A importância das frutas em uma alimentação saudável!

A importância das frutas em uma alimentação saudável!

De acordo com dados da pesquisa Vigitel Brasil 2021, divulgada pelo Ministério da Saúde no último ano, apenas 34,2% dos brasileiros incluem frutas e hortaliças em suas refeições em cinco ou mais dias da semana. O que reflete um resultado preocupante com relação aos hábitos de alimentação da população. Para a  Organização Mundial da Saúde (OMS), o recomendado é consumir pelo menos 400 gramas de frutas e vegetais por dia.

Isabela Xavier, nutricionista e coordenadora de Nutrição da  Mombora, indústria de alimentos com ingredientes 100% naturais e nativos do bioma brasileiro, afirma que para uma dieta balanceada, a inclusão de frutas é essencial.

“As frutas desempenham um papel de extrema importância no nosso corpo por serem fontes naturais de vitaminas, minerais, fibras,  antioxidantes e nutrientes essenciais para a garantia do bom funcionamento do nosso organismo, com benefícios que vão desde o ganho de energia e disposição, devido a ingestão de carboidratos naturais, até a melhora da imunidade, equilíbrio das funções fisiológicas e muito mais”, completa a especialista.

 

 

Dicas de consumo

O Brasil é conhecido por sua vasta riqueza natural, com dezenas de frutas nativas e típicas do ecossistema nacional, com características, formas de consumo e benefícios diversos. Para Isabela, a melhor forma de aumentar o consumo destes alimentos é explorando sua diversidade. “Importante identificarmos o que gostamos, dessa forma,  a alimentação será nutritiva e ao mesmo tempo prazerosa, tornando o ato de consumir frutas um hábito natural”, conclui.

E para a forma de consumo a nutricionista traz algumas dicas. “Valorizar receitas e alimentos que priorizam os aspectos naturais das frutas, como vitaminas, o consumo in natura, saladas e outros tipos de receitas que zelam pela permanência dos nutrientes e sais minerais presentes naquele alimento, estão entre as melhores formas de apostas nas frutas. Como o Brasil é rico na variedade e tipos, fica mais fácil apostar neste formato sem enjoar”, conta.

No mercado alimentício, foodtechs como a Mombora investem na oferta de produtos saudáveis para a população. Hoje, a marca é a única em seu mercado com aposta 100% natural, desde a sua cadeia produtiva até a oferta final para o consumidor, além de possuir como base de seus alimentos, frutas típicas do país, como o cacau, cambuci, goiaba, maracujá, limão e muitas outras.

Já para os alimentos ultraprocessados, a dica é se atentar aos rótulos. De acordo com Isabela, na hora de analisar, menos é mais, uma vez que alimentos que passam por processos mais naturais de produção, possuem uma concentração menor de ingredientes, além de dispensarem a inclusão de aromas, corantes e conservantes artificiais que podem ser prejudiciais para o organismo.

“Devemos nos atentar para o que consumimos, principalmente com a evolução da nossa sociedade pela busca da praticidade e agilidade na rotina que acaba proporcionando impactos negativos na qualidade de vida das pessoas, cuidar do que comemos é uma forma de nos cuidarmos”, finaliza a especialista.

 

Fonte: Nathalia Ferreira (nathalia.ferreira@nr7.ag) / Isabela Xavier, nutricionista e coordenadora de Nutrição da  Mombora

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Alimentação saudável#frutas

4 rotinas de autocuidado!

4 rotinas de autocuidado!

Ter um tempo de qualidade consigo mesmo e praticar o autocuidado afeta de forma positiva a saúde física, mental e emocional. Não à toa, fala-se cada vez mais em “self care”, que é esse processo de cuidar de si mesmo com comportamentos e escolhas que promovam qualidade de vida e bem-estar.

 

Para a Dra. Aline Caniçais, especialista Fisioterapeuta Dermatofuncional da HTM Eletrônica, indústria referência no desenvolvimento e fabricação de equipamentos eletromédicos e estéticos, autocuidado é tudo o que uma pessoa faz para se sentir bem, desde descansar, se exercitar, ler um livro e dançar, até manter rotinas de cuidados específicos para o corpo.

 

“O importante é que seja algo feito com carinho, de você para você. E manter uma rotina de self care pode ser mais simples do que muitas pessoas imaginam. Existem cuidados que podem ser adotados até mesmo em casa e que fazem bastante diferença para a autoestima e o bem-estar”, garante a especialista.

Para ajudar quem busca construir esse hábito, Aline sugere quatro rotinas de autocuidado para colocar em prática e investir em si mesma:

 

1. Alimentação saudável e exercício físico

Uma alimentação saudável, com inclusão de frutas, legumes e verduras, contribui para o bom funcionamento do organismo, melhora o rendimento físico, a memória e a concentração, além de fortalecer o sistema imunológico e prevenir doenças. Junto à alimentação saudável, é importante inserir exercícios físicos na rotina, ainda que seja uma simples caminhada, dança ou modalidade de luta. Isso vai melhorar a qualidade do sono e aumentar a flexibilidade e a força muscular.

2. Qualidade de sono

A quantidade de horas dormidas não traduz necessariamente a qualidade do sono. Ela é percebida quando, ao acordar no dia seguinte, tem-se a certeza de realmente ter descansado. Para isso, crie uma rotina saudável para dormir, com um ambiente em meia luz, música tranquila do seu gosto, além daquela roupa de cama macia e cheirosa. O uso de óleos essenciais é super bem vindo nesse momento. Tente também se afastar das telas luminosas, como celular, tablet, computador ou TV, ao menos meia hora antes de ir para a cama. É importante ainda ter travesseiro e colchão que atendam às suas necessidades, de acordo com seu corpo.

3. Rotina de skincare e bodycare

Cuidados específicos para a pele também são parte do autocuidado. Pode-se começar pelo rosto. O primeiro passo do skincare é retirar toda a maquiagem e limpar qualquer resíduo de produto, poluição e outras impurezas que atingem a pele ao longo do dia. Esse acúmulo de sujidades atrapalha a regeneração da pele e impede a absorção dos produtos. Com o rosto limpo, esse é o momento ideal para uma hidratação facial, usando produtos de acordo com o seu tipo de pele, orientados por um profissional.

Depois, é a vez do resto do corpo. O bodycare pode incluir cremes hidratantes, clareadores, autobronzeadores, esfoliação e outros produtos que atendam aos seus objetivos. Além dos benefícios para a saúde da pele, essa rotina, junto com o cheirinho dos produtos, traz a sensação de conforto e influencia a autoestima e o bem-estar.

4 . Home care após tratamentos estéticos

Os tratamentos estéticos profissionais sempre tem seus resultados potencializados e prolongados adotando-se um home care em casa. Os produtos certos complementam os tratamentos feitos em clínicas, como o peeling de diamantes e ultrassônico, que estimula a renovação das células da pele, e a vacuoterapia, que melhora a circulação sanguínea e linfática, controlando a celulite, reduzindo o acúmulo de gordura e tratando a flacidez.

Os profissionais responsáveis por esses procedimentos indicam esses cuidados e o importante aqui é ter disciplina para realizar o que foi sugerido em casa e assim aproveitar ao máximo os benefícios dos tratamentos.

 

Sobre a HTM Eletrônica

HTM Eletrônica é uma indústria referência no desenvolvimento e fabricação de equipamentos dirigidos ao segmento de estética e fisioterapia no Brasil.

 

Fonte: Daniela S Albuquerque (daniela@agencianoar.com.br)

Imagem: https://jc.ne10.uol.com.br/social1/mulher/2022/06/15018872-4-rotinas-de-autocuidado-para-colocar-em-pratica-e-investir-em-si-mesma.html

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Alimentação saudável#exercício físico#Qualidade de sono#rotina de autocuidado#Rotina de skincare e bodycare#tratamentos estéticos

Confira quatro dicas para dançar e cuidar do corpo!

Confira quatro dicas para dançar e cuidar do corpo!

No dia 1° de setembro é celebrado o Dia da Bailarina e do Bailarino. A data foi criada para homenagear os dançarinos de Balé (ou Ballet), estilo de dança que surgiu na Europa Renascentista no século XV. Hoje existem diversas variações do Balé, sendo as principais o Balé Clássico e o Balé Contemporâneo.

O Balé Clássico é pautado por uma técnica mais rígida e com movimentos mais precisos que são executados de forma perfeita, seguindo exatamente o script. Já o Balé Contemporâneo é mais livre e o bailarino pode dançar de acordo com as suas emoções e sentimentos.

Independentemente do estilo, dançar Balé não é fácil. Dedicação, elasticidade, ritmo e disciplina são pontos fundamentais para ser um(a) bailarino(a). É necessário treinar, ensaiar, decorar movimentos e coreografias para transmitir a emoção da dança por meio do corpo. Mas o Balé também traz inúmeros benefícios, como o fortalecimento do condicionamento físico, desenvolve flexibilidade, postura e coordenação motora, além de auxiliar no controle da respiração.

Balé é arte e dança. Por isso, é importante manter o cuidado com a saúde das pernas, um dos membros mais usados na atividade. Confira quatro dicas para dançar e cuidar da saúde das suas pernas:

 

 

• Ter uma alimentação saudável: é fundamental controlar a alimentação e investir em alimentos saudáveis, ricos em nutrientes e proteínas. Alimentos gordurosos e calóricos devem ser evitados.

• Meias de compressão: existem diversos modelos de meias de compressão no mercado e seu uso pode ser preventivo. A SIGVARIS GROUP, empresa líder mundial em produtos de compressão graduada, possui um amplo portfólio de meias e canelitos que auxiliam no direcionamento correto do fluxo venoso e linfático, permitindo assim, uma nítida melhora na circulação, além de promover conforto e bem-estar.

• Alongue-se: o alongamento é fundamental para aumentar a flexibilidade muscular, ativar a circulação sanguínea e prevenir lesões. Alongue-se por pelo menos 10 minutos para preparar seu corpo.

• Hidrate-se: beber de 1,5 a 2 litros por dia de água é importante para manter a pele hidratada e o organismo mais saudável.

 

Sobre a SIGVARIS GROUP

A SIGVARIS GROUP é uma empresa suíça de capital 100% familiar desde sua fundação e líder de mercado global na produção de meias médicas de compressão graduada, com o objetivo de promover saúde e qualidade de vida às pessoas, prevenir e tratar doenças venosas e proporcionar conforto em todos os momentos da vida.

Imagem: https://blog.sodanca.com.br/corpo-de-bailarina/

Fonte: Bruna Akemi (bruna.akemi@cdicom.com.br) / Outras informações: https://www.sigvaris.group

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Alimentação saudável#arte#Balé#cuidar do corpo#Dança#dicas para dançar#Meias de compressão#SIGVARIS GROUP

Jejum Intermitente by Carol Grillo!

Jejum Intermitente by Carol Grillo!

Mais uma semana no início e nada melhor do que dicas da nutricionista e colunista do blog Carol Grillo. Gente, adorei saber mais sobre o JEJUM! Confiram:

 

Jejum

dieta-do-jejum-intermitente-1463585129351_v2_900x506

Quando falamos em jejum, logo associamos a “passar fome”, ficar fraco e sentir-se mal, pois o corpo humano nos pede alimentos constantemente. Mas o jejum é um costume milenar que tem sido muito estudado recentemente. Esses estudos apontam benefícios múltiplos, que incluem o auxílio no controle de crises de epilepsia, na melhora do humor e na prevenção da diabetes.

 

Jejum significa que, quando nosso corpo fica por um período sem se alimentar, busca a reservas que temos para suprir as suas necessidades, como por exemplo, utilizará gordura estocada no tecido adiposo ao invés da gordura ingerida da dieta. Além disso, o corpo passa a usar como energia a glicose produzida no fígado, e a utilizar de forma mais intensa o glicogênio muscular e hepático, em detrimento dos carboidratos provenientes da alimentação.

 

Capa-Blog.001

 

Hoje irei explicar para vocês dois protocolos de jejum que estão sendo usados com muito sucesso pelos nutricionistas do mundo inteiro:

 

1) Jejum intermitente: Como o nome sugere, ele não é constante e duradouro, pelo contrário, normalmente acontece em intervalos de tempos pré-estabelecidos. Ou seja, apresenta períodos de jejum intercalados com períodos onde há ingestão alimentar e pode ser planejado de diversas formas, como uma vez por semana, dia sim, dia não e assim por diante.

 

Estudos realizados pelo USNational Library of Medicine National Instituteof Health, provou que indivíduos que se submetem a jejum de 24 horas uma vez ao mês se tornam menos suscetíveis a doenças cardiovasculares, dentre os benefícios vale ressaltar:

 

  • Perda de peso e gordura corporal.
  • Redução nos níveis de LDLc e triglicerídeos.
  • Manutenção nos níveis de HDLc — o que é importante, tendo em vista que as dietas para perda de peso normalmente levam à redução do HDLc.
  • Aumento no tamanho das partículas de LDL.
  • Redução nos níveis de insulina.
  • Manutenção na taxa de metabolismo de repouso.

 

2) Protocolo de Jejum Intermitente de Leangains: desenvolvido pelo nutricionista sueco Martin Berkhan, é um protocolo de jejum projetado para recomposição do corpo.

 

Neste caso o tempo de jejum é o fator mais importante, geralmente, 16 horas sem comer, e um período de 8 horas de alimentação. Essas horas podem ser divididas da maneira que você quiser, mas o mais comum é não comer por 1 ou 2 horas antes de dormir, dormir 8 horas, e depois ficar em jejum por 6 ou 7 horas para em seguida alimentar-se, em 3 refeições.

 

A orientação é que a maioria das calorias deve ser consumida após o treino, para tirar proveito da maior sensibilidade à insulina muscular. A ingestão de calorias diária deve ser idealmente afunilada para baixo (a primeira refeição é a maior).

 

A proteína deve ser alta em todos os dias: Pelo menos 1g de proteína por 1kg de peso corporal, sem falta. Já para os outros grupos, carboidratos e gorduras, a orientação varia conforme os dia de treino ou de descanso. Em dias de treino você pode adicionar mais carboidratos e em dias de descanso reduzir os carboidratos e aumentar a gordura.

 

Os benefícios observados aqui são:

. Perda de gordura corporal

. Ganho de massa magra

 

Todos os benefícios observados nos dois casos se justificam devido ao fato de que a maior parte das doenças crônicas tem uma causa em comum: o excesso de energia no corpo, com o qual o organismo não consegue lidar — levando à disfunção em diversos processos celulares e moleculares.

 

Nos dois casos citados acima, o jejum programado é um grande aliado da saúde e só nos traz benefícios, mas não são todas as pessoas que podem se beneficiar desta técnica. Eu costumo indicar em alguns casos onde o paciente precisa de um novo estímulo, pois o emagrecimento está ficando lento. Mesmo assim tenho cautela ao introduzir o jejum, pois é sempre importante observar a aceitação do organismo à essa mudança.

 

A dica mais importante aqui é que antes de alterar seus hábitos alimentares, é fundamental consultar um nutricionista.

 

jejum-intermitente-low-carb-dicas-bella-russo-5

 

Fotos: Internet

Carol Grillo

ESCRITO POR Carol Grillo

Com inúmeros cursos de especialização, além de uma pós-graduação em nutrição clínica, Carol é uma nutricionista focada em ajudar seus pacientes a seguirem uma rotina alimentar saudável, equilibrada e direcionada a resultados.

#Alimentação saudável#Blog AskMi#Carol Grillo#coluna#dicas#jejum#Marina Xandó#nutrição

Substitutivos do ovo em receitas!

Substitutivos do ovo em receitas!

Hoje em dia escutamos muito falar em alergia / intolerância a ovo, o que acaba restringindo muito as opções de cardápio das pessoas. Lá no Kurotel aprendi duas receitinhas ótimas para substituir esse alimento nas refeições, anotem:

 

Sementes de linhaça

 

DicasAskMi1

 

Na composição da semente de linhaça estão presentes proteínas, fibras alimentares e ácidos graxos poli-insaturados (Ômega 3 e Ômega 6), que lhe conferem a propriedade de alimento funcional. A semente de linhaça é a mais rica fonte de Ômega 3 existente na natureza.

 

Ingredientes

Para substituição de 1 ovo:

– 1 colher (sopa) de semente de linhaça moída (use o liquidificador);

-3 colheres (sopa) de água pura.

 

Modo de preparo

Misture a linhaça moída e a água em uma tigela pequena. Deixe descansar por 1 a 2 minutos (fica muito espessa se permanecer mais tempo). Em algumas receitas bem líquidas, as sementes de linhaça moídas podem ser agregadas diretamente aos componentes secos.

 

Biomassa de banana verde

 

DicasAskMi

 

A biomassa caseira de banana verde é uma forma saudável de aproveitar todos os benefícios desta fruta. Antes de amadurecer, a banana é rica em amido resistente, um nutriente que contribui para a saúde intestinal, promove saciedade e protege o coração.

 

Ingredientes

-4 bananas verdes (com o cabo vedado);

-água.

 

Modo de preparo

Lave a banana com a água e sabão neutro ou de coco (não use detergente, pois deixa resíduo) e enxague bem; coloque as bananas na panela de pressão e cubra de água 2 dedos acima. Ligue a panela de pressão fechada e deixe ganhar pressão. Deixe 12 minutos na pressão, desligue e deixe mais 8 minutos (com a panela ainda fechada). Destampe a panela, descasque a banana e coloque a polpa ainda quente no liquidificador. Acrescente um pouco da água de cozimento da banana (para ajudar a bater) e liquidifique até ficar cremoso.

 

Observação: a casca cozida pode ser cortada em tiras e temperada com azeite, alho, cebola, sal, pimentão, tomate, orégano, alecrim, servindo como petisco.

 

Tempo de duração: congelador até 3 meses e geladeira até 4 a 5 dias.

 

Modo de utilizar: acrescente no suco de frutas, feijão e bolos. Substitui o ovo (1-2 colheres sopa para cada ovo da receita).

 

Fotos: Internet

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Alimentação saudável#banana verde#biomassa#dicas#linhaça#Receitas