Criança no Colo: Os Riscos e Posições Certas!

Criança no Colo: Os Riscos e Posições Certas!

A maneira como se carrega o bebê é muito importante não apenas para as mães, que costumam ter dores na coluna, como também para as crianças, que, por estarem em fase de desenvolvimento, podem acabar com algumas lesões ou até mesmo dificultar o desenvolvimento adequado, isso sem contar que pode também influenciar no seu desenvolvimento emocional, porque se os pais não transmitem aconchego e segurança através da forma como carregam seus bebês, eles correm o risco de crescerem inseguros, além de estarem mais propícios a quedas.

 

Por conta da grande flexibilidade da coluna dos recém-nascidos, movimentos como sacudir ou chacoalhar podem causar sérias lesões e devem ser evitados. Nessa faixa etária dê preferência para carrega-los em carrinhos de bebê e em bebês conforto, mantendo a cabeça sempre apoiada. Sei que na prática isso não funciona muito bem, afinal os bebês,principalmente nessa fase, gostam de ficar no colo, né?! Porém vale dar um atenção especial e deixar os bebês o mais confortável possível, pelo menos na maior parte do dia, para não prejudicar a saúde da criança e nem a sua.

 

Crianca no Colo- Os Riscos e Posicoes Certas ask mi marina xando3

 

Na hora de carregar os bebê alguns cuidados são necessários. Uma forma de garantir essa proteção é sempre que sustenta-los na posição vertical, ter o cuidado de segurar a cabeça com uma das mãos. Atualmente muitas mães utilizam o sling para carrega-los, o que também é uma ótima alternativa inclusive para as crianças com mais idade. O único cuidado que devemos ter com as crianças menores é manter-se atento ao apoio da cabeça, quando o bebê ficar mais firme, a mãe já pode colocá-lo no colo normalmente ou utilizar o sling mantendo a cabeça livre para que ele possa ter maior visão.

 

Crianca no Colo- Os Riscos e Posicoes Certas ask mi marina xando3

 

No dia a dia alguns cuidados também devem ser tomados na hora de dar banho, colocar para dormir e até mesmo trocar o bebê. Isso vale tanto para a saúde da criança como das mães.

  • Na hora do banho, para que o bebê relaxe – e não escorregue –, é indicado o uso de um tapete antiderrapante na banheira. Ela deve estar na altura da barriga da mãe, para que não fique reclinada demais, forçando os ombros. Apoie a cabeça do bebê em um dos braços, deixando os pés e mãos dele livres. Ao virá-lo, segure-o pelo tronco e enxágue com a outra mão.
  • Tire-o da banheira com a toalha, embrulhe-o junto ao seu corpo, segurando-o pela bacia. Na correria, é comum trocar o bebê em cima da cama, mas isto não é o recomendado, porque a postura da mãe fica errada e pode causar dor nas costas. A melhor opção é usar sempre que possível o trocador.
  • Na hora de dormir é interessante reduzir os espaços do berço com almofadas quando o bebê tem até 6 meses. Elas vão acalmá-lo, aconchegá-lo e também servirão de apoio para as costas. Nunca se esqueça do travesseiro, assim a cabeça não fica pendente. Evite deixar o bebê de bruço, porque dessa forma, a cabeça e os braços ficam para trás, podendo prejudica-lo.

 

Crianca no Colo- Os Riscos e Posicoes Certas ask mi marina xando3

 

O alerta também fica para a saúde das mamães. Por isso separei algumas dicas para te ajudar a não desencadear dores na coluna por segurar o seu bebê de forma errada. Afinal com as mil atividades que temos que desenvolver carregando os nossos pequenos no colo é quase certo que, em um momento ou outro, iremos sofrer de dor nas costas.

  • A hora da amamentação pode ser a responsável por causar grandes dores na mãe, por isso, sempre escolha cadeiras com braços e encosto confortáveis. Coloque almofadas na parte inferior das costas e sente ereta. O bebê também deve ficar sobre uma almofada ou travesseiro no colo para aproxima-lo da mãe. Por fim apoie os pés em uma banqueta para elevar a altura dos joelhos.
  • Na hora de segurar o bebê em pé tente manter a coluna reta, sem projetar o quadril para frente e assim manter a região lombar alinhada. Muitas mães acabam desenvolvendo o hábito de colocar a barriga para frente e criar com ela um “banquinho” para o apoio do bebê e isso está errado. Essa postura favorece o relaxamento da musculatura abdominal, criando a famosa barriguinha que depois não conseguimos tirar e, principalmente, força a coluna lombar, ocasionando dores intensas com o passar dos meses.
  • Quando colocar o bebê em um assento do carro, primeiramente sente-se no banco do carro, perto da cadeirinha, com o bebê no colo ou dobre o joelho apoiando-o no banco do carro ao invés de tirar o bebê do seu colo enquanto você ainda está de pé do lado de fora.
  • Por fim, procure iniciar a prática de exercícios leves assim que seu médico liberar, mesmo que em períodos de 15 minutos. Vá aumentando gradativamente o tempo dos exercícios e o esforço físico. Atividades em água como hidroginástica e natação são uma boa opção.

 

Todo cuidado ainda é pouco com esses pequenos, mas o segredo está no sentimento. Se você for mãe, tia, dinda, avó ou amiga, tenha calma e confiança antes de pegar o bebê. Eles muitas vezes sentem quando você está incomodada ou chateada com alguma coisa. Relaxe. Embora seja importante ter o máximo de cuidado, os bebês não são tão frágeis quanto você pensa.

Fotos: Internet

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#colo#cuidados#dicas#filhos#maternidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *