Dermocosméticos agregam cuidados c/ a pele p/ além da beleza!

Dermocosméticos agregam cuidados c/ a pele p/ além da beleza!

Maior órgão do corpo humano, a pele desempenha um papel fundamental no organismo, pois influencia diretamente na saúde e no bem-estar. A ADCOS Dermocosméticos, a partir de formulações próprias desenvolvidas por farmacêuticos e dermatologistas, possui mais de 200 produtos pensados especificamente para a pele e o clima brasileiro.

Manter uma rotina de cuidados não apenas contribui para a parte estética, como também previne uma série de problemas, como acne, ressecamento, rugas precoces e, até mesmo, câncer de pele. Este último tópico, conforme destaca o franqueado da ADCOS Dermocosméticos Criciúma, Lucas Pagano, é a maior causa da marca. “Somos comprometidos com a prevenção. Por isso, buscamos sempre conscientizar o público sobre importância e formas de proteção”, complementa.

 

 

Atendimento personalizado

Um dos diferenciais da marca está no atendimento. Chamados de dermoconsultores, os clientes são recebidos por profissionais altamente capacitados, que oferecem orientação personalizada e especializada em cuidados com a pele.

Essa abordagem exclusiva garante que cada indivíduo receba uma experiência única e adaptada às suas necessidades.

Cuidado para peles brasileiras

Seja nas linhas faciais ou corporais, os produtos são pensados para se adequarem à maior variedade de peles. Por isso, são produzidos com ingredientes biocompatíveis e possuem ampla gama de texturas e tonalidades. “Oferecemos aos consumidores o que há de mais atual no ramo da cosmetologia. A ADCOS possui mais de 30 anos de atuação no setor, sempre desenvolvendo produtos inovadores que aliam saúde e beleza”, reforça Pagano.

Desta forma, saindo do tradicional, os produtos da ADCOS combinam ingredientes cosméticos com medicamentos, como o ácido hialurônico para rejuvenescimento da pele. Essas formulações representam uma abordagem abrangente, que vai além da superfície, para tratar problemas subjacentes. “Esse olhar atencioso para a nossa pele é muito mais do que vaidade. Ao seguir uma rotina de cuidados adequada, podemos não apenas melhorar a aparência, mas também promover sua saúde a longo prazo”, evidencia o franqueado da ADCOS Dermocosméticos.

Diversas linhas

Para se adequar às mais diferentes rotinas e necessidades, a marca possui linhas que vão desde a parte facial, corporal e capilar, até outras voltadas para proteção solar, vitamina C, anti-idade e cuidados com a pele. Com formulações inovadoras e ingredientes de alta qualidade, os produtos oferecem soluções eficazes para uma ampla gama de preocupações com a pele, desde hidratação e limpeza até tratamentos específicos para problemas dermatológicos.

Fonte: Expressio Comunicação Humanizada (sistemas@comuniquese4.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#ADCOS Dermocosméticos#anti-idade#cosméticos com medicamentos#cuidados com a pele#proteção solar#vitamina C

Vermelhidão no rosto!

Vermelhidão no rosto!

Quem tem pele sensível já está acostumado: de tempos em tempos, um teste de produto ou uma nova técnica de skincare podem acabar deixando uma sensação de desconforto no rosto por alguns dias. Mas você sabia que a vermelhidão persistente no rosto, muitas vezes associada à irritação da pele, pode ser sintoma de uma doença inflamatória? A rosácea, que afeta até 10% da população, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), é uma condição crônica cuja principal característica é a vermelhidão na região central do rosto.

Abril é o mês de conscientização mundial sobre a doença, que afeta principalmente mulheres a partir dos 30 anos e é comumente confundida com outros problemas, como a acne – por isso, apenas um dermatologista pode diagnosticar e indicar o melhor tratamento.

Para marcar a data e ajudar a disseminar o conhecimento sobre a rosácea, Profuse, marca de dermocosmético do Aché Laboratórios, convidou a dermatologista Thatiana Hadlich Blumenberg para dar dicas de como montar uma rotina de skincare para quem sofre com ela.

 

 

“A pele com rosácea é extremamente sensível a produtos químicos e físicos como sabões, higienizadores alcoólicos, adstringentes, abrasivos e peelings, além de ser seca. Por isso, é necessário usar produtos adequados para peles sensíveis, com ativos que equilibram e reforçam a barreira de proteção da pele. Ácidos mais agressivos, como retinóico e glicólico, principalmente em altas concentrações, devem ser evitados”, explica.

A recomendação é usar géis de limpeza sem sabão. Uma alternativa são aqueles com tecnologia Syndet, que higieniza a pele sem agredir. Na hora da hidratação, vale apostar em ativos como ácido hialurônico, ceramidas e niacinamida, que hidratam e fortalecem a barreira cutânea.

Para proteção solar, é essencial escolher produtos com alta proteção contra os raios UVA e UVB, já que a exposição ao sol é um dos fatores que podem piorar o quadro inflamatório. Produtos com cor ajudam a reforçar a proteção.

A médica explica que, embora adequar o skincare seja essencial para controlar o problema, alguns hábitos do cotidiano também podem agravar o quadro. “Bebidas alcoólicas, vento, frio, ingestão de alimentos quentes e atividades que aumentam a vasodilatação, como exercícios físicos e banhos quentes, e o estresse podem piorar a rosácea”, afirma.

Vale lembrar que, além da vermelhidão (eritema) na região central do rosto, os sintomas da doença incluem o surgimento de telangiectasias, os vasos finos popularmente conhecidos como vasinhos, pápulas e pústulas, que lembram acne e podem evoluir para edemas e nódulos.

O tratamento pode incluir o uso de medicamentos tópicos e orais que devem ser prescritos apenas por um dermatologista.

A dermatologista ressalta ainda que, mesmo que a rosácea seja mais comum entre as mulheres, sendo que 30% das que foram diagnosticadas já possuem histórico na família, os homens também podem ter a doença. “Neles, o quadro tende a ser mais grave, evoluindo continuamente com rinofima, que é o aumento gradual do nariz por espessamento e dilatação dos folículos”, diz.

Saiba mais sobre Profuse pelo site: Site

Fonte: 2PRÓ Comunicação / Giuliana Vallone – giuliana܂vallone@2pro܂com܂br

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#doença inflamatória#pele sensível#sintoma#sintoma de doença inflamatória#Vermelhidão no rosto

Dor crônica é a nova epidemia!

Dor crônica é a nova epidemia!

Um estudo recente feito por pesquisadores ligados à Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (Sbed) revela: 45,59% da população brasileira sofre de algum tipo de dor crônica, e ainda de acordo com a SBED, quase a metade das pessoas que relataram dores crônicas, sofrem de alguma doença ligada a problemas reumáticos, ou mesmo dor nas articulações.

As dores crônicas ligadas à problemas reumáticos costumam se manifestar ou se intensificar mais em pessoas com mais de 50 anos de idade, mas há casos em que até mesmo adolescentes relatam algum tipo de dor crônica, como artrite reumatoide, artrose, lombalgia, dores musculares ou fibromialgia, entre outras.

EPIDEMIA MUNDIAL

A pesquisa da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor chega a afirmar que a dor crônica já é considerada uma epidemia mundial. Os resultados de outras pesquisas feitas pelo mundo confirmam a tendência de epidemia. De acordo com o periódico Journal of the Americam Medical Association, um estudo recente analisou os dados de meio milhão de pessoas nos Estados Unidos, que afirmaram sofrer de algum tipo de dor crônica. Com os resultados os médicos apontaram como as principais causas das dores, problemas como noites mal dormidas, alto nível de estresse, falta de atividade física e má alimentação, entre outras.

 

 

Também com base nos estudos, os autores sugerem 7 maneiras de prevenir e até mesmo eliminar as dores crônicas. São eles:

1 – Manter um peso saudável

O excesso de peso é um fator de risco para muitas causas de dor crônica, como artrite, dor lombar e dor muscular.

2 – Realizar atividades físicas regulares

Atividades físicas regulares ajudam a fortalecer os músculos e as articulações, o que pode ajudar a prevenir lesões e dor.

3 – Evitar atividades que causem estresse nas articulações

Atividades que causam estresse nas articulações, como levantar pesos pesados ou praticar esportes de impacto, podem aumentar o risco de lesões e dor.

4 – Manter a boa postura

Manter a boa postura ajuda a reduzir o estresse nas articulações.

5 – Gerenciar o estresse

O estresse pode aumentar a sensibilidade à dor.

6 – Ter uma dieta saudável

Uma dieta saudável ajuda a manter um peso saudável e fornece nutrientes essenciais para a saúde das articulações.

7 – Adotar um tratamento à base de produtos 100% naturais

Evite remédios, que além de terem efeitos de pouca duração, ainda causam dependência e geram uma série de efeitos colaterais.

Fotos: Freepik / João Almeida (sistemas@mailingimprensa.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cuidados#dicas#saude

Saiba como proteger e cuidar dos cabelos durante os dias muito quentes!

Saiba como proteger e cuidar dos cabelos durante os dias muito quentes!

Durante os dias mais quentes, é necessários proteger e cuidar dos cabelos. Marcella Dias, hairstylist e sócia do Mega Studio Be Emotion, elenca cuidados especiais para manter a saúde e beleza dos fios durante esse período.

 

 

“Assim como qualquer parte do corpo, os cabelos também necessitam de atenção extra, principalmente durante períodos de temperaturas extremas. Sem esses cuidados, eles podem ficar com a raiz oleosa e as pontas ressecadas, além de quebradiços, opacos, com frizz acentuado e, até mesmo, cheios de caspa, devido ao suor causado pelo calor”, explica Marcella Dias, hairstylist e sócia do Mega Studio Be Emotion, rede de salões de beleza de São Paulo que tem como foco democratizar a beleza com qualidade e preços acessíveis. Então, pensando nisso, a especialista compartilha algumas recomendações valiosas sobre como cuidar das madeixas durante os dias de calor intenso. Confira, a seguir, quais são elas:

 

1. Redobre a hidratação

Em dias mais quentes, para aliviar o calor, é comum que muitos optem por ir à praia ou à piscina. Porém, segundo a especialista, é preciso ficar atento, pois a água salgada do mar e do cloro, além do sol e do suor retiram a hidratação dos cabelos. “Em dias de calor extremo, lave-os com um shampoo que possua ativos hidratantes e, após enxaguar, aplique uma máscara hidratante, para recuperar a umidade perdida. Se possível, também faça um tratamento específico antes de entrar na água”, recomenda.

2. Tenha cuidados especiais em dias de praia

Em grande parte das vezes, a praia é o principal destino para aqueles que buscam se refrescar durante as ondas de calor, mas que, no entanto, exige cuidados para manter a beleza das madeixas. “É muito importante proteger os cabelos antes de entrar no mar, pois a água salgada resseca os fios com facilidade. Também recomendo enxagua-los com água doce após o banho de mar e, logo em seguida, passar um creme ou condicionador hidratante, a fim de repor os nutrientes”, orienta Marcella.

3. Não se esqueça do couro cabeludo

Por causa das altas temperaturas, é comum que a pele fique suja com maior facilidade, pois o calor gera suor e, consequentemente, mais oleosidade no couro cabeludo. “Para evitar que os cabelos fiquem sujos, é preciso lavar de três a quatro vezes por semana. Também é recomendado usar shampoos de limpeza profunda, pelo menos, uma vez ao decorrer das lavagens semanais, mas nunca em todas. Além disso, em lugares abertos, como parques, por exemplo, vale usar um boné ou chapéu para proteger o couro cabeludo do sol”, adiciona a hairstylist.

4. Use protetor térmico, independente da situação

Tais como a pele do corpo e do rosto, os cabelos também precisam de proteção contra os raios solares. Tanto na cidade quanto em outros lugares, o sol pode ser muito prejudicial à saúde dos fios, causando ressecamento e aumento do frizz. “Antes de sair de casa ou após as lavagens, não se esqueça de aplicar um protetor térmico, sérum, leave-in ou qualquer outro tipo de produto que tenha proteção UV na composição. Dessa forma, os cabelos ficam hidratados e protegidos, evitando danos futuros”, finaliza a expert.

Sobre o Mega Studio Be Emotion

Criado em janeiro de 2020 pela cabeleireira Marcella Dias, em sociedade com João Appolinário, fundador e presidente da Polishop, o Mega Studio Be Emotion tem como foco democratizar a beleza com qualidade e preços acessíveis, encantando os clientes com experiências únicas.

 

Fonte: Isabella Sala – Oxoflow (diretoria@oxoflow.com.br)

Imagem: https://simoneneri.com.br/2023/11/30/saiba-como-proteger-seus-cabelos-durante-o-verao/

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#como cuidar das madeixas#protetor térmico#temperaturas extremas

5 formas de aproximar as crianças do mundo das artes!

5 formas de aproximar as crianças do mundo das artes!

Desenhar, ouvir música, pintar, ler ou criar histórias: a arte tem diferentes expressões que podem ser inseridas no dia a dia das crianças. O uso das expressões artísticas contribuem para o desenvolvimento cognitivo, auxilia na comunicação do mundo e incentiva a criatividade desde a primeira infância.

Para Josué Artigas Machado Junior , diretor do Marista Escola Social Curitiba, as crianças têm a própria forma de ver o mundo, e a arte fortalece a expansão desse olhar. “Por meio dos desenhos, da livre pintura, do personagem de um livro ou até de uma música, a criança pode expressar seus sentimentos, mesmo quando ainda não tem no vocabulário todas as palavras necessárias, é por meio dessas atividades que ela conta suas emoções”, reforça.

 

 

Como aproximar as crianças da arte?

Não há apenas uma maneira ou um caminho para que as crianças se aproximem da arte e da cultura. Seja em casa, na escola ou nos momentos de lazer, os pequenos podem ser apresentados às atividades artísticas de diversas formas. “O importante é deixar as crianças explorarem esses universos, seja por meio das cores, da dança e do circo. Quando estão em casa, com os pais, avós, tios e amigos, a ideia é oferecer o maior número de oportunidades para que a criança possa interagir com diversas manifestações da arte”, finaliza Josué.

Para os pais e responsáveis, a especialista dá dicas de como integrar a arte à rotina.

 

Faça passeios culturais

Nos momentos de lazer, levar as crianças em museus pode ser uma ótima opção. Em diversos locais há exposições interativas, assim como museus de ciência e história com possibilidade de conhecer outros universos Apresentar as crianças ao museu faz com que ela tenha sempre essa referência no futuro.

Pintar o sete

A expressão antiga pode ser utilizada para aproximar as crianças da pintura. O colorido das tintas e pinceis podem incentivar esse pequeno artista, além de colaborar com a coordenação motora e identificação das cores e desenhos. Vale entrar na brincadeira  e pintar junto da criança também.

É tempo de dançar

Ouvir música é uma das atividades favoritas das crianças. Aqui vale apresentar alguns instrumentos musicais, começando com os de percussão, que podem ser aliados na hora de iniciar nesse universo. A dança incentiva a expressão corporal e também é fundamental para o desenvolvimento.

Boas histórias não são esquecidas

A literatura é uma das expressões mais utilizadas, principalmente na primeira infância. Portanto, sempre é  tempo de contar boas histórias para as crianças, ler os livros clássicos infantis, compartilhar personagens favoritos e deixar que essa imaginação tome conta.

Vamos brincar de atuar?

Além de ir ao cinema e ao museu, o teatro é uma das expressões que mais encantam as crianças. Vale assistir aqueles espetáculos em cartaz na sua cidade, como também criar sua própria peça em casa, utilizando cortina, luzes, fantoches ou aquela fantasia de carnaval na gaveta.

 

Fonte: Nathalie | Pg1 (nathalie@pg1com.com)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#desenvolvimento cognitivo#expressões artísticas#livre pintura#passeios culturais