Prática da meditação de atenção plena!

Prática da meditação de atenção plena!

O Gympass, plataforma de bem-estar corporativo que estimula todas as formas de atividades físicas, mentais e emocionais para que as pessoas se sintam bem, traz junto com o seu parceiro, Meditopia, 5 benefícios da meditação de atenção plena utilizando a técnica de mindfulness que pode ser realizada em grupo ou de forma individual. O objetivo é ajudar as pessoas a estarem 100% conscientes no que estão fazendo aqui e agora, criando uma rotina de bem-estar com mais qualidade.

Em tempos de estímulos contínuos, rotinas agitadas e excesso de informações, estar presente nas atividades do dia a dia é um grande desafio. A pandemia da Covid-19 trouxe hábitos que devem prevalecer no futuro: dados mostram que homens e mulheres estão cada vez mais preocupados com o bem-estar completo, combinando experiências online e presenciais para cuidar dos diferentes aspectos da saúde. A saúde mental, inclusive, está no topo das prioridades hoje.

Segundo dados do Gympass Data Hub, no Brasil houve um crescimento de 35,6% na utilização de aplicativos que não estão ligados necessariamente ao universo fitness, como Saúde Mental e Emocional, Nutrição, Hábitos Saudáveis e Educação Financeira em novembro de 2021 na comparação com o mesmo mês de 2020. Se considerarmos apenas as sessões de terapia, o crescimento foi de 69,1% na mesma base de comparação.

“A consciência nos ajuda a explorar o nosso verdadeiro eu, ensinando sobre a possibilidade de estarmos presentes em cada momento da vida, mostrando uma maneira completamente diferente de interagirmos com nossas emoções e pensamentos. A eficácia da meditação da atenção plena tem sido demonstrada em numerosos estudos. Uma prática regular pode trazer mais felicidade, saúde, equilíbrio e gratidão. A missão da Meditopia nos enche de orgulho: nós ajudamos milhões de pessoas em todo o mundo a alcançar a paz interior com centenas de práticas diárias em 12 idiomas”, diz Gözde Ertekin, Diretora de Conteúdo da Meditopia.

Abaixo, listamos 5 benefícios para o seu bem-estar com a prática da meditação de atenção plena:

Redução do estresse
A meditação de atenção plena é um dos métodos que podem ajudar as pessoas a lidarem melhor com o estresse, que é uma reação do nosso corpo às pressões externas. Os seus efeitos nocivos, no entanto, nos fazem querer eliminá-lo de forma imediata, ignorando suas causas. Com as práticas de atenção plena, podemos processar emoções desafiadoras, renovando nosso senso de tranquilidade e segurança. Quando reconhecemos os motivos do estresse, passamos a procurar recursos e tomar medidas para aliviar seus efeitos.

Sono regular e de qualidade
A prática frequente da meditação não só facilita o processo de lidar com o estresse e a ansiedade, mas também ajuda as pessoas a permanecerem no momento presente, permitindo que durmam de forma mais fácil. O impacto de um sono de qualidade também pode ser visto no dia a dia, porque temos mais energia para atender às nossas necessidades e cumprir com as obrigações.

Relacionamentos saudáveis e comunicação
Mesmo que você esteja praticando a meditação de atenção plena a sós em sua casa, você vai perceber que o efeito dela se espalha na sua vida. Quanto mais você se aprofunda na prática, mais você permanece presente, inclusive nos relacionamentos: você vai passar a sentir o calor de um relacionamento mais íntimo ou aproveitar mais uma conversa divertida. Ao observar a sua mente sem julgamento, você vai conseguir ver de forma mais clara a sua reação a situações e pessoas diferentes. Essa consciência maior vai permitir que você compreenda melhor as suas questões e as questões das outras pessoas, o que tornará mais fácil estabelecer limites saudáveis e comunicar as suas necessidades.

Maior concentração
Nossa mente geralmente fica perdida em pensamentos. Às vezes, ficamos ruminando algo que aconteceu, fazendo planos ou imaginando a nossa história no futuro. Talvez seja difícil permanecer no momento atual e focar no fluxo do dia a dia, especialmente quando temos tantas distrações. Assim como os músculos ficam mais fortes quando fazemos mais exercícios, a nossa capacidade de permanecer presente cresce conforme praticamos e nos tratamos com paciência e compaixão. Assim, nos tornamos capazes de nos concentrarmos no presente por períodos cada vez mais longos.

Aceitação
Infelizmente, nem tudo na vida acontece do jeito que queremos. Às vezes, nos chateamos porque uma situação não saiu da forma planejada. Ao contrário do que muita gente pensa, a meditação de atenção plena não insiste que você fique feliz com tudo o que a vida coloca no seu caminho. Na verdade, a autoconsciência nos ajuda a perceber e aceitar momentos desconfortáveis ou que nos incomodam. A atenção plena nos dá coragem para investigar as fontes de resistência dentro de nós e, quando você aceita, sua capacidade de resolver a situação com compaixão e cuidado aumenta gradativamente. É possível abordar a vida com aceitação e equilíbrio. Quando você aceita a vida como ela é, você está se dando tempo e espaço para aproveitá-la, mesmo com os desafios que ela apresenta.

Sobre o Gympass
O Gympass é uma plataforma completa de bem-estar corporativo que estimula todas as formas de atividades físicas, mentais e emocionais para que as pessoas se sintam bem.

Fonte: Natália Maffei (natalia.maffei@fsb.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#educação financeira#hábitos saudáveis#Maior concentração#Meditopia#nutrição#paz interior#Prática da meditação#Redução do estresse#Relacionamentos saudáveis e comunicação#Saúde Mental e Emocional#Sono regular e de qualidade

Dia Mundial do Coração: nutricionista elenca alimentos amigos do órgão!

Dia Mundial do Coração: nutricionista elenca alimentos amigos do órgão!
No dia 29 de setembro é celebrado o Dia Mundial do Coração. O objetivo é alertar e conscientizar a população sobre a importância de manter hábitos saudáveis e preservar a saúde do coração. As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), o que motivou a criação da data.
“A principal causa das doenças cardiovasculares é a inflamação sistêmica, por isso é preciso avaliar a saúde como um todo. Fatores que influenciam: obesidade, estresse, diabetes principalmente tipo 2, hipertensão, tabagismo, sedentarismo, histórico familiar, circunferência abdominal, idade e perfil lipídico. Para uma boa saúde cardiovascular, é importante diminuir o processo inflamatório e manter boas taxas de colesterol, e para isso uma alimentação saudável é fundamental”, pontua Monique Gerbauld Ferraz, nutricionista do espaço Acolher Nutrição, coordenado pela nutricionista Ana Carolina Netto.
De acordo com Monique, o colesterol foi por muito tempo taxado como vilão, mas ele é essencial para nossa saúde, inclusive na proteção cardíaca. Com isso muitas pessoas associam a gordura com o aumento do risco de doenças cardiovasculares, mas estudos mostram que o que mais impacta negativamente é o consumo excessivo de carboidratos refinados, como a farinha branca e o açúcar.
“O carboidrato refinado causa hiperinsulinemia, alta produção da insulina, um hormônio anabólico, que desequilibra o processo inflamatório. Outro alimento extremamente prejudicial são os óleos vegetais, como o de Girassol, Soja e Milho. Eles passam por muitos processos químicos, tornando-os pró inflamatórios, devido a alteração na proporção do Ômega-3 e do Ômega-6, afirma a profissional.
Já os produtos ultraprocessados costumam ter ambos alimentos, tanto carboidratos refinados quanto os óleos vegetais, por isso devemos evitar ao máximo.
“Sempre priorizar alimentos naturais, como frutas, tubérculos, vegetais, legumes e proteínas.Para quem quer uma boa saúde cardiovascular é preciso dar preferência aos alimentos fonte de gorduras boas (natural dos alimentos), ricos em Ômega-3 e gordura saturada, o que auxilia na regulação dos níveis de colesterol, e alimentos que auxiliam no controle da inflamação”, disse.
Monique elencou algum desses alimentos:
 
Abacate: rico em Ômega-3, auxilia na regulação dos níveis de colesterol, aumentando o HDL.
Boa opção para o café da manhã com um pouco de limão e sal ou pode ser colocado na salada.
 
Sementes e oleaginosas como a linhaça, nozes, chia e amêndoas: fonte de ácido alfa-linolênico, um ácido graxo do tipo Ômega-3, associado à melhor circulação e a efeitos anti-inflamatórios.
Tentar incluir em pelo menos duas refeições, por exemplo: acrescentar linhaça e chia em cima de uma fruta no lanche da tarde e colocar algumas nozes na salada a noite.
Ovo: fonte de colesterol e muitas vitaminas e minerais como zinco, ácido fólico, cálcio, vitamina A e E importantes no nosso sistema imunológico e na inflamação. Ótima opção são ovos mexidos no café da manhã.
Cacau: rico em polifenóis que auxiliam na redução da inflamação e na melhora dos níveis de colesterol. Consumir com moderação chocolate com teor igual ou maior que 70% de cacau.
 
Cúrcuma: a cúrcumina presente é um dos melhores anti-inflamatórios naturais. Pode ser usada para temperar legumes e outra boa opção é adicionar no ovo.
Sardinha e salmão: peixes que possuem boas quantidades de Ômega-3 e zinco, importante no controle do colesterol e no processo inflamatório. Tentar consumir pelo menos duas vezes por semana peixes de água fria.
 
Frutas com maior concentração de vitamina C, como: acerola, caju, goiaba e morango. A vitamina C é importante para a saúde das artérias, pela produção de colágeno.
Repolho roxo e uva: possuem resveratrol, outro importante polifenol no combate da inflamação e ainda promove melhora no fluxo sanguíneo, pois relaxa os músculos dos vasos sanguíneos.
Azeite: rico em ácidos graxos monoinsaturados, aumentam os níveis de HDL, além de ser rico em polifenóis que possuem ação antioxidante, ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares. Usar 1 colher de sopa para temperar a salada ou sob os legumes.
Auxilio texto: Thiago Freitas (thiago.freitas@black.art.br) / Monique Gerbauld Ferraz, do espaço Acolher Nutrição
Imagem: https://www.acritica.net/editorias/saude/dia-mundial-do-coracao-nutricionista-elenca-alimentos-amigos-do-orgao/478934/
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Abacate#cacau#chia e amêndoas#coração#cúrcuma#Dia Mundial do Coração#hábitos saudáveis#health#nozes#ovo#sardinha#saude#Sementes e oleaginosas como a linhaça