Nossa experiência no Deserto de Dubai!

Nossa experiência no Deserto de Dubai!

Confesso agora pra vocês que fiquei muito na dúvida sobre levar uma criança de 8 anos para fazer um passeio pelo Deserto de Dubai! Depois de conversar com algumas amigas minhas que já foram para a cidade e ler muitas avaliações no Trip Advisor conheci a Platinum Heritage, única empresa autorizada a entrar na área  que pertencem ao Sheik! Vendo o site deles e todos os programas que oferecem, optamos pelo “Camel Desert Safari Dubai”!

 

Gente, eu não poderia ter ficado mais feliz! Juro!!!! Sabe quando tudo dá certo e sua filha acaba gostando mais do que você imaginava da experiência?! Realmente é o “Best Desert Safari Dubai”!

 

O passeio começou por volta das 15 hs, com um guia/motorista da empresa, falando em português, indo nos buscar em nosso hotel! A viagem até o deserto demorou aproximadamente 1 hora e foi super tranquila! A estrada é excelente e você nem vê o tempo passar!

 

Chegando ao local, trocamos de carro, colocamos essa espécie de lenço na cabeça e partiu Safari por 30 minutinhos! Vimos algumas espécies animais e conseguimos entender como era a vida do povo árabe antigamente! O carro era um Land Rover todo aberto, como eram os carros deles antigamente, todos trazidos pelos ingleses!

 

Depois fomos ver o show dos falcões, ave que os árabes são apaixonados! Estava ventando muito neste dia então eles não voaram, mas tivemos um bate-papo muito bacana e conseguimos aprender muitas curiosidades! Logo após, fomos para o acampamento dos “beduínos” onde aconteceria nosso jantar, passeio com camelos e show de música típica! Gente, vocês não imaginam a delícia da comida, me surpreendeu! Divina!!!

 

A Vivi amou andar de camelo a noitinha e fazer tattoo de henna! Depois do jantar, assistimos o comecinho do show e pedimos para ir embora pois a Vivi estava super cansadinha!

 

Voltamos com memórias incríveis de um dia muito especial! Se eu puder dar um conselho a alguém que está indo para Dubai, ele seria: faça o passeio no Deserto! Uma experiência maravilhosa! E super indico o Platinum Heritage!

 

askmi2

 

askmi1

 

askmi3

 

askmi4

 

askmi6

 

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#deserto#dicas#Dubai#Platinum Heritage

Dicas em Roma com crianças!

Dicas em Roma com crianças!

Estive em Roma há muitos anos atrás e confesso que não via a hora de voltar!  Já faz um bom tempo que estava querendo ir para Dubai mas nunca conseguia uma data legal em uma época adequada, já que a logística escola  da Vivi + inverno na cidade (no verão não me indicaram ir a Dubai) precisavam “conversar” entre si!

 

Foi aí que pensamos em ir pertinho do carnaval (nada de provas no colégio da Vivi e temperatura super agradável na cidade de Dubai). Meu marido teve a ideia de irmos pela Europa! Na hora eu topei! Kkkk Pesquisando tarifas, encontramos uma promoção super bacana de classe executiva pela Alitalia com destino a….. ROMA! E lá fomos nós!

 

Não tínhamos muito tempo para um lugar que oferece tantas maravilhas. Neste primeira parada seriam 3 dias e 2 noites e, na volta de Dubai, mais 2 dias (tempo para fazer somente o Vaticano por conta do “jet leg”)! Outro ponto: com kids não da para fazer mil coisas, eles ficam cansados e isso pode tornar a viagem chata e cansativa!

 

Vou resumir nossa programação destes dias e depois farei um post especial sobre dicas de restaurantes e lojas na cidade, combinado?! Confiram as dicas de Roma:

 

Fontana Di Trevi: é a “Mostra da Água Virgem”. A lenda da sua descoberta está descrita em um baixo-relevo situado no alto da fachada da fontana: uma jovem indica às tropas de Marco Vipsânio Agripa, cansadas e com sede, a fonte onde beber água. Ao lado, um outro baixo-relevo representa Agripa que ordena a construção da primeira fonte dessa água. Foi o Papa Clemente XII, no século XVIII, que decidiu realizar a construção da fontana monumental próprio ali onde surgia a primeira fonte de “Água Virgem”, chamada assim justamente pela moça que ajudou as tropas de Agripa. O Papa quis uma fontana que decorasse a praça, mas também que fornecesse uma grande quantidade de água potável à cidade. A obra foi entregue a Nicola Salvi e começou em 1735. Em 1761, a fontana foi inaugurada. Vivi amouuuuu, olhem a carinha dela:

 

askmi1

 

DICA: nesta região ficam as sorveterias mais famosas de Roma! Não deixem de provar os famosos “gelatos” italianos!

 

Pantheon: Gigante, imponente e silencioso, passou através de todas as épocas da nossa história. Conheceu a Roma antiga, medieval, papal, renascentista, até se tornar o protagonista indiscutível da Roma capital, quando foi escolhido, pelos Reis da Itália unificada, como sacrário do novo reino. A sua aparência atual deve-se à construção do imperador Adriano (séc. II d.C.), mas o primeiro edifício foi obra do Marco Agripa, consul romano, braço direito e genro do imperador Augusto.

 

Para mim, um dos monumentos mais incríveis de Roma! A cúpula (aberta) gigantesca é uma prova de como os romanos sempre foram craques em engenharia! Eles acreditavam que a obra era coisa dos “céus” já que eles se aqueciam lá dentro com grandes fogueiras e, mesmo em caso de chuvas, com a cúpula aberta, molhava muito pouco! DICA: não deixe de almoçar e/ou jantar no Armando ao Pantheon , logo ali na lateral!

 

askmi2

 

Coliseu: Maior e mais famoso símbolo do Império Romano, o Coliseu era um enorme anfiteatro reservado para combates entre gladiadores ou opondo esses guerreiros contra animais selvagens. Suntuoso, era mais confortável do que muitos estádios modernos. Sua construção foi iniciada no ano 72 d.C., por ordem do imperador Flávio Vespasiano, que decidiu erguê-lo no local de um antigo palácio de Nero, seu antecessor no comando do império. As obras levaram oito anos para serem concluídas e, quando tudo ficou pronto, Roma já era governada por Tito, filho de Vespasiano. Para homenagear seu pai, Tito batizou a construção de “Anfiteatro Flaviano”.

 

Alguns historiadores especulam que o nome Coliseu só apareceria centenas de anos depois, talvez no século 11, e teria surgido inspirado no Colosso de Nero, uma estátua de bronze de 35 metros de altura, que ficava ao lado do anfiteatro. Os primeiros combates disputados para comemorar a conclusão do Coliseu duraram cerca de 100 dias e se estima que, só nesse período, centenas de gladiadores e cerca de 5 mil animais ferozes tombaram mortos em sua arena de 85 por 53 metros. Os jogos levavam o público ao delírio. Suas arquibancadas, construídas a partir de 3 metros do solo, acomodavam mais de 50 mil pessoas. Um camarote bem próximo à arena era destinado ao imperador de Roma, que era reverenciado pelos gladiadores antes dos espetáculos com uma saudação que se tornaria famosa: “Salve, César! Aqueles que vão morrer te saúdam”.

 

O anfiteatro, o primeiro permanente erguido em Roma, funcionou como o principal palco de lutas da cidade até o ano 404, quando o imperador Flávio Honório proibiu definitivamente os combates entre gladiadores. Depois disso, o Coliseu teve diversos usos. Chegou a ser empregado como cenário para simulações de batalhas navais, ocasiões em que a área ocupada pela arena era alagada. Durante a Idade Média, o mármore e o bronze de sua estrutura foram sendo saqueados aos poucos e usados para ornamentar igrejas e monumentos católicos. Peças de mármore do anfiteatro foram empregadas até na construção da famosa Basílica de São Pedro, no Vaticano. Já no século 11, quando Roma era dominada por uma família de barões, o Coliseu foi transformado em uma fortaleza, abrigando membros de uma família nobre, os Frangipane, que usaram a edificação para proteger-se em suas batalhas contra grupos rivais. Uma pena hoje ele estar em ruínas (esqueleto) mas, ainda sim, vale a pena a visita e conhecer esse, que foi e ainda é o maior anfiteatro do mundo!

DICA: compre sua entrada com antecedência! As filas são gigantescas!

 

askmi4

 

askmi3

 

Piazza de Spagna: Um dos meus lugares preferidos em Roma! Essa famosa escadaria teve ajuda financeira da Espanha (dai se entende o porquê do nome) em sua construção! A ideia era fazer um acesso de degraus para a igreja que fica ali acima e, consequentemente, ajudar o acesso dos pedestres que queiram ir orar, especialmente as mulheres! Em sua volta você encontra as principais e mais luxuosas marcas do mundo como Pucci, Fretti, Moncler, Valentino e muitas outras! Amo andar por lá sem destino já que as mais conhecidas  ruas de Roma estão a passos da escadaria como por exemplo a Via Condotti!

 

DICA: não deixe de tomar um café ou comer uma sobremesa no Caffe Grecco um dos mais antigos da cidade, com seu interior lindo e tradicional!

 

Basílica Santa Maria Maior: Para mim, uma das mais bonitas da cidade, visita imperdível! Lá, você encontra pedaços da manjedoura do menino Jesus trazidos por Helena, mãe do Imperador Constantino! De se emocionar!

 

askmi6

 

askmi5

 

Igreja da Escada Santa: Reza a lenda que Helena (sim, a mesma que trouxe pedaços da manjedoura de Belém) conseguiu (300 anos após Cristo aproximadamente) trazer as escadas em que Jesus ajoelhou-se a Pôncio Pilatos quando este o julgou! Não é uma igreja tão antiga e muito visitada porem é um lugar de energia maravilhosa!

 

Villa Borghese: Para mim, a galeria mais linda do mundo! Daquelas que você precisa conhecer!

DICA: não deixe de comprar seus ingressos antes, é por hora marcada e número limitado de pessoas!

 

askmi9

 

askmi10

 

askmi8

 

askmi7

Eu e Vivi analisando os afrescos (pinturas) do teto e imaginando as histórias.

 

DICA FINAL: Vocês devem estar se perguntando: nossa, mas ela fez tudo isso em tão pouco tempo, como pode?! Bom, um dos maiores investimentos que faço em viagens como esta é investir em guias e motorista!! Faz toda a diferença, sem contar na economia de tempo e cansaço! Sim, não é algo barato mas eu sou da linha que, se precisar, deixo de comprar qualquer coisa para ter um “luxo” como esse! Super indico a @benarrivati . Eles fazem todo o roteiro, organizam sua viagem como ninguém: desde compras antecipadas até entradas para qualquer museu/galeria; shows; tour exclusivo pelo Vaticano; audiência papal e muito mais!

 

Ufa! Acho que é isso! Ahhh faltou o Vaticano, que faremos em alguns dias, após o retorno de Dubai! Vou fazer um post exclusivo sobre a experiência. Beijos e não se esqueçam: Roma é sim um lugar super bacana para kids!

Fotos: Blog AskMi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#dicas#Itália#Italy#kids#Marina Xandó#romã#Roma com criança#travel#Viagem#viagem com criança

Saiba como identificar problemas de fala nas crianças!

Saiba como identificar problemas de fala nas crianças!

Esses dias recebi essa sugestão de pauta e acredito ser super válido dividir com vocês! Algumas leitoras já me perguntaram sobre isso e creio que compartilhar uma informação como essa é super importante. O assunto é como identificar problemas de fala nas crianças, que na maioria das vezes pode ser corrigido ainda na primeira infância. Confiram:

 

askmi

 

A linguagem é uma das habilidades mais esperadas no processo de desenvolvimento infantil. Dos primeiros balbucios à primeira palavra, tudo acontece progressivamente até chegar ao momento em que a criança está falando de tudo e, não raramente, muito mais do que os pais. “As crianças falam 50 palavras por volta dos 18 meses, 100 palavras entre 20 e 21 meses. Aos 2 anos elas já são capazes de falar três ou mais palavras em frases curtas”, explica a fonoaudióloga do Hospital CEMA, Thaís Palazzi. No entanto, e quando a criança não fala, na fase esperada? Como identificar, por exemplo, que ela está enfrentando um atraso na linguagem ou que isso é consequência de outros problemas, como distúrbios auditivos?

 

No caso de atrasos de linguagem, existem alguns marcos importantes: entre 0 e 3 meses a criança faz vocalizações, ou seja, repete vogais e faz sons guturais, depois, começa a fase do balbucio (entre 3 e 6 meses). Entre 6 e 9 meses ela responde, quando chamada, e repete sons para escutá-los. Até os 12 meses ela já é capaz de compreender algumas palavras simples e ordens, como “bater palmas”. As primeiras palavras, de fato, surgem entre 1 ano e 1 ano e meio. Até os 2 ela consegue falar frases simples. Posteriormente, cada dia é um salto na linguagem e a criança passa a se expressar cada vez melhor.

 

Atrasos no desenvolvimento das ‘fases” citados acima podem indicar algum tipo de alteração na linguagem. “Essas alterações podem ser causadas por diversos motivos, como problemas auditivos, otites, falta de estímulos adequados ou limitações cognitivas, entre outros”, explica a fonoaudióloga. Entre alguns dos problemas de fala, é possível destacar três deles:

 

1 – Problemas auditivos

O bebê que não reage a sons fortes, com palmas, e que depois, já maior, não responde a fala dos pais, não atende quando é chamado pelo nome ou ouve frases simples; que não imita sons e palavras pode ter problemas auditivos. “Se as primeiras palavras não se desenvolvem, a fala da criança é difícil de entender, ela substitui e omite determinados sons e sempre parece agitada e inquieta, tais sinais podem indicar que há alterações auditivas”, explica a especialista do CEMA.

 

2 – Gagueira

Acredita-se que algumas crianças já trazem em seu código genético a tendência para gaguejar e, nesses casos, elas não recuperam espontaneamente a fala na primeira infância. Precisam sempre ser avaliadas por um fonoaudiólogo para identificar o problema e tratá-lo corretamente.

 

3 – Língua presa

Bebês que têm dificuldade de sucção na amamentação, em colocar a língua para fora, ou que tem língua em forma de coração, que ficam com fome depois de mamar, podem ter língua presa. “Algumas dessas crianças não conseguem ganhar peso ou crescer adequadamente por esse motivo”, detalha Thaís. Nesse caso, segundo ela, o pediatra ou o fonoaudiólogo podem fazer esse diagnóstico.

 

Caso os pais identifiquem alguns desses sinais, é importante marcar uma consulta com um profissional para identificar o problema e começar o tratamento, se necessário. Além disso, o desenvolvimento da linguagem carece sempre de estímulos, que devem ser feitos, diariamente, pelos pais e/ou cuidadores das crianças. Conversar, ler em voz alta para elas, cantar, brincar de faz de conta e estimular os cinco sentidos dos pequenos são excelentes formas de desenvolver a fala. “Os pais são mediadores do mundo para a criança, e isso também no que diz respeito à linguagem”, finaliza a especialista.

 

Texto:

Instituto CEMA, acesse: http://www.cemahospital.com.br / Agência NB – (11) 5051-2078 | 5051-1426

Imagem: http://www.tudoparaboneca.com.br/blog?single=Como-estimular-a-fala-da-crianca

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#Crianças#dicas#fala#fonoaudióloga#Hospital CEMA#problemas de fala#terapia#Thaís Palazzi

Flores ideais para decorar a casa no verão!

Flores ideais para decorar a casa no verão!

O verão está aí, e a cor e os perfumes das flores da estação podem fazer a diferença na hora de tornar ambientes mais agradáveis e deixar o interior ou o quintal de uma residência muito mais atraente e aconchegante. Porém com as temperaturas mais altas é preciso redobrar o cuidado e estar atento a resistência das plantas.

 

Para quem planeja dar um toque especial no ambiente familiar, o ideal é optar por flores que necessitem de muita luz e pouca água. “Se o objetivo é tornar o ambiente mais leve, relaxante e bonito, a lavanda é uma boa pedida. É uma planta que se desenvolve melhor em solos arenosos, requer muita luz e água, pelo menos uma vez por semana”, sugere Bruno José Esperança, diretor geral da curitibana Esalflores, maior floricultura do país.  “Uma flor perfeita para o verão é o tagete. Além de necessitar de muito sol, pode suportar altas temperaturas sem precisar de água”, completa Esperança.

 

A lavanda é uma das minhas flores preferidas!

 

Lavanda

Lavanda

 

tagete

Tagete

 

A orquídea, uma flor que chama a atenção pela sua beleza, é ideal para dar um toque elegante ao lar, mas exige cuidados diferenciados. A recomendação é colocá-la próxima de uma janela orientada para sul, distante das radiações de sol durante os dias de calor, pois pode prejudicar a planta.

 

Orquidea 2

Orquidea

 

Por outro lado, se a ideia é colorir o ambiente, a açucena tem uma variedade de cores e podem chegar a ser tão diferentes entre si que três espécies distintas já garantem uma bela decoração. No entanto, o gerente geral da Esalflores alerta que a terra deve estar fresca e não deve receber sol diretamente. “Outras boas opções para o verão são o jacinto e a bromélia”, completa o especialista.

 

Acucena

Açucena

 

Auxilio texto: Bruno José Esperança, diretor geral da curitibana Esalflores

Fotos: Internet

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#casa#dicas#flores#palnats para verão#verão

Chá Revelação!

Chá Revelação!

Quero compartilhar com vocês esse Chá Revelação de uma leitora que se tornou amiga, a Erika do Rio de Janeiro. Ela já é mamãe de uma princesa, que inclusive tive a oportunidade de fazer o enxoval e agora está gravidinha novamente. Vejam que festa linda!

 

Começando por esse bolo maravilhoso…amei!!! Reparem nas cores que tons lindos de rosa e azul, bem discretos e harmoniosos entre si. O ursinho e as flores ficaram lindas no bolo!

 

askmi8

 

askmi4

 

Os arranjos florais estavam maravilhosos, com um mix de várias flores diferentes…

 

askmi7

 

Olhem cada detalhe em que a Érica pensou… até nos sapatinhos decorados, um mimo!

 

askmi5

 

E aqui ela toda feliz, revelando o sexo do seu bebê…um girl! Que demais! Muitas bençãos!

 

askmi2

 

E a família toda, linda!

 

askmi1

 

Fornecedores:

1- Buffet : Crepes Cabral @crepesemassascabral
2- Doces: Bem Açucarado @bemacucarado
3- Bolo: Poliana Simão @polianasimao
4- Suspiros: Le Vin Bistrô @levinbistrorio
5- Identidade Visual: Sister Desing @sisterspapelaria
6- Flores: Thais Andrade @floreandocomthaisandrade
7- Fotos: Karin Schaly @karinschaly
8- Look: Erika: Dolce & Gabbana / Artur: Hermes / Maria Sophia: Upiá @upiabebe
9- Caixa com os balões: Geórgia Festas @georgiafestas
10- Decor: Erika
11- Louças e prataria: Tânia Bulhoes @taniabulhoes

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#chá revelação#dicas