Queimadura de sol, dermatologista explica o que fazer!

Queimadura de sol, dermatologista explica o que fazer!

A queimadura solar é caracterizada por uma inflamação que pode apresentar-se como mancha avermelhada ou mesmo bolhas no local acometido. Seus sintomas são dor, queimação, ardência, pinicamento, mudança de textura da pele e, às vezes, bolhas. O aparecimento delas está ligado à profundidade e à gravidade da queimadura.

Dra. Maria Paula Del Nero da Sociedade Brasileira de Dermatologia explica que as queimaduras de sol são classificadas em três graus: queimaduras de sol de primeiro grau- atingem a camada mais superficial da pele (a epiderme); quando ocorrem, causam avermelhamento (mancha escura). Queimaduras de sol de segundo grau – atingem a epiderme e parte da derme mais profunda. É comum que a pessoa sinta dor, tenha inchaço e que forme quase bolha ou bolha superficial. E as queimaduras de sol de terceiro grau- atingem a camada mais profunda da pele. Esse caso é o mais grave com formação de bolhas e exigem tratamento/cuidados médicos especiais.

Dra. Maria Paula elenca o que fazer nos casos de queimadura de primeiro e segundo grau:

1-Lave a pele com água mais fresca;

2- Borrife água termal ou faça compressa com chá de camomila gelado;

3- Aplique cremes calmantes indicados por seu dermatologista.” Prefiro cremes que tirem o vermelhão e a ardência mas que não são corticoide.” Completa a médica.

4-Aplique cremes cicatrizantes (também indicados por dermatologista) para evitar que se forme bolhas;

5-Use um filtro solar mais potente e lembre-se de reaplicar se for se expor novamente ao sol;

6- Comecei a descascar?! A dermatologista indica não puxar a pele solta! “A troca da superfície danificada por uma nova é mais sensível e deve ocorrer de forma natural para evitar marcas”, explica. Esfolie a região levemente até duas vezes por semana e capriche na hidratação do corpo.
Fonte: Michelly Update Comunicação (michelly@updatecomunicacao.com.br) / Dra. Maria Paula Del Nero da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dermatologia#dermatologista#dicas#pele#Queimadura de sol#sol#verão

Cuidados com os cabelos no verão!

Cuidados com os cabelos no verão!

O verão chegou! Agora é tempo de pegar um sol, ir à praia, tomar um banho de piscina e ganhar uma corzinha. No entanto, neste período é essencial lembrar da importância de se proteger contra os raios solares, mas quando falo desse assunto, não me refiro somente a pele, pois os cabelos também precisam de cuidados durante essa época. Ao longo da estação mais quente do ano, os fios são submetidos a altas temperaturas, vento constante, sal marinho e cloro de piscinas. E quase sempre, o resultado de tudo isso são cabelos ressecados, quebradiços e carentes de uma boa hidratação e nutrição.

“O principal oponente a ser observado é o sol. Digo isso porque no verão temos a tendência a nos expor um pouco mais aos raios solares, o que não é totalmente errado, pois esse ato é importante para que os nossos corpos obtenham maiores níveis de vitamina D. Ela ajuda a aperfeiçoar o funcionamento do organismo e estimula o crescimento saudável dos fios. Entretanto, se essa exposição ocorrer de forma exacerbada e desprotegida, pode ocasionar prejuízos a pele e aos cabelos. Além de causar o câncer de pele, a radiação solar pode destruir e oxidar os fios, pois impulsiona a perda de queratina”, alerta a hairstylist, visagista e proprietária do salão de beleza Maison Rocha, Rosângela Rocha.

Para prevenir estes problemas, a dica é fazer atividades ao ar livre ou ir à praia, preferencialmente, entre os horários da manhã até as 10h e a tarde após as 16h, sempre fazendo o uso de bonés ou chapéus. “É indispensável a utilização do filtro solar na pele e a aplicação de um bom leave-in nos cabelos. O produto para os fios também deve conter fator de proteção contra os raios UVB e UVA. Ele não só evita que o sol provoque danos as madeixas, como hidrata e neutraliza a ação nociva do sal marinho”, recomenda.

Outro comportamento que pode fragilizar os cabelos e que ganha grande espaço em tempos mais quentes é o costume de lavar os fios diariamente. “Não indico este tipo de prática rotineiramente, pois em alguns casos, pode levar a remoção total da oleosidade natural das hastes capilares. No entanto, sei que a higienização é necessária para retirar os resquícios de sal, cloro e suor do couro cabeludo. Então indico o uso de shampoos mais suaves e sem sulfato”, destaca Rosângela.

Para fugir de dores de cabeça futuras e chegar ao final da temporada com os cabelos saudáveis, fortes e com brilho também é recomendável que as pessoas invistam em hidratações e sempre lavem os fios em água corrente ou mineral após a realização de mergulhos. “Ao chegar em casa, já que está calor, aposte em banhos frios, pois a água quente resseca os fios. Depois da higienização, separe uns dez minutos por semana e faça um banho de creme para restaurar as madeixas da exposição a agentes danosos. Outra conduta que deve ser evitada é o uso de secadores e chapinhas. Os cabelos nessa etapa do ano, já sofrem com diversas agressões, seria interessante não os submeter a outros processos lesivos. No mais, aproveite o verão e seja feliz”, conclui.

 

 

Fonte: Rosângela Rocha, hairstylist, visagista e proprietária do salão de beleza Maison Rocha; Luana Moreira  (luana.moreira@navescoelhocomunicacao.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cabelo#cuidados#hair#hairstylist#Leave-in#verão#visagista

Como manter a motivação e o foco na prática de atividade física em 2021!

Como manter a motivação e o foco na prática de atividade física em 2021!

Entra ano, sai ano, o item “praticar exercícios” continua na lista de resoluções de muitas pessoas. Se no início o comprometimento é alto, ao longo dos meses é comum ir perdendo o gás e abrir mão do compromisso de manter a rotina de exercícios. Para ajudar a continuar com o foco na prática de atividades física, a TotalPass separou 4 dicas que podem mudar a forma de ver o exercício e incentivar a integração dele no dia a dia:

– Busque atividades que te gerem prazer

Não é todo mundo que gosta de musculação ou de esportes. A sorte é que existem outras atividades que podem gerar o desenvolvimento físico e a melhora da saúde. Quando encontramos uma prática que nos dá prazer, a chance de mantê-la na nossa vida é maior. Por isso, se proponha a experimentar modalidades novas, uma delas pode te surpreender e se encaixar com aquilo que você estava buscando. Dança, yoga, tecido de circo, natação, pilates, treino funcional, indoor cyrcle são algumas das opções diferentes da tradicional musculação. Permita-se conhecê-las!

– Encontre um parceiro de treino

Tem dias que não é fácil encontrar motivação sozinho. Para isso, ter alguém que compartilhe do mesmo desejo de se exercitar e que também leve a sério essa meta pode ser um diferencial e servir de impulso para não desanimar. Crie uma rotina de exercícios juntos, definindo uma frequência de treinos e de horários. Dessa forma, ambos podem se motivar a cumprir esse compromisso.

– Tenha uma série de exercícios que possa ser feita em casa

Se a vontade de ir até a academia ou ao estúdio de treinamento não aparecer, opte por treinar em casa. Hoje, há plataformas que oferecem treinos on-line guiados por profissionais, como o TP Plus. São séries de movimentos que podem ser feitas sem a necessidade de aparelhos ou outros materiais. É importante escolher exercícios adequados e se atentar a forma de execução de cada um deles, por isso busque sempre os que são recomendados pelos educadores físicos e especialistas da área.

– Veja o exercício como algo que vai além da estética

A prática de atividade física não deve ser motivada somente pelos benefícios que traz para a aparência. Quando olhamos para o exercício como algo que faz bem tanto para nossa saúde quanto para nossa mente, ele ganha um outro significado. A prática de atividade pode ser aquele momento para cuidar de si mesmo e complementar sua lista de rituais de autocuidado. Ver o exercício dessa forma pode te impulsionar a mantê-lo em sua rotina.

Para conhecer mais sobre a TotalPass e as opções de treinos on-line, acesse: https://www.totalpass.com.br/br/principal

Sobre a TotalPass

A TotalPass é um benefício corporativo de atividade física que oferece as melhores academias do país à colaboradores de empresas parceiras. Nesse grupo, são contempladas toda a rede Smart Fit e Bio Ritmo, além de estúdios especializados em corrida, boxe, yoga, ciclismo, treinos funcionais coletivos e desenvolvimento muscular. Os beneficiários da TotalPass tem acesso a mais de 1000 academias, incluindo as principais unidades da rede. Entre os clientes estão Uber, Cabify, Nubank, Amaro, Riachuelo, Prevent Senior, Azul, Gol e GPA.
Fonte: Carolina Amaral (carol@dfreire.com.br)
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#atividade fisica#Dança#esportes#indoor cyrcle#manter a motivação#musculação#natação#pilates#tecido de circo#treino funcional#yoga

5 dicas para perder peso sem diminuir a imunidade!

5 dicas para perder peso sem diminuir a imunidade!
Durante o confinamento muitas pessoas ganharam uns quilinhos. Além disso, ficaram estressadas e ansiosas. Para perder peso e diminuir os efeitos do distanciamento na saúde mental, é aconselhável praticar exercícios físicos.
“O exercício físico pode desempenhar um papel na neutralização dos efeitos negativos do isolamento e do estresse de confinamento sobre a competência imunológica na população”, explica o professor de Educação Física e ex-Casa dos Artistas, Marcelo Mathias.
Estudos clínicos e translacionais em humanos demonstraram que exercícios regulares de curta duração (ou seja, 45-60 min) e exercícios de intensidade moderada realizados pelo menos 3 vezes por semana são benéficos para a resposta imunológica, particularmente em idosos e pessoas com doenças crônicas.
“Nesta pandemia,  ficar em casa sem praticar algum exercício, extrapolando na comida pode ser propício para um ganho extra de  peso. Por isso, Mathias deu 5 dicas para você não engordar e até emagrecer, mantendo uma boa imunidade:
➡️Escolha seus alimentos; opte pelos menos calóricos; saladas são uma boa opção, pois causam  saciação.
➡️Organize seus horários de alimentação; não coma fora de hora e  beba muita água.
➡️Faça exercícios físicos, mesmo estando em casa. Pode ser uma caminhada de 30 min.
➡️Não fique horas no celular, escolha um bom livro e pratique a leitura.
➡️Deite cedo; durma bem; acorde cedo.
“Praticando estas 5 dicas, você não ganhará peso e ainda poderá  emagrecer saudavelmente, melhorando sua qualidade de vida”, destaca.
Fonte: Marcelo Mathias, Professor de Educação Física / Thiago Martins (thiago@vhassessoria.com.br)
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#alimentação#exercícios físicos#imunidade#perder peso

Verão 2021: cabelos tingidos precisam de cuidados extras na estação!

Verão 2021: cabelos tingidos precisam de cuidados extras na estação!
O verão está aí e não é só a pele que precisa de proteção solar, viu? Nossos cabelos também são sensíveis e precisam de cuidados especiais nessa época do ano, especialmente os tingidos.
O meu cabelo faço apenas luzes, então preciso cuidar também.
A tricologista Viviane Coutinho explica que os fios com tintura podem ficar manchados ao serem expostos muito tempo ao sol. “Os raios solares podem causar uma maior degradação, modificando a coloração atual do cabelo tingido”, afirma.
A mesma situação acontece quando a pessoa vai à piscina com frequência. Não é raro os cabelos de tons mais claros ficarem esverdeados em contato com a água da piscina, que geralmente recebe sulfato de cobre em seu tratamento.
“Não existe um perigo maior para os cabelos mais claros ou mais escuros. Na verdade, esse tipo de alteração pode ocorrer em qualquer tom, porém os mais claros às vezes ficam mais evidenciados”, explica.
Para proteger as madeixas e o couro cabeludo nessa época do ano, não tem segredo. “O uso de um bom chapéu já ajuda bastante. Hoje, encontramos opções com filtro solar e modelos mais arejados”, indica a especialista. “Além disso, alguns produtos finalizadores ocasionam uma oclusão na fibra, diminuindo os riscos de degradação, além de mantê-los mais condicionados.”
É saudável clarear os fios com exposição ao sol?
Há quem utilize o sol para mudar a coloração do cabelo, clareando os fios naturais através da exposição. De fato, os raios solares têm esse efeito clareador. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, essa “técnica” não é nada saudável.
Segundo Viviane, a mesma linha de raciocínio de exposição da pele precisa ser pensada sobre a exposição dos fios. “Muitas pessoas gostam da famosa marquinha de biquíni, mas a exposição excessiva ao sol, principalmente nos horários em que os raios solares estão mais fortes, entre as 10h e 16h, aceleram o processo de envelhecimento da pele. Com o cabelo, acontece a mesma coisa”, afirma.
“O sol pode causar essa degradação, diferenciando o tom do cabelo para o mais claro, porém de uma forma não saudável. Assim como nos preocupamos com a proteção da nossa pele no verão, o ideal também é adotarmos essa filosofia de retardar o desgaste dos fios”, completa a tricologista.
Fonte: Viviane Coutinho, tricologista e especialista no fios capilares
Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cabelo#couro cabeludo#cuidados#exposição ao sol#fios#madeixas#proteção solar