquer forma, podemos considerar que é mais saudável que outros óleos vegetais, como o de soja e o de canola”.

3. Qual a diferença entre os tipos virgem, extra virgem e refinado? Como escolher a melhor opção?

Renata: “O que difere é principalmente o teor de acidez permitido em cada tipo.
O azeite refinado pode ter acidez maior que 2%. É um produto geralmente obtido de azeitonas de qualidade inferior, sem padronização de sabor e que, por isso, precisa passar por refinamento industrial para padronização das características sensoriais.
Já o azeite virgem deve ter acidez entre 1% a 2%. Ele deve ser extraído das azeitonas sem adição de nenhum produto químico.  O azeite extra virgem é obtido dessa mesma forma, mas deve ter acidez inferior à 1%. Também vale mencionar que o extra virgem é mais sensível ao calor, quando comparado às demais variedades.

Na hora de escolher, os principais pontos a serem considerados são: o tipo de preparo (para cozinhar ou temperar) e o sabor que mais agrada. Há também quem goste de verificar a origem de produção”.

4. Qual a melhor forma de inserir o azeite na alimentação?
Renata: “A melhor maneira é usar no preparo de alimentos e no tempero de saladas. Também pode ser usado para regar carnes já prontas e massas. Outra opção, muito comum em países europeus, é regar pães com o azeite imediatamente antes do consumo. Dessa forma, conseguimos obter o sabor e aproveitar todos os benefícios do tempero”.

5. É verdade que aquecer o azeite pode ser prejudicial para a saúde?
Renata: “Aquecer o azeite à altas temperaturas pode fazer com que ele produza uma substância chamada acroleína, que é irritante ao estômago. Isso acontece quando o azeite atinge temperatura suficiente para produzir uma fumaça esbranquiçada (o que chamamos de ponto de fumaça). Se o azeite for aquecido apenas para refogar algum tempero ou for utilizado para regar alguma preparação que será assada, dificilmente chegará a essa temperatura em que ele “queima”.

Ainda assim, uma sugestão para esses preparos quentes seria usar o azeite virgem (e não o extra virgem), que é mais resistente à temperatura.  É importante ressaltar que o azeite não é uma boa opção para o preparo de alimentos fritos sob imersão, como parmegiana, pastel e outros pratos em que o alimento é mergulhado na gordura fervendo”.

6. O azeite engorda? Podemos consumi-lo à vontade?
Renata: “O azeite engorda se for consumido em excesso, já que é uma gordura, ainda que boa. Todo alimento fonte de gordura será bastante calórico e deverá ser consumido com moderação. Não existe uma quantidade padrão indicada para cada pessoa. Pode ser consumido diariamente, desde que o suficiente para o preparo ou tempero dos alimentos. Dessa forma, não fará mal à saúde”.

Agora que você já sabe como inserir o azeite de maneira saudável na sua alimentação!

 

 

Auxilio texto: Fernanda Martins (fernanda@paulaconceicao.com.br) / nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#azeite#dicas#nutrição#saude

O que é Kombucha by Carol Grillo!

O que é Kombucha by Carol Grillo!

Bom diaaa meninas, tudo bem??? Já estamos em outubro, meu Deus! Como o ano está passando rápido, né? Bom, mais uma semana começando e hoje temos nossa querida colunista Carol Grillo! Sei que vocês adoram os assuntos que ela aborda aqui e hoje temos um super interessante, confiram:

 

Kombucha

Askmi2

Dentre as bebidas saudáveis que mais estão em alta nas redes sociais atualmente, podemos citar o kombucha.

 

Novos estudos comprovam que condições físicas e psicológicas ligadas ao emagrecimento, pele ruim e depressão ocorrem por um desequilíbrio no sistema digestivo. O KOMBUCHA é um forte aliado no processo digestivo, pois suas propriedades equilibram o funcionamento e fortalecem a imunidade, vejam mais informações abaixo:

 

🔹O que é??

Askmi3

É uma bebida natural e probiótica, preparada a partir da fermentação do chá da CamelliaSinensis (a mesma utilizada na confecção do chá verde).

KOMBUCHA é uma colônia ou uma levedura composta de microorganismos aglomerados em uma massa de celulose, derivados de fermentação que ocorre entre o chá e o açúcar. Como essa cultura, que se assemelha à uma massa branca, se alimenta do açúcar e, na troca, produz outras substâncias valiosas que se formam na bebida: o ácido glucurônico, ácido láctico, vitaminas, aminoácidos, substâncias antibióticas. Dentre outras substâncias, o álcool de 0.5% a 1% também é produzido, mas não caracteriza bebida alcoólica.

 

🔹Por que faz bem ?

Askmi4

O ácido glucurônico é produzido em grande quantidade no fígado humano saudável para desintoxicar o corpo, onde sequestra todos os venenos e toxinas tanto ambientais quanto metabólicos e os despacha ao sistema excretório. Essas toxinas, sequestradas pelo ácido glucurônico, não são reabsorvidas pelo sistema, consequentemente estamos livres delas.

 

Como a bebida tem propriedades probióticas, ela infesta o intestino de bactérias “do bem”, que vão destruir os microorganismos maléficos, garantindo assim equilíbrio ao organismo. Ocorre o fortalecimento do sistema imune, além da proteção das células, evitando doenças inflamatórias. Além disso, é um coadjuvante para aliviar os sintomas de mal-estar nas pessoas que estão passando pelo tratamento da candidíase.

 

Menos rugas: possui glucosamina, uma substância que auxilia na prevenção da perda do colágeno e, por consequência, de lesões articulares e do aparecimento de rugas.

 

Auxilia no emagrecimento: é uma bebida energética, a qual promove o aumento da saciedade e acelera o metabolismo basal do organismo. Outro elemento presente no chá que auxilia neste processo é o ácido acético, um agente que bloqueia enzimas responsáveis pela absorção de açúcares. Além disso, estimula o metabolismo de carboidratos, além de aliviar a compulsão alimentar por doces e carboidratos em geral, melhorando o perfil glicídico.

 

Askmi5

 

🔹Como deve ser ingerida ?

A dose indicada é de três copos ao dia, o primeiro em jejum, o segundo após o almoço e o último antes de deitar-se. O consumo do líquido, apesar de todos os benefícios oferecidos, deverá ser gradual, inicialmente, meia xícara de chá, aumentando aos poucos, até que seu intestino se acostume.

 

Bom meninas, eu espero ter contribuído e ter tirado possíveis dúvidas de vocês!!! Para maiores informações vocês podem enviar e-mail para grillo.caroline@gmail.com e sigam o meu Instagram profissional @nutricarolgrillo

 

Beijos Carol.

Fotos: Internet

 

 

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#Carol Grillo#coluna#dicas#Kombucha#Marina Xandó#nutrição#nutricinosta

Minha segunda vez no KUROTEL!

Minha segunda vez no KUROTEL!

Amanhã estou indo para o Kurotel pela segunda vez e estou levando a Mariah comigo! Para quem não conhece o Kurotel é um spa hotel localizado em Gramado funcionando como um centro de longevidade e que trabalha na área de medicina preditiva (que estuda as predisposições para determinadas doenças) e preventiva, oferecendo tratamentos estéticos com as técnicas terapêuticas mais modernas que existem atualmente. Fiz um post super completinho aqui!

 

Minha proposta ao ir para o Kurotel é emagrecimento (aqueles 4 quilinhos que não saem de jeito nenhum rs) e relaxamento pois sou muito agitada e ansiosa. E o Kurotel foca muito na saúde e bem-estar, além de uma alimentação gourmet. Os métodos e filosofias do Kur são os mesmos dos melhores SPA’s da Suíça, Áustria e Alemanha, além disso o SPA oferece mais de 150 tratamentos e exames de prevenção.

 

Meninas fiquem atentas no meu Instagram (segue aí @blogaskmi) pois vou mostrar tudinho sobre essa experiência minha e da Mariah juntas, ok?

 

Kurotel

 

Foto: Kurotel

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#bem estar#Blog AskMi#dicas#Gramado#hotel#Kurotel#longevidade#medicina#nutrição#preditiva#prevenção#saude#Spa

O açúcar envelhece?

O açúcar envelhece?

Oi meninas, tudo bem??? Faz um tempinho que não temos por aqui a coluna da top nutricionista Carol Grillo e sei que vocês estão sentindo falta pois recebi vários comentários. E como sempre atendo a pedidos das minhas queridas leitoras, hoje temos um tema abordado pela Carol super bacana e que gera muitas dúvidas. Confiram:

 

O açúcar envelhece?

Askmi1

Glicação ou reação de Maillard, consiste em uma reação na qual pequenos carboidratos, como a frutose e a glicose, ligam-se covalentemente a um grupo proteico ou a um lipídeo sem a atuação de uma enzima. É um processo aleatório que prejudica o funcionamento das biomoléculas refletindo o processo de envelhecimento, pois afeta ácidos nucleicos e proteínas, como o colágeno, os quais, quando modificados, podem gerar erros funcionais ou estruturais no organismo.  Ou seja, o açúcar ataca as proteínas de sustentação da pele causando danos nas fibras elásticas e no colágeno originando flacidez e surgimento de rugas.

 

Askmi5

 

A glicação ocorre em baixa velocidade, evidenciando o gradativo processo de envelhecimento. Assim, células de vida longa, como células nervosas, e proteínas de longa duração, como colágeno, além do DNA, estão entre as estruturas mais suscetíveis a acumular danos consideráveis durante a vida por causa da presença de AGEs (produtos finais da glicação avançada). Esse fato é melhor explicado devido à baixa eliminação de produtos glicados pelos rins, onde o fator de depuração renal dessas substâncias é de apenas 30%; assim, a meia-vida, ou seja o tempo necessário para eliminação de metade da concentração analisada como inicial, de uma macromolécula glicada dentro do corpo é cerca do dobro da vida média de muitas células e implica em maior tempo desses compostos em uma célula com longo tempo de vida.

 

Askmi4

 

Segundo estudo publicado pela Universidade Federal de Nutrição de Alagoas, o organismo conta com a atividade do sistema imune para combater a glicação, pois alguns macrófagos apresentam receptores especiais para AGEs, o que os permite reconhecer estes compostos e fagocitá-los, degradando-os; os compostos resultantes desses processos de degradação são enviados para a corrente sanguínea, onde são filtrados pelos rins e eliminados na urina, algo que levaria muito mais tempo do que se ocorresse sem a prévia quebra desses compostos. Entretanto, com a gradativa queda na atividade renal e imunológica, níveis de AGEs tendem a aumentar com a idade.

Askmi2

Para combater a glicação, podemos adotar alguns hábitos que irão minimizar o processo:

 

Ø Uso de antioxidantes orais e tópicos

Ø Uso de deglicantes orais e tópicos

Ø  Dieta alimentar com a mínima ingestão possível de açúcar

Ø Ingestão de fibras

Ø Ingestão de ácidos graxos poli-insaturados (ômega-3)

Ø Implementação de sono adequado (pelo menos 5 horas de sono reparador por noite)

 

Askmi3

 

Acredito que em pouco tempo já teremos no mercado produtos desenvolvidos para inibir a glicação. Até lá cabe a cada um fazer as escolhas certas.

Bom meninas, eu espero ter contribuído e ter tirado possíveis dúvidas de vocês!!! Para maiores informações vocês podem enviar email para grillo.caroline@gmail.com e sigam o meu Instagram profissional @nutricarolgrillo .

Beijos Carol.

Carol Grillo

ESCRITO POR Carol Grillo

Com inúmeros cursos de especialização, além de uma pós-graduação em nutrição clínica, Carol é uma nutricionista focada em ajudar seus pacientes a seguirem uma rotina alimentar saudável, equilibrada e direcionada a resultados.

#açúcar#Blog AskMi#Carol Grillo#coluna#dúvidas#envelhecimento#nutrição#nutricionista

Cortisol alto e dificuldade de emagrecimento by Carol Grillo!

Cortisol alto e dificuldade de emagrecimento by Carol Grillo!

Oii meninas, tudo bem?? Hoje temos coluna da nossa querida colunista e top nutricionista Carol Grillo! Confiram:

 

Cortisol alto e dificuldade de emagrecimento

cortisol 2

Na minha prática clínica, ao longo dos anos, tenho observado uma queixa bem comum de pacientes que seguem a dieta corretamente, mas não conseguem emagrecer. Quando peço os exames para investigar a causa, na maioria das vezes observo que o cortisol está alterado.

 

cortisol 5

 

O cortisol, hormônio do estresse, como já falei anteriormente, muito importante para o organismo e precisa se manter estável, nem elevado, nem suprimido.  Dentre suas consequências, devemos ressaltar que ele atua de forma benéfica ou não dependendo da associação com outras substâncias, como por exemplo:

 

– Pode causar armazenamento de gordura quando se junta a lipase lipoproteica, LPL, ou pode causar a queima de gordura com a lipase sensível ao hormônio, HSL. Quando o cortisol fica elevado por longos períodos, causa a liberação de neurônios simpáticos que levam a um aumento de neuropeptídeo que leva ao crescimento de células de gordura. Já no caso de não haver processo de construção muscular, essa elevação prolongada causa perda de massa muscular.
– Quando o cortisol é associado à insulina, eles aumentam a LPL mais ainda causando armazenamento de gordura. Esses dois hormônios são antagonistas, isto significa que a insulina acentua o efeito LPL do cortisol e diminui a ação HSL.
– No caso da associação ao hormônio HGH (hormônio de crescimento humano), em um quadro de insulina baixa, a perda de gordura é favorecida. Isto ocorre em períodos de jejum de curto prazo ou exercícios de alta intensidade e curta duração.
cortisol 3

 

– O cortisol influencia diretamente no funcionamento da tireóide, se baixo pode levar ao hipotireoidismo.
– Muitas vezes o cortisol aumentado vem junto com um baixo nível de testosterona ou disfunção da tireóide.

 

O que importa para o bom funcionamento do corpo é ter um equilíbrio e os nossos hábitos cotidianos influenciam diretamente na produção do cortisol.

 

Para uma redução e modulação do hormônio podemos recomendar:
➢ Atividade física leve como caminhada;
➢ Sono, relaxamento, massagem, meditação;
➢Whey Protein suplementos de BCAA;
➢Fosfatidilserina, relora e magnésio via oral.
Já para o seu aumento posso apontar algumas causas como:
➢ Falta de sono;
➢ Exercícios de alta intensidade e curta duração ou intensidade moderada com longa duração;
➢ Não se alimentar corretamente ou pular refeições;
➢ Uso de álcool, café e vitamina B5 em excesso.cortisol 4

 

Para saber o seu nível de cortisol, é indicado a dosagem do cortisol matutino que deve estar entre 5 e 23. Caso a sua dosagem esteja alterada, é recomendado que se procure um médico especialista para modular este hormônio e desta maneira fazer o organismo trabalhar de maneira sincronizada e satisfatória.

 

Fotos: Internet

Carol Grillo

ESCRITO POR Carol Grillo

Com inúmeros cursos de especialização, além de uma pós-graduação em nutrição clínica, Carol é uma nutricionista focada em ajudar seus pacientes a seguirem uma rotina alimentar saudável, equilibrada e direcionada a resultados.

#Carol Grillo#cortisol#dicas#emagrecimento#nutrição#nutricionista