“Quartos de Bebês” by Bárbara Jalles

“Quartos de Bebês” by Bárbara Jalles

Oii meninas, bom dia! Tudo bem? Faz algum tempinho que não temos por aqui a coluna da nossa querida arquiteta Bárbara Jalles! Eu estava com saudades e sei que vocês também! E hoje, ela trouxe um tema super legal e que adoro, quarto de bebê! Confiram:

 

Olá pessoal,

            Tudo bem com vocês? Para nossa conversa de hoje, selecionei um assunto muito interessante: quartos de bebês. Vou contar algumas das estratégias que uso para projetar o quartinho da molecada. Para vocês visualizarem melhor as táticas sugeridas, vou apresentar dois projetos dessa clientela para lá de especial. Todos os detalhes importam, desde a seleção dos materiais até a escolha das cores. É essencial que o ambiente seja prático e flexível para acompanhar o desenvolvimento da criança e atender à todas as necessidades.

 

Neste primeiro projeto, propus um recinto bastante alegre e sereno. O objetivo era despertar a curiosidade e, ao mesmo tempo, não poluir a visão do bebê, que está começando a descobrir o mundo. Para que isso fosse possível, brinquei com várias tonalidades de azul, destacando sempre os tons pastéis e tomando cuidado com as cores mais escuras. Pequenos artefatos em amarelo fazem toda a diferença, quebrando com a monotonia.

 

Askmi1

 

Na hora de distribuir os espaços, é fundamental pensarmos nos pais ou nos responsáveis pelos cuidados com o bebê. Optar por um mobiliário bonito, mas prático, é sempre a melhor opção. Situei um berço, uma cama, que faz as vezes de um sofá, um aparador, e uma poltrona, essencial para o conforto dos pais, principalmente no momento da amamentação.

 

Askmi2

 

Outro aspecto interessante desse projeto é o painel contínuo sobre o berço. Estampado e com iluminação ambiente, o painel sugere conforto e intimidade.

 

Askmi3

 

Outras particularidades do projeto, embora pequenas, são responsáveis por dar identidade ao quarto comoa personalização de objetos.

 

Askmi4

 

Já neste segundo projeto, resgatei um conceito mais clássico para representar leveza e delicadeza, a pedido dos clientes. Neste caso, o tom predominante é o branco. A atenção está voltada para o aspecto formal do mobiliário, e não para as cores.

 

Askmi5

 

Askmi6

 

Como a cor predominante do ambiente é o branco, abusei das tonalidades de rosa nos pequenos detalhes (o lustre central, o cortina e as particularidades da arandela).

 

Para reforçar o conceito adotado nesta composição, sugeri elementos simples, mas que fizeram toda diferença. Como é o caso do bordado no berço, da renda na arandela, da moldura na parede e do desenho à mão pintado na parede.

 

Askmi7

 

De forma geral, os quartinhos dos bebês precisam ter personalidade e ser funcionais. É importante ter em mente que cores fortes remetem à energia, podendo prejudicar o sono do bebê. Espero que vocês tenham gostado do tema de hoje e dos projetos apresentados.

 

Até a próxima!

Arquiteta Bárbara Jalles

Auxiliar de texto: Vitória Chedian Pimentel Zanutto

Fotos: Bárbara Jalles

Bárbara Jalles

ESCRITO POR Bárbara Jalles

No mercado desde 2009, Bárbara cursou arquitetura e urbanismo na FAAP, em São Paulo, e ganhou know-how junto a grandes nomes da arquitetura nacional, como Ana Maria Vieira Santos e Marcelo Rosenbaum. Cursou Parsons The New School for Design, em NY, para aprimorar seu talento.

#arquitetura#Bárbara Jalles#coluna#decor#Decoração#quarto de bebê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *