Alergias na Infância!

Alergias na Infância!

Sempre me preocupei com alergias quando a Vivi nasceu, pois bebês são sensíveis e nós, pais e mães, temos que ficar atentos a qualquer sinal do bebê e da criança. Recebi essa sugestão de pauta e resolvi compartilhar com vocês!

 

 

Os especialistas da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) estão à disposição para esclarecer dúvidas sobre as principais alergias na infância no site (aqui).

 

Asma – Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), a asma atinge cerca de 235 milhões de pessoas em todo o planeta. Só no Brasil, a doença afeta aproximadamente 20% das crianças e adolescentes. Estudos apontam que a asma é responsável pela morte de dois milhões de pessoas no mundo.

Responsável pela quarta causa de internação e pela morte de duas mil pessoas por ano no Brasil, a asma é definida como uma obstrução brônquica, geralmente ocasionada por um processo inflamatório. A asma pode ser alérgica e não alérgica. A mais comum e que atinge principalmente as crianças é a asma alérgica, desencadeada pelos alérgenos inalantes como poeira, ácaros, fungos e pólen.

 

Rinite Alérgica – Não é contagiosa e os sintomas são crises de espirros, coriza clarinha, coceira no nariz (podendo atingir também os olhos, ouvidos e a garganta) e entupimento nasal.

Uma criança com pais alérgicos terá aumentada de 50% a 70% a chance de desenvolver uma doença respiratória, inclusive rinite alérgica. No Brasil, um estudo do International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC) mostrou frequência média de 12,5% de rinite entre crianças de 6 e 7 anos e de cerca de 20% em adolescentes com idades de 13 a 14 anos. A incidência progride até a adolescência, fase da vida em que pode afetar até 25% da população.

 

Dermatite Atópica – É mais comum na infância e cerca de 60% dos casos ocorrem no primeiro ano de vida, com melhora gradual até o final da infância. Caracteriza-se por um processo inflamatório da pele com períodos alternados de melhora e piora. Não é contagiosa, tem carácter genético, e, é comum preceder a asma e a rinite. Outros fatores podem desencadear a dermatite atópica, entre eles estão os alimentos, aeroalérgenos (ácaros, fungos, epitélio de animais), perfumes e suor.

 

Alergia Alimentar – No Brasil, não há estatísticas oficiais, porém, a prevalência parece se assemelhar à literatura internacional, que mostra cerca de 8% das crianças com até dois anos de idade sofrendo algum tipo de alergia alimentar.

Mais de 170 alimentos são considerados potencialmente alergênicos, apesar de uma pequena parcela deles ser responsável por um maior número de reações: leite, ovo, soja, trigo, amendoim, castanhas, peixes e frutos do mar.

Alergia alimentar é uma resposta exagerada do organismo a determinadas proteínas presentes nos alimentos. Envolve um mecanismo imunológico e tem apresentação clínica muito variável, com sintomas que podem surgir na pele, sistema gastrointestinal, respiratório e/ou cardiovascular. As reações podem ser leves, com simples coceira nos lábios, até mais graves, incluindo comprometimento de vários órgãos e potencial risco de óbito.

 

Slimes- Aparentemente inofensivo, pode ser desencadeador de reações irritativas e até alérgicas. Considerada uma reação química, a geleca leva ingredientes como bicarbonato de sódio, ácido bórico, cola branca ou de isopor e ainda pode ter a adição de espuma de barbear, xampu, sabão em pó e corantes.

O alergista e imunologista do Departamento Científico de Dermatite Atópica e de Contato da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), Dr. Nelson Guilherme Bastos Cordeiro, alerta para o perigo, especialmente em crianças, já que a fabricação do slime caseiro não tem concentrações padronizadas. Os resultados podem ser queimaduras químicas, irritação nos olhos e dermatites de contato por irritantes. “A queimadura, especialmente nas mãos, pode ser a reação mais grave por ação abrasiva causada pelo borato de sódio (bórax), explica Dr. Cordeiro.

“Existe ainda risco de reações alérgicas devido ao contato prolongado da criança ao brincar com o slime, expondo a pele mais sensível, nessa faixa etária, às substâncias com ph mais elevado (básico), com comprometimento de sua integridade. Dentre essas substâncias, destaca-se a metilisotiazolinona ou kathon CG encontrada em cosméticos, xampus, gel de barba, espuma de banho e amaciante de roupa, ingredientes muitas vezes utilizados na confecção do slime. Entretanto, não há relato de anafilaxia ou choque anafilático” explica o especialista em Alergia e Imunologia”.

 

Auxilio texto: Gengibre Comunicação / Patrícia de Andrade – patricia@gengibrecomunicacao.com.br / www.asbai.org.br

Imagem: https://www.vidaativa.pt/a/alergias-alimentares-mais-comuns-infancia/

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#alergia#cuidados#dicas#infância

Amenize os efeitos do clima seco na pele com dicas simples!

Amenize os efeitos do clima seco na pele com dicas simples!

Em tempos de temperatura alta e umidade baixa a pele mostra imediatamente sinais de desidratação. A especialista em Cosmetologia Avançada e Farmacologia Jackeline Alecrim explica que nessa época do ano a pele tende a perder mais água. “O clima seco contribui para o ressecamento da pele, e são esses fatores externos que fazem como que sinais de envelhecimento se tornem mais evidentes, daí a importância de redobrar os cuidados”.

 

A boa notícia é tratamentos simples amenizam os efeitos do clima e garantem que a pele continue bem cuidada apesar da estação.

 

 

Hidrate-se
O maior segredo para não sofrer é a água, que deve ser consumida com mais frequência nos períodos secos. “Nosso organismo é composto por, aproximadamente, 70% de água e, principalmente nesta época, é fundamental ter cuidado com a hidratação, sendo fundamental não apenas para a pele mas para todas as células do organismo, inclusive para a saúde do couro cabeludo”, explica Jackeline.

 

Proteja a pele
Com as alterações do clima, a rotina de cuidados também deve ser alterada. Proteger a pele é um cuidado essencial já que nesse período as barreiras naturais ficam comprometidas e o chamado manto hidrolipídico é alterado. O ideal é dar preferência a sabonetes neutros, tônicos suaves e líquidos. “Para nutrir profundamente a pele e prolongar a hidratação é recomendado o uso de óleos vegetais como o óleo de coco e extravirgem, que possui lipídios altamente biocompatíveis com a nossa pele, podendo ser usado logo após o banho, com a pele ainda úmida. Além disso, evite lavar excessivamente a pele, preservando assim, a proteção natural”, orienta.

 

Atenção especial aos lábios
Os lábios são extremamente suscetíveis ao ressecamento, já que nesta região não existem glândulas produtoras de suor ou oleosidade, por isso o primeiro sinal de ressecamento geralmente são sentidos nos lábios, que sofrem com as famigeradas rachaduras. “Como os lábios não possuem glândulas sebáceas como o resto do corpo, ficam mais sujeitos ao ressecamento. Por isso, opte por hidratantes labiais com vitamina E, pantenol e óleos vegetais, finaliza Jackeline.

Auxilio texto: Silvana Sousa (Correio Braziliense)
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#pele

Cuidados estéticos para o verão devem começar agora!

Cuidados estéticos para o verão devem começar agora!

O verão começa apenas em dezembro, mas não é só lá que devem começar os cuidados com o corpo. Dietas e tratamentos “milagrosos”, além de não recomendados, não causam o efeito esperado, frustrando muitas pessoas, pois, cuidar do corpo leva tempo. No entanto, existem diversos tratamentos e produtos eficazes na hora de conquistar o corpo e a pele desejados para essa estação.

Filtro Solar
As altas temperaturas, típicas do verão brasileiro, exigem medidas e cuidados com a pele. Pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) aponta que 6 milhões de brasileiros adultos não se protegem de forma alguma quando estão na praia, piscina, cachoeira, banho de rio ou lago, atividades típicas do verão. No entanto, usar o filtro solar é fundamental. Assim, o Sun Science, conhecido como o filtro solar do futuro, surge como um protetor solar multifatorial, que protege por 12 horas, abrangendo toda a incidência solar e espectros eletromagnéticos/digitais/ambientais. Além de possuir uma ampla proteção UVA e UVB que protege contra os efeitos nocivos do sol também atua contra a radiação nociva de luzes de aparelhos eletrônicos, raios infravermelhos e da poluição do dia a dia. O filtro solar também agrega diversos benefícios como ação antiglicante, antioxidante e hidratante, além de melhorar a oxigenação das células.

 

O Sun Science conta com outros benefícios: proteção ao DNA celular, aumenta a elasticidade da pele e seu efeito barreira reduz rugas e sulcos superficiais e ainda tem um efeito detoxificante profundo. Deve ser aplicado na pele limpa e seca, por todo rosto e corpo, espalhando uma camada uniforme antes de se expor ao sol. Seu toque é seco, e seu efeito final é aveludado e mate. Reaplicar após longa permanência na água ou transpiração excessiva ou ainda tão frequentemente quando necessário. Também, é indicado para todos os tipos de pele!

 

Peeling facial
Muitos ainda acreditam que o peeling não pode ser aplicado no verão, porém, isso é um mito. O procedimento faz uma abrasão das camadas da pele com a finalidade de remover células mortas. Dessa forma, suaviza marcas de expressão, clareia manchas e auxilia na diminuição das cicatrizes de acne.
Há peelings compatíveis com a época mais solar do ano!

 

Placenta Power Electric Serum é um peeling facial químico e enzimático com ação iluminadora, clareadora e rejuvenescedora. Conta com minerais biotecnológicos, que promovem a bioeletricidade cutânea, e bioplacenta com alta concentração de elementos biológicos essenciais. Além disso, estimula a produção de colágeno e elastina e proporciona firmeza e elasticidade cutânea, melhorando o consumo de oxigênio das células epiteliais, aumentando e estimulando o processo metabólico celular. É um produto formulado para uso associativo em terapias fotodinâmicas com leds e laser de baixa potência. Pode ser utilizado no rosto, pescoço e colo e sua aplicação pode ser feita semanalmente durante qualquer época do ano, inclusive no verão.

 

Tratamentos corporais
Com o corpo mais à mostra, além do protetor solar, que é essencial, também é preciso manter a pele hidratada e nutrida. Para isso, uma excelente dica é usar o creme hidratante para o corpo Revival Body, que promove a nutrição e oxigenação da pele, proporcionando hidratação de longa duração. Também ajuda a prevenir o surgimento de estrias e favorece uma hidratação em profundidade cutânea e a longo prazo. O produto de uso diário ainda estimula a renovação celular, combatendo os radicais livres e promovendo uma significativa melhora na elasticidade e firmeza da pele.

 

Cabelos
No verão, é comum as pessoas irem mais em piscinas, mares e lagos. Isso pode ser muito prejudicial para os cabelos em função da exposição ao cloro de piscinas, sal do mar e, principalmente, o sol. Desse modo, é muito importante ter cuidados diários para que os cabelos continuem hidratados e bonitos. O Hair Protection é um filtro solar para os cabelos que protege contra a radiação solar, possui ação hidratante, reestrutura as fibras e, também, é siliconado. Por isso, atua como um excelente reparador de pontas. Sua fórmula permite a formação de uma barreira de proteção contra o sal presente na água. Também pode ser usado com prancha antes e depois da escova. O uso contínuo proporciona hidratação, maciez e ainda melhora a textura do fio. O produto deve ser usado antes da exposição ao sol.

 

Estética íntima
Como no verão, as pessoas ficam com o corpo mais à mostra, é muito comum que elas queiram acabar com manchas em locais como axilas, cotovelos, joelhos, virilha e região íntima. Essas áreas do corpo também necessitam de cuidados mais especiais devido às suas características como pele mais fina e tendência à flacidez, por isso, a chamada estética íntima é muito importante. Em um tratamento, a pele é sempre vista como um todo e nunca como apenas um aspecto. Dessa maneira, para poder padronizar e uniformizar a pele para receber o tratamento e que este possa ser bem recebido, ela deve estar totalmente equilibrada, o que inclui hidratação, nutrição, ação antiglicante, antioxidante e nutritiva. Tudo isso está contemplado na linha de tratamento íntimo da Adélia Mendonça Cosméticos, o Intimate NanoCare, que oferece à pele um tratamento de uma forma globalizada.

 

Cuidados
Para se ter uma pele saudável no verão, é preciso ter alguns pilares básicos de tratamento, divididos em higienização, tonificação, dermocorreção e fotoproteção. Além disso, para o melhor aproveitamento de dermocosméticos, deve-se utilizar produtos direcionados para o seu tipo de pele e os cuidados devem ser feitos tanto em casa quanto na clínica de estética.

 

Sobre Adélia Mendonça
Adélia Mendonça atua na área de estética há mais de 40 anos. Começou a se dedicar aos estudos em cosmetologia a partir de um problema estético pessoal para o qual não conseguia encontrar solução. Possui especialização em Estética Facial Corretiva, realizada em Buenos Aires (Argentina), e já participou de pesquisas na Europa, Estados Unidos e América do Sul. Fundou seu próprio laboratório, a Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça, para aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo de seus anos de estudos. Desde então, desenvolve dermocosméticos de alta performance, sendo pioneira no Brasil nas áreas de estética íntima e skincare de alto percentual ativo, também atuando com estética corporal, capilar e facial.

 

Auxilio texto: Rodrigo Carvalho – (rodrigo@carvalhoassessoria.com)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#pele#verão

Por que você não deve utilizar qualquer sabonete no rosto?

Por que você não deve utilizar qualquer sabonete no rosto?

Você sabe o que é filme hidrolipídico? É a mistura entre lipídeos, cerâmicas e líquidos, que juntos formam uma camada de proteção na pele do nosso rosto, nos protegendo contra microrganismos e auxiliando na preservação da água da camada córnea, o que mantém a hidratação. A pele do rosto costuma ser mais sensível que a de outras regiões do corpo, por isso requer alguns cuidados quando falamos da sua limpeza.

 

 

A grande maioria não sabe, mas o sabonete comum, quando utilizado para limpeza do rosto pode deixá-lo desprotegido e até irritado. “Quando utilizamos o sabonete em barra comum – que normalmente possui fórmula um pouco mais agressiva – para a limpeza do nosso rosto, o filme hidrolipídico acaba ficando comprometido, o que deixa a pele mais sensível e desprotegida, podendo causar sensibilidade e até irritações”, explica a esteticista Ângela Coelho.

 

Segundo a esteticista, em peles oleosas, por exemplo, essa limpeza inadequada pode causar um efeito rebote e aumentar a produção de sedo, o que propicia o surgimento de acnes e a obstrução dos poros. Já nas peles secas, a perda da proteção deixa a pele ainda mais ressecada e pode levar ao aparecimento de linhas de expressão. Além disso, o PH da pele do nosso rosto é diferente do resto do corpo, o que faz com que precise de ainda mais cuidado.

 

A limpeza correta do nosso rosto faz com que a nossa pele se mantenha bonita e saudável. O primeiro passo para evitar esse tipo de problema é escolher o sabonete ideal para o seu tipo de pele, que vai atender adequadamente as suas necessidades. “Na dúvida sobre o seu tipo de pele e em quais produtos investir, invista em um sabonete com PH neutro – pode ser sabonete de bebê, que na embalagem esteja identificado como PH Neutro, PH 7 ou PH balanceado – , pois esse PH é compatível com a pele do rosto”, completa.

 

Além do sabonete, existem algumas dicas e produtos que vão auxiliar no cuidado com o rosto. Use tônicos e hidratantes, mesmo tendo a pele oleosa; todas precisam de hidratação. Evite colocar a mão no rosto, ela costuma estar cheia de micro-organismos que podem contaminar a pele. Procure produtos com fórmulas livres de parabenos, álcool e corantes. E lembre-se: a hidratação da pele ocorre principalmente de dentro para fora, então tomar água é essencial para que os cremes hidratantes façam o efeito de criar uma barreira na pele que impede a perda de água excessiva.

 

Sabonetes e os tipos de pele

Pele normal: É a pele equilibrada, então um sabonete suave com propriedades hidratantes é o suficiente. Ativos como Aloe Vera, Extrato de Calêndula, Extrato de Ginseng, Extrato de Maracujá e Argila branca são ótimos para esse tipo de pele.

Pele oleosa: É uma pele que possui um desequilíbrio na glândula sebácea e na glândula sudorípara, o que causa uma maior produção de óleo e de água. Apesar de oleosa, ela pode apresentar algumas zonas de ressecamento. Nessas áreas, o sabonete não deve ser usado, já que ele possui propriedades secativas. Produtos com ácido salicílico, erva doce, melaleuca, hamamelis e argila verde são boas opções e possuem ação sebo reguladora.

Pele seca: É uma pele que possui um desequilíbrio na glândula sebácea e na glândula sudorípara, e, diferente da pele oleosa, a seca tem pouca produção de óleo e de água. O ideal aqui é usar sabonetes que tenham ativos com propriedades hidratantes, como: Extrato de Aveia, Extrato de Melissa, Óleo de Framboesa e Argila amarela.

Pele Mista: Este tipo de pele possui regiões com maior produção de lipídeos (normalmente na zona T), e alterna regiões secas e normais. Sabonetes com ativos como Extrato de hortelã e extrato de alecrim são excelentes opções.

*Peles Masculinas: Os ativos são os mesmos, porém usados em concentrações diferentes, já que a pele dos homens geralmente tem maior produção de sebo e costuma ser mais resistente.

 

Auxilio texto: Bruna Bozza (bruna.bozza@reversacomunicacao.com.br) e esteticista Ângela Coelho.

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#Marina Xandó#pele#sabonete

Dicas para planejar a viagem de férias de final do ano com economia de 30%!

Dicas para planejar a viagem de férias de final do ano com economia de 30%!

Faltam menos de 3 meses para o final do ano e muitos brasileiros já estão planejando as festas de natal e reveillon. Para quem quer viajar, comprar com antecedência é uma das principais dicas para conseguir passagens e pacotes mais baratos. O fim do ano é considerado alta temporada e, portanto, uma das épocas mais caras para viajar. Porém, com planejamento e ajuda da tecnologia é possível realizar uma viagem com ótimo custo-benefício.

 

Para economizar é preciso levar em conta, além da temporada, o destino e o deslocamento. De acordo com o buscador de passagens TurismoCity (www.turismocity.com.br), plataforma que reúne, compara e envia em primeira mão aos usuários voos disponíveis e passagens aéreas promocionais para diversos destinos, comprar com antecedência pode garantir uma boa economia.

 

“Para destinos nacionais, comprar com antecedência de aproximadamente 2 meses da data é uma maneira de encontrar passagens com preços mais baratos. Usar buscador de voos e personalizar alarmes de buscas também são dicas importantes para encontrar preços baixos. O TurismoCity, por exemplo, atua por meio de inteligência artificial e permite que os viajantes tenham uma economia de 30%”, explica comenta Paula Rebouças, country manager da empresa.

 

 

A especialista listou 3 dicas para quem está planejando uma viagem no final do ano. Confira:

Limpe os cookies do PC e troque de navegador

Quando estiver pesquisando uma passagem é possível notar que quanto mais procuramos, mais promoções, anúncios e até e-mail marketing começamos a receber. Isto acontece por conta dos cookies, arquivos temporários que ficam no computador a cada busca feita de passagem ou qualquer outra busca. Para conseguir passagens mais atrativas, uma dica é limpar estes arquivos do navegador antes das buscas. Outra opção é utilizar uma nova janela oculta do navegador, que mostrará uma busca inédita, sem levar em conta o seu histórico nas redes.

Utilize comparadores de preços

Preços no final do ano podem subir mais de 15%. Antes de comprar uma passagem, uma dica de economia é usar um buscador de voos para comparar os preços disponíveis no mercado.  O Turismocity, por exemplo, reúne, compara e envia em primeira mão aos usuários voos disponíveis e passagens aéreas promocionais para diversos destinos. Também ajuda os usuários a decidir quando e para onde viajar, além de criar alertas para um destino específico e faixa de preço. Usuários cadastrados no site recebem ainda as ofertas mais relevantes para o seu perfil em seu e-mail. Ao escolher a promoção, o usuário é direcionado para o site do parceiro onde realiza a compra diretamente.

Consulte as datas com antecedência

O ideal é sempre fazer uma pesquisa com base no seu destino. Por exemplo, viajar no verão para o nordeste é mais caro do que no inverno. Uma dica é verificar as possíveis datas que podem deixar as viagens mais baratas. Até mesmo em feriados prolongados, por exemplo, é possível encontrar boas opções se a consulta for feita antecipadamente. Essa pesquisa pode ser feita de um a dois meses antes da data prevista, para se certificar das oscilações dos valores na semana que está viajando e também o mês.

Auxilio texto: Paula Rebouças, country manager da TurismoCity / Mariah de Freitas – Agência NoAr (mariah@comuniquese1.com.br)

Imagem: https://www.conexaosegurosunimed.com.br

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#dicas#férias#final de ano#Marina Xandó#travel#TurismoCity#Viagem#viagens#viajar