Meus novos óculos de sol!

Meus novos óculos de sol!

Vocês sabem que sou apaixonada por óculos neh??? E quero mostrar minhas últimas escolhas na Ótica Mori aqui de Araçatuba! Eu sou do tipo que gosta de modelos mais clássicos e que procura evitar modismos. Já fiz um post há 2 anos atrás com uns modelos que adoro (vejam aqui). A Ótica Mori tem varias marcas legais como Fendi, Dior, Persol, Max Mara, DG, Gucci, Ray Ban e muitas outras. Os valores são ótimos e eles tem site e-commerce.

 

Adoro o modelo aviador, ainda mais espelhado, acho que dá um super “up” no look. Esse modelo é Dior.

 

 

Já perceberam que gosto de detalhes na lente neh?! Jimmy Choo estilo mais gatinho, com detalhe, adoro.

 

 

Esse Gucci foi um dos últimos modelos que adquiri e não troco por nada, ele é clássico, lindo, todos me perguntam a marca.

 

 

Jimmy Choo com lente redonda e detalhe, acho muito fofo!

 

 

Esse aqui é um dos meus preferidos! Além de ser uma marca que adoro demais, A fendi tem esses modelos clássicos, com a lente maior e as hastes laterais finas me encantam. O trabalhado de animal print também adoro.

 

 

Fotos: Marina Xandó

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Araçatuba#Dior#Fendi#Gucci#Jimmy Choo#Marina Xandó#óculos#ÓTICA mori

Mitos e Verdades sobre o Pós-parto: desmistificando o puerpério!

Mitos e Verdades sobre o Pós-parto: desmistificando o puerpério!

Aproveitando o nascimento do bebê real e os comentários em como a duquesa Meghan Markle se mostrou uma mulher “comum”, diferente de muitas celebridades, no pós-parto, recebi este material sobre os mitos e verdades no pós-parto e quero compartilhar com vocês.

 

 

Uma pesquisa do Reino Unido identificou que 80% das mulheres não se sentem satisfeitas ao se olharem no espelho após o parto. “Essa reação é comum, principalmente hoje em dia, quando as redes sociais exibem mães-celebridades. Ao se compararem com estas mulheres, muitas mães se cobram para recuperar o corpo e a disposição que tinham antes da gravidez”, conta a ginecologista e obstetra Silvia Herrera, especialista em Medicina Fetal do Salomão Zoppi Diagnósticos, laboratório da Dasa – líder brasileira em medicina diagnóstica.

 

A especialista explica que o pós-parto de cada mulher é único. “Este momento depende de diversos fatores, por exemplo como foi a gestação, o parto, e a rotina em casa. É um período intenso tanto do ponto de vista do corpo quanto da alma”, completa.

 

O Salomão Zoppi Diagnósticos, referência em saúde feminina, desenvolveu um material que aborda as principais dúvidas após o nascimento do bebê, um período sensível para as mães. “Nós nos inspiramos nos relatos delas e nas diversas dúvidas que recebemos constantemente sobre o período do pós-parto, com o objetivo de esclarecer esse tema que é extremamente importante, sobretudo diante do atual panorama em que notícias falsas são amplamente disseminadas. Reforçamos a importância de sempre buscar fontes seguras antes de propagar as informações recebidas”, pontua Silvia.

 

O leite “desce” automaticamente após o nascimento do bebê
VERDADE! No pós-parto ocorre a liberação imediata do colostro, que é um leite muito especial produzido em pouca quantidade, mas riquíssimo em proteínas, gorduras, vitaminas e, principalmente, imunoglobulinas, responsáveis pelas defesas do bebê. É em torno do terceiro dia que se dá a apojadura, ou seja, a descida do leite. É comum a mulher sentir a mama mais quente e o ingurgitamento da mama também pode trazer um pouco de dor e até febre. “Então, não se preocupe com a quantidade de leite nos primeiros dias: ela aumenta naturalmente à medida que o bebê aprende a sugar”, comenta a ginecologista.

 

Toda mãe fica feliz após o nascimento, não existe tristeza
MITO! Existe o blue puerperal e a maioria das mulheres passa por essa instabilidade emocional. Trata-se de um choro fácil e tristeza normais. Muitas mulheres não possuem esse conhecimento e acabam se sentindo culpadas por essas sensações, que acontecem devido a uma série de fatores, como a queda brusca dos hormônios durante a gravidez, o cansaço, a privação de sono, a baixa autoestima causada pelas mudanças no corpo e a própria insegurança ao cuidar do bebê, principalmente o primeiro filho.

 

Existe diminuição da libido e ressecamento vaginal em mães que amamentam
VERDADE! Para quem amamenta, a prolactina, hormônio da amamentação, causa um bloqueio no ovário e a paciente começa a apresentar sinais parecidos com os da menopausa. Os principais efeitos são a secura vaginal e a diminuição da libido. Por isso, é importante compartilhar este momento com o parceiro, explicando a ele que a natureza se utiliza desse artifício para que a mulher fique mais tempo com o bebê. A vontade de ter uma relação sexual vai voltando com o tempo. Para o ressecamento, é indicado o uso de lubrificantes em alguns casos, até que se retorne ao estado normal.

 

É normal ter constipação após o parto
VERDADE! O intestino está se reacomodando. Nos casos de cesárea, as alças ficam paralisadas por um tempo devido à manipulação cirúrgica, portanto é possível ocorrer constipação e ficar alguns dias sem evacuar. Após um parto normal, a constipação é menos frequente, mas pode acontecer. Assim como é possível sentir um pouco de dor para urinar, tanto após partos normais quanto cesáreas.

 

Na primeira semana pós-parto, a mãe pode sentir dores devido ao retorno do útero ao tamanho original
VERDADE! Ao amamentar, a mãe libera ocitocina, hormônio que faz o útero contrair. Algumas mulheres possuem uma maior sensibilidade e sentem essa contração como uma cólica.

 

Toda mulher apresenta flacidez na pele após a gestação
MITO! Embora a flacidez tenha um componente genético, para evitá-la é também necessário controlar o peso, com orientação médica durante a gestação. Alimentação saudável e a prática de atividades físicas adequadas para fortalecer a musculatura são bons aliados. Após o nascimento, a amamentação auxilia na aceleração da contração do útero e fortalecimento dos músculos.

 

A mulher tem sangramento após o parto
VERDADE! Este sangramento decorre da cicatrização do órgão depois da gestação. É comum acontecer e pode durar até 21 dias. No começo, o sangue apresenta uma cor viva, depois o volume diminui e o seu aspecto se torna mais rosado.

 

Os cabelos caem após o nascimento do bebê
VERDADE! A mãe pode ter queda de cabelo em torno do terceiro mês, o que é um ciclo natural. Isto ocorre principalmente devido à redução súbita dos hormônios. Porém, o cabelo volta a nascer normalmente depois. O sintoma pode ser mais grave em mulheres com anemia. Um dermatologista pode indicar uma suplementação que amenize a queda capilar.

 

Silvia Herrera reforça que é fundamental procurar um profissional para tirar dúvidas tanto em relação ao bebê quanto às mudanças no seu corpo e até nos sentimentos. “Aproveite cada minuto ao lado do recém-nascido e crie esse vínculo para tornar cada momento especial e único”, finaliza.

 

Auxilio texto: Jéssie Costa – jessie.costa@bowler.com.br  / Juliana Annunciato – juliana.annunciato@bowler.com.br

Ginecologista e obstetra Silvia Herrera, especialista em Medicina Fetal do Salomão Zoppi Diagnósticos

Imagem: Medicina Fetal do Salomão Zoppi Diagnósticos

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#concierge#Marina Xandó#maternidade#mitos#pós parto#puerpério#verdades

Monograms by Li!

Monograms by Li!

Estou tão feliz que meu monograma by @monogramsbyli chegou!!! Ficou tãoooo lindo que quis compartilhar com vocês: a @lileaodecor (uma das minhas decoradoras preferidas na vida, de verdade) está desenvolvendo monogramas exclusivos pintados à mão! Pode ser para uma pessoa, uma criança (porta maternidade fica maraaaaaa), casal (a @mariah fez para ela e Antonio), convites (batizados, noivado, aniversário, casamento) ou empresas! A inspiração do meu foi as porcelanas Cia das Índias que tenho adoração! Mas Mi, o que você vai fazer com ele?! Cartão pessoal e toalha para lavabo! Vai ficar maraaaaa! Liiiiiii amei muito, não tenho palavras para agradecer tanto carinho! Vc é muitooooo chic! Sou fã!

 

 

Foto: Marina Xandó

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cartão#Convite#dica#Marina Xandó#monograma

Outono pede cuidados especiais com a pele e cabelos!

Outono pede cuidados especiais com a pele e cabelos!

Com temperaturas mais baixas e menor umidade do ar, típicas do outono/inverno, tanto a pele quanto os cabelos podem sofrer alterações, trazendo desconforto e reclamações. Até o começo da primavera, a tendência é de um ressecamento cada vez maior, de acordo com o dermatologista José Jabur da Cunha, da Altacasa Clínica Médica e chefe do setor de Cirurgia Dermatológica da Santa Casa de São Paulo.

 

“Nesta época do ano, muita gente se queixa de ressecamento na pele e do pouco brilho ou queda de cabelos. Por isso, manter a hidratação é fundamental. A tendência é a pele ficar mesmo mais ressecada. Não deixe de passar hidratantes (melhor se indicados para peles secas), principalmente em áreas como pernas, joelhos e cotovelos”, orienta o dermatologista. Já em relação aos cabelos, o especialista destaca alguns cuidados importantes: “Evite lavar o cabelo com água muito quente e à noite; e não durma com o cabelo molhado ou preso”, explica.

 

Algumas doenças de pele também costumam ficar mais acentuadas durante o outono, como a Psoríase, a Dermatite Seborreica e a Dermatite Atópica. E há maior incidência de parasitoses (piolho e sarna). “A consulta a um dermatologista é fundamental para o tratamento adequado”, frisa o médico da Clínica Altacasa, na capital paulista.

 

Então, se você quer manter a pele e os cabelos bem cuidados nos dias mais frios de outono e inverno, preste atenção às orientações do Dr. José Jabur.

 

 

Beba muita água – Se você não costuma beber muita água, comece a andar com uma garrafinha a tiracolo diariamente. No outono e inverno, ingerir pelo menos 1,5 litro de água por dia ajuda a hidratar ainda mais e evita problemas na pele causados pelo clima.

Hidratação do corpo – Se você usa um tipo específico de hidratante, saiba que muitas vezes não é preciso trocá-lo, basta intensificar o cuidado com a pele, aplicando-o diariamente e em quantidades generosas. Já para quem tem pele mais seca, a dica é investir em hidratantes mais específicos. Procure seu dermatologista para uma avaliação, mas de modo geral hidratantes sem perfume, de consistência mais grossa, com ureia ou ceramidas são bem indicados.

Cuidado com os lábios – Para não deixar que os lábios sofram com a ação do ar seco e frio, que pode causar rachaduras e até lesões, use sempre um protetor hidratante labial.

Atenção à temperatura do chuveiro – O banhos quentes são muito comuns no inverno. Mas apesar de bastante relaxantes, eles deixam a pele ressecada, o que pode piorar com as temperaturas baixas e o clima seco da estação.

Evite o ar condicionado – Como ele costuma ressecar a pele, procure usá-lo somente no verão ou quando o tempo estiver bem quente.

Fuja do uso contínuo de buchas – Usar bucha no banho acaba removendo a camada de proteção da pele que ajuda a mantê-la hidratada naturalmente. Além disso, o uso excessivo de sabonetes também pode ter esse efeito. No inverno os banhos são mais demorados e muitas vezes são um vilão da pele seca. Prefira banhos mais rápidos e sem exageros.

Umidifique o ar – Para deixar o ambiente da casa ou do escritório mais úmido, coloque um vaporizador ou uma bacia com água. Se escolher a segunda opção, não se esqueça de trocar a água da bacia diariamente.

Protetor solar – O uso do protetor solar é importante mesmo em dias com sol fraco, dias nublados ou com chuva. Para quem preferir, algumas marcas de protetor solar já costumam vir com o FPS associado a hidratantes.

Lave o rosto antes de dormir – O rosto acumula impurezas durante o dia. Para desobstruir os poros e deixar a pele limpinha, procure sempre higienizar o rosto antes de dormir para, em seguida, aplicar um hidratante.

 

Auxilio texto: Assessoria de imprensa da Altacasa Clínica Médica / dermatologista José Jabur da Cunha

Foto: reprodução/Google Imagens.

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cabelos#cuidados#Marina Xandó#outono#pele#skin

Quatro dúvidas sobre drenagem linfática para gestantes!

Quatro dúvidas sobre drenagem linfática para gestantes!

Durante a gravidez, um dos maiores incômodos das futuras mamães é o inchaço. Além de praticar atividades físicas, ingerir líquidos e manter uma dieta balanceada, um dos métodos mais recomendados para diminuir esse desconforto é a drenagem linfática. “Utilizando os mesmos métodos da drenagem tradicional, o procedimento para a mulher grávida é realizado por profissionais devidamente treinadas e habilitadas que, através de movimentos leves e lentos, ajudam a reduzir a retenção de líquido no corpo e diminui os inchaços típicos da gravidez”, explica Ingrid Peres, Gerente Científica e fisioterapeuta dermato-funcional da ONODERA Estética.

 

Para que a gestante desfrute de uma gravidez saudável e, sobretudo, segura, Ingrid separou quatro dúvidas comuns sobre a drenagem linfática. Confira:

 

 

Quais são os benefícios da drenagem para gestantes?

A técnica exerce funções muito importantes em todo o organismo, como melhora da circulação sanguínea, eliminação de toxinas e diminuição da retenção líquida. “Além disso, a drenagem ativa a oxigenação celular e nutrição dos tecidos, alivia tensão e reduz dores musculares”.

A partir de quantas semanas de gestação o procedimento é indicado?

Ante de iniciar o procedimento, é fundamental que a gestante passe por uma avaliação médica para que seja feita a indicação correta da técnica. Em geral, as sessões podem ser iniciadas a partir do terceiro mês de gestação.

Qual a duração e periodicidade do tratamento?

Cada sessão da drenagem dura cerca de 50 minutos e são recomendadas no mínimo 10 sessões, com frequência de 2 a 3 vezes por semana.

Existe alguma contraindicação?

O procedimento não é indicado para grávidas com hipertensão não controlada, insuficiência renal, trombose venosa profunda, infecções de pele e erupções cutâneas. “É importante ressaltar que esse tipo de procedimento deve ser realizado apenas por profissionais treinadas e habilitadas e somente com autorização médica”, finaliza Ingrid.

 

Auxílio texto: Natalia Galluzzi – Dezoito Comunicação /  Ingrid Peres, Gerente Científica e fisioterapeuta dermato-funcional da ONODERA Estética

Imagem: ONODERA Estética

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog Ask Mi#dicas#drenagem linfática#mamãe#Marina Xandó#maternidade