Dia do Chá: 5 motivos para incluir chá verde na dieta!

Dia do Chá: 5 motivos para incluir chá verde na dieta!

Vocês sabem o quanto sou apaixonada por chá! Está presente na minha rotina diariamente, às vezes, até mais de uma vez ao dia! Adoro meu momento de tomar um chazinho! Está chegando o Dia do Chá e recebi essa pauta, resolvi dividir com vocês!

 

 

Descoberto há cerca de 250 anos a.C. na China, o chá se popularizou ao redor do mundo. Por ser a segunda bebida mais consumida do planeta, atrás apenas da água, o dia 21 de maio foi definido como o Dia Internacional do Chá.

O preparo da bebida consiste na infusão de folhas silvestres de diferentes tipos em água quente. O chá aquecido é considerado terapêutico por diversos povos, uma vez que as propriedades medicinais das plantas são liberadas no líquido.

A nutricionista do Comitê Umami, Mariana Rosa, afirma que o chá verde é uma das melhores opções para ser incluída na dieta do dia a dia. “O chá verde é proveniente da Camellia sinensis, planta originária do território chinês e indiano. Possui em sua composição os aminoácidos glutamato e teanina, responsáveis por conceder à bebida o umami, quinto gosto básico do paladar humano”, explica.

Umami significa “delicioso” ou “saboroso” em português e, além de ser um gosto marcante, também é conhecido pelos benefícios para a saúde. Um deles é o aumento da salivação na boca, o que torna os alimentos mais palatáveis e promove uma melhor aceitação alimentar em idosos e pacientes em tratamento contra o câncer, por exemplo.

Além de ser gostoso e relaxante, o chá verde também possui características que contribuem para o bem-estar. Confira a lista feita pela nutricionista de cinco motivos para começar uma rotina de tomar chá:

 

CONCENTRAÇÃO E HUMOR

O chá verde possui cafeína, o que estimula o sistema nervoso central. Aqui, são provocadas as liberações de serotonina – afetando diretamente na melhora do humor – e de hormônios e neurotransmissores – que aumentam e intensificam a concentração.

 

DIGESTÃO

De acordo com Mariana, o glutamato, um dos aminoácidos que proporciona o umami presente na bebida, possui receptores no estômago. “Ele estimula a liberação de moléculas que ativam o nervo vago, que transmite a informação ao cérebro da presença de proteínas no estômago, intensificando e melhorando a digestão”, ressalta.

 

DOENÇAS CARDIOVASCULARES

Rica em antioxidantes, a bebida oriental pode auxiliar a controlar os níveis de colesterol. As propriedades do chá verde também ajudam impedindo a formação de coágulos no sangue, podendo colaborar na prevenção de doenças cardiovasculares, incluindo AVC, infarto e trombose.

 

RENOVAÇÃO CELULAR

“A propriedade antioxidante também auxilia no combate aos radicais livres. Dessa forma, o chá verde ajuda na renovação celular, combatendo o envelhecimento da pele e mantendo a aparência jovial”, informa Mariana.

 

RETENÇÃO DE LÍQUIDO

A cafeína também é um composto diurético, auxiliando no combate à retenção de líquidos. “A propriedade diurética pode colaborar e desinchar o corpo, também ajudando na perda de peso”, conclui a especialista.

 

UMAMI

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento. Para saber mais, acesse o site www.portalumami.com.br.

 

Fonte: Imprensa | Comitê Umami (umamiteam@agenciarace.com.br) / nutricionista do Comitê Umami, Mariana Rosa

Imagem: Freepik

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Camellia sinensis#chá aquecido#chá verde#Dia do Chá#infusão de folhas silvestres