Detox pós Páscoa!

Detox pós Páscoa!

E aí meninas, como foram de Páscoa??? A minha foi maravilhosa, em família, com direito a muitooo chocolate e doces, pois amo de paixão! Mas, agora que o feriado passou, chega de chocolate, doces e exageros, certo! Vou voltar para minha dieta e focar no emagrecimento que estou querendo tanto. Porém, após 4 dias de comida à vontade e doces e chocolates em fartura, o ideal é fazer uma mudança mais drástica para recuperar o tempo perdido. Para mim, uma DIETA DETOX de 3 dias é a melhor opção, assim consigo diminuir o inchaço e eliminar algumas toxinas. Quero compartilhar algumas dicas que me ajudam muito e acredito que irão ajudar vocês, confiram:

 

Askmi

 

  • de preferência aos alimentos orgânicos, como frutas, verduras e legumes; eles fazem grande diferença na hora de ajudar a eliminar as toxinas do corpo;
  • esqueça carnes gordurosas e dê preferência para as magras, como os peixes;
  • evite açúcar, alimentos industrializados, processados e congelados;
  • para quem come pão, substitua-o pelo integral.

 

Abaixo, a nutricionista Bruna Burti, da clínica Haute Dermatologia e Estética, em São Paulo, entrega um cardápio para adotar no detox pós-Páscoa. Porém, é importante reforçar que esta é uma dieta apenas para desintoxicar e dar um novo impulso para a perda de peso, não pode ser seguida por muito mais tempo, ok?Confira:

Lanche da manhã
8 morangos
2 castanhas do Pará

Almoço
3 colheres de sopa de quinua
Mix de folhas verde escura
1 posta de Saint Peter
½ xícara de brócolis, 3 rodelas de beterraba

Lanche da tarde
1 colher de semente de abóbora sem sal
1 maçã verde
8 amêndoas

Jantar
Sopa de cenoura com gengibre e frango desfiado

 

Imagem: Internet

Colaboração de texto: Site Vogue e Site Emagrecer Rápido

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#alimentos#Blog AskMi#detox#dicas#orgânicos#Páscoa#pós Páscoa

Saiba o que comer e o que evitar para ficar livre da rinite!

Saiba o que comer e o que evitar para ficar livre da rinite!

Quem convive com a rinite sabe nomes de descongestionantes, antialérgicos, anti-inflamatórios, corticoides e antibióticos de cor. Quando a crise se manifesta e os espirros e obstruções nasais tornam-se rotina, não tem outra forma a não ser recorrer a esses medicamentos. No entanto, pouca gente olha com atenção para outro “ingrediente”, que pode ser fundamental, não somente no tratamento, mas também na prevenção das crises de rinite: a alimentação.

 

comida-alergias

 

“Atualmente, com o desenvolvimento das pesquisas no campo da imunoalergologia, já se sabe que o aspecto nutricional é participativo do processo de prevenção e cura de algumas doenças respiratórias”, explica o otorrinolaringologista do Hospital CEMA, Marcelo Mello.

 

As vitaminas, minerais, óleos e enzimas que os alimentos possuem são benéficos para o organismo, pois reúnem propriedades anti-inflamatórias, bactericidas, fluidificantes e descongestionantes, potencializando a atuação do sistema imunológico. Em contrapartida, a alimentação também pode “piorar” os sintomas de quem tem rinite, causando mais congestão nasal, aumento na produção de muco, coceira, espirros e falta de ar.

“Comidas muito quentes ou alimentos muito temperados e ácidos ativam a resposta alérgica, por meio da histamina, que tem uma poderosa ação vasodilatadora. É o caso da capsaicina, presente na pimenta, que faz o nariz escorrer, coçar, entupir, além de provocar espirros”, detalha o médico.

 

O médico Marcelo Mello lista abaixo quais são os alimentos que pioram a rinite, e também quais podem ser aliados:

 

Alimentos que pioram a rinite

Trigo e cereais – A farinha de trigo, milho, aveia, centeio e cevada contêm partículas que, quando inaladas, podem desencadear doenças respiratórias, como a rinite e asma. Além disso, o glúten, um dos componentes do trigo, aumenta a produção de muco;

Doces – Principalmente os produtos feitos com chocolate, que contém outros ingredientes potencialmente alergênicos, como leite, soja, nozes e amendoim, podem irritar e inflamar a mucosa nasal;

Bebidas alcóolicas – Provocam vasodilatação e obstrução nasal;

Leites e derivados – Tais itens contêm uma proteína chamada caseína, que deixa o muco mais espesso, dificultando a melhora no caso de doenças respiratórias;

Alimentos industrializados – Fast-food, enlatados, embutidos e afins contêm nitritos, sulfitos, conservantes e corantes, itens que pioram os quadros alérgicos e problemas respiratórios.

 

Alimentos bons para a imunidade e para afastar a rinite de vez

Água – Ela não é bem falada à toa. A água hidrata todo o organismo, inclusive as vias aéreas, ajudando a fluidificar as secreções e lubrificar as mucosas;

Grãos e sementes – Castanhas, sementes de linhaça, de girassol, entre outros grãos, contém flavonoides. Essa substância tem efeito anti-inflamatório e é também emoliente;

Chás – Também contêm flavonoides e ajudam no tratamento da rinite;

Peixes – Atum, salmão e sardinha são alimentos que têm Ômega 3, um nutriente que protege as vias aéreas e ajuda a combater inflamações;

Frutas cítricas – Ricas em vitamina C e antioxidantes, elas auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico, prevenindo gripes e resfriados;

Vegetais e frutas – Brócolis, vagem e vegetais verde escuros contêm clorofila, um poderoso antioxidante, propriedade também presente na cenoura, acerola, manga e abóbora (por conter carotenoides);

Alho e cebola – Esses itens devem sempre ser usados como temperos, pois contêm enzimas que combatem infecções por bactérias, vírus e fungos;

Abacaxi – Tem bromelina, uma substância que reduz a inflamação e diminui a congestão das vias nasais;

Gengibre – Está presente em muitos remédios para gripes e resfriados, graças à sua ação adstringente e expectorante;

Mel – O queridinho para combater problemas respiratórios tem propriedades bactericidas, anti-inflamatórias e fungicidas, além de ajudar na expectoração.

 

Colaboração no texto: Agência NB / Nilza Botteon / Cintia Ferreira

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#alergologia#alimentos#anti-inflamatórios#antialérgicos#antibióticos#benéficos#Blog AskMi#corticoides#descongestionantes#imuno#prejudiciais#rinite

Dicas de produtos trufados!

Dicas de produtos trufados!

Oii meninas, tudo bem??? Hoje quero falar com vocês sobre produtos trufados! Sou apaixonada por eles e acho que vale a pena comentar um pouquinho aqui.

 

Não sei se todos conhecem, mas as trufas são tubérculos e crescem a 30 ou 40cm de profundidade próximos às raízes de carvalho ou castanheiras. Elas recebem esse nome por serem semelhantes as nossas trufas de chocolate. Existem diversos tipos de trufas, porém são classificadas basicamente em dois grupos, a negras e brancas. As trufas brancas possuem o aroma muito mais intenso se comparado ao das trufas negras. Elas vêm principalmente de uma cidade italiana chamada Alba e seu preço pode ultrapassar U$15 mil o quilo! Já as trufas negras possuem um aroma menos intenso e são mais fáceis de se encontrar, com isso o seu preço é bem menor, custando de U$700 a U$2 mil o quilo. Elas originalmente vêm da França.

 

Em relação a conservação podemos dizer que é um problema, pois a trufa começa a perder o seu aroma em apenas 4 dias após ser colhida. Com isso temos várias alternativas à trufas frescas, que são os azeites trufados, maioneses trufadas, manteigas trufadas e trufas em conserva. Esses dias ganhei alguns produtos trufados e são muito bons, quero compartilhar com vocês! São eles: maionese, mel, azeite e mostarda.

 

Askmi

 

Não tenho foto do azeite e mostarda, mas também são deliciosos. Esses dias o Victor fez um hamburguer artesanal e colocou no sanduíche a maionese e a mostarda trufados, ficou maravilhoso! O mel e azeite podemos comprar no Amazon e produtos até 50 dólares não tem taxa. A maionese e mostarda podemos encontrar no site Bed Bath & Beyound. Vale a pena meninas!

 

Foto: AskMi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#alimentos#azeite#Blog AskMi#dicas#maionese#mel#mostrada#produtos trufados#trufa#trufa branca#trufa negra