4 dicas p/ preparar a casa p/ a estação mais quente do ano!

4 dicas p/ preparar a casa p/ a estação mais quente do ano!

O verão se aproxima e estamos perto de curtir dias de sol, pé na areia ou aquela rede na varanda. A estação mais vibrante do ano também convida a repensar a decoração de casa para trazer um toque de frescor, suavidade e alegria aos ambientes.

“Algumas pessoas acreditam que investir em uma decoração que proporciona mais frescor exige tempo e alto custo, mas, na verdade, pequenas mudanças podem transformar um espaço e proporcionar conforto para deixar a casa mais aconchegante”, comenta Renata Pocztaruk, arquiteta e CEO da startup ArqExpress.
A profissional compartilha algumas dicas de décor para preparar casas e apartamentos para a época mais quente do ano. Confira:

 

Invista em cores alegres e suaves: para ter um visual mais arejado e animado, o morador pode investir em uma paleta de tonalidades mais claras na decoração, deixando o colorido para os detalhes, como almofadas, tapetes e quadros.

Plantas diversas: com as altas temperaturas, as plantas se tornam ainda mais essenciais, pois contribuem para um visual colorido e leve, aproximam o morador da natureza e trazem conforto sensorial. “Vasos podem inclusive oferecer sombreamento, dependendo da planta escolhida. O morador pode optar também por vasos pequenos ou pendurados na parede. O importante é escolher espécies que se adaptem bem ao clima do local”, orienta Renata.

Entram os tecidos leves, saem as mantas: o acessório querido para os dias frios deve ocupar outro espaço, por enquanto. Nos dias de sol e calor, as mantas podem ser trocadas por tecidos leves, com estampas que contribuam para uma decoração mais alegre.

Iluminação natural: outra forma de refrescar os cômodos durante o clima quente é manter as janelas abertas. Esse gesto simples permite a entrada de luz e ventilação natural. Além de valorizar os ambientes internos, é uma atitude sustentável, porque reduz o consumo de energia elétrica.

Sobre a ArqExpress:
A ArqExpress é uma plataforma de arquitetura e decoração lançada em 2015 para melhorar o bem-estar e levar conforto ao dia a dia dos brasileiros. Criada por Renata Pocztaruk, chamada por seus seguidores no Instagram de Rainha da Arquitetura, a empresa é o mais inovador escritório de arquitetura do Brasil.

 

Fonte: Natália Peixoto (natalia@agencianoar.com.br)

Imagem: https://blog.lojasdonna.com.br/4-cuidados-com-a-casa-no-verao/

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#arquitetura#arquitetura e decoração#decor#Decoração#Renata Pocztaruk

Árvore de Natal natural: Tuia Holandesa!

Árvore de Natal natural: Tuia Holandesa!

Opção para substituir as árvores artificiais, os pinheirinhos naturais trazem beleza e complementam o ambiente na data mais especial e aguardada do ano.

 

 

Decorar a casa com temas natalinos é sem dúvida uma das tradições mais importantes e divertidas durante o período de festas de final de ano. Em meio às luzes e itens que remetem ao Papai Noel não há adorno mais representativo e simbólico do que a árvore de natal. Atração principal na composição para a data tão especial, montar e ornamentar os pinheirinhos é um costume disseminado no mundo todo e, também, entre os brasileiros. Porém, diferente dos países da Europa e da América do Norte por exemplo, que priorizam as espécies naturais, no Brasil foram as opções artificiais que se popularizaram.

Mas que tal adotar novos hábitos e apostar em uma versão natural da árvore de natal? “Aos poucos, as espécies plantadas tem ganhado espaço na casa dos brasileiros. Sabendo dos benefícios de ter qualquer planta ornamental incrementando, purificando e agregando graciosidade ao ambiente é fácil pontuar as vantagens em relação a utilização das opções sintéticas. Além disso, são sustentáveis e podem permanecer com a família por meses além do Natal”, comenta Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores, uma das principais redes de floriculturas do Brasil, que anualmente prepara um estoque exclusivo de espécies naturais com tamanhos e preços variados.

Bonitas e sofisticadas, as opções de árvores de natal naturais agregam leveza e requinte a qualquer espaço. A Tuia Holandesa é a opção mais popular e pode ser encontrada em diversas dimensões. Na Esalflores, há opções com tamanhos entre 40cm a 1,20m de altura, com preços que variam entre R﹩ 35,95 e R﹩ 150,90. Outras possibilidades é a Tuia Strickita com 30cm por R﹩16,95, mas independente da escolha é preciso estar atento aos cuidados para mantê-las saudáveis e duradouras. “A Tuia dura cerca de 1 a 2 meses, dificilmente vai durar de um ano para o outro, mas é ideal para o período das festas de Natal e ano novo”, explica Bruno José Esperança. “Para mantê-la saudável é preciso muita água e luz. Com relação aos enfeites, não há restrição. Assim como as árvores artificiais, os galhos suportam vários modelos de enfeites e combinam bem com os mais variados tipos de adereços natalinos. Já as luzes devem ser preferencialmente de LED, pois não esquentam e, portanto, não representam perigo para a planta”, explica o especialista.

Quanto as regas e crescimento, a maioria das espécies com perfil para árvores de natal naturais exigem regas em dias intercalados e adubação mensal com substâncias especificas encontradas em lojas especializadas. “Lembrando que é sempre importante estar atento ao aspecto da planta, checando a umidade da terra e os sinais que a aparência dos galhos e folhas oferecem”, sugere o profissional. “Após o período de festas, basta retirar os enfeites e adornos da planta e manter os cuidados. Caso necessário, é possível transportá-la para um vaso maior para incentivar o crescimento”, completa Bruno José Esperança.

 

Fonte: Caroline P+G (caroline@pmaisg.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#árvore de Natal#decor#Decoração#dicas#natal

Massa com azeite especial!

Massa com azeite especial!

Receitinha especial para vocês curtirem o finds!

Para celebrar diferentes ocasiões de consumo a Barilla, líder mundial na produção de massas, ensina uma deliciosa receita desenvolvida em parceria com o Azeite Andorinha: o lançamento Fusilli Bucati Barilla al ragú de cogumelos com Azeite Andorinha Extra Virgem Orgânico:

 

 

Ingredientes:
500g de Fusilli Bucati Barilla
1 molho Pomodoro Barilla
Azeite Andorinha Extra Virgem Orgânico
400g de cogumelos frescos (shimeji, Paris, shitake)
60g de cenoura picada em cubos pequenos
½ cebola picada
1 alho poró picado
½ talo de salsão picado
1 dente de alho
60ml de vinho branco seco
Salsinha fresca picada

Modo de preparo:

• Picar os cogumelos em fatias finas.

• Em uma panela aquecer bem um fio de Azeite Orgânico e dourar os cogumelos, separadamente. Temperar com sal e pimenta do reino a gosto.

• Na mesma panela, aquecer mais um fio de azeite e refogar bem os vegetais (cenoura, cebola, alho poró e salsão) até dourarem bem. Por último adicionar o alho picado e refogar por mais um minuto.

• Voltar com os cogumelos dourados, misturar bem e adicionar o vinho. Deixar ferver por 5 minutos.

• Juntar o molho Pomodoro, abaixar o fogo e cozinhar por 30 minutos. Temperar com sal e pimenta a gosto.

• Cozinhar a massa em abundante água fervente e salgada. Escorrer 2 minutos antes do tempo indicado na embalagem e juntar ao ragu de cogumelos.

• Cozinhar pelos minutos faltantes, mexendo sempre, e adicionando a água do cozimento, se necessário.

• Desligar o fogo, adicionar a salsinha fresca picada e um fio generoso de Azeite Orgânico.

 

Fonte: Pérola Rodrigues (prodrigues@4influence.com.br)

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Azeite Andorinha#Azeite Andorinha Extra Virgem Orgânico#Fusilli Bucati Barilla#massa#Pomodoro Barilla#receita

Traumas oculares na infância podem levar à cegueira!

Traumas oculares na infância podem levar à cegueira!

Embora os olhos estejam localizados dentro de uma cavidade óssea, a parte frontal fica totalmente exposta. Por isso, a região ocular apresenta um risco maior de ser afetada por um trauma ou uma lesão que podem trazer consequências sérias para a visão.

As estatísticas apontam os objetos pontiagudos, contusões e substâncias químicas como as causas mais comuns de traumas oculares em crianças. Essas lesões, segundo estudos, são as principais causas de cegueira monocular (perda da visão em um dos olhos) entre crianças.

“Infelizmente, esses acidentes podem acontecer em qualquer lugar, principalmente na escola e em casa”, diz a oftalmopediatra Dra. Marcela Barreira, especialista em estrabismo.

“Em geral, traumas mais severos podem causar arranhões na córnea ou até um descolamento da retina. Outro resultado é o desenvolvimento de glaucoma e catarata precoce, dependendo da gravidade da lesão”, comenta.

 

 
Atenção com os PETs

Apesar do convívio com PETs ser importante no desenvolvimento da criança, os pais precisam orientar as crianças quanto ao tipo de carinho e cuidado com os animais.

“Aves, por exemplo, podem bicar ou arranhar os olhos. Cães e gatos também podem causar ferimentos, seja por arranhadura ou pela mordida”, comenta Dra. Marcela.

Ainda na área de seres vivos, é preciso também tomar cuidado com plantas venenosas, pontiagudas e que soltam líquidos potencialmente perigosos.

Perfuração e queimadura química

Um dos acidentes oculares mais comuns é a perfuração ocular. Essa lesão pode ser proveniente de objetos pontiagudos, como lápis, canetas, tesouras com ponta, estilingues, armas que atiram água etc.

“As crianças também podem ferir os olhos a partir do contato com produtos de limpeza, medicamentos, fogo e álcool gel. Durante a pandemia, ocorreram muitos acidentes com álcool gel devido à altura dos totens localizados nos estabelecimentos comerciais”, esclarece Dra. Marcela.

Os esportes também entram na lista das causas mais prevalentes de acidentes oculares.
É comum atender crianças que levaram uma bolada durante uma partida de futebol ou até mesmo que tomaram uma pancada do irmão durante uma brincadeira de mão em casa”, relata a médica.

Trauma ocular é emergência médica

De acordo com Dra. Marcela, uma lesão ocular é uma urgência médica. Isso significa que os pais precisam levar a criança em um pronto-atendimento oftalmológico.

“É contraindicado aplicar qualquer tipo de medicamento na lesão. Caso tenha sido um acidente com substância química, como o álcool gel, a recomendação é lavar com água durante uns 15 minutos e ir para o hospital”, reforça.

Caso o trauma tenha sido mais severo, será necessário fazer um acompanhamento regular com um oftalmopediatra para prevenir o desenvolvimento de outros problemas, como o glaucoma, por exemplo.

Ensine, ensine, ensine

As crianças precisam de repetição para aprender certas coisas. Normalmente, elas não têm nenhuma ou pouca noção do perigo. Por isso, cabe aos pais orientá-las para prevenir os acidentes.
Ensine a criança a não colocar o rosto próximo dos animais na hora de brincar
Evite brinquedos pontiagudos e explique que é preciso tomar cuidado ao usar lápis e canetas
Não permita que a criança tenha brinquedos como estilingues, armas que soltam jato de água, espadas etc.
Mantenha produtos químicos fora do alcance da criança, bem como medicamentos em forma de pomadas ou colírios
Opte por plantas sem espinhos, pontas e que não sejam tóxicas
Preste atenção nos móveis com quinas, objetos de decoração pontiagudos etc.
Oriente a criança a não coçar demais os olhos, pois isso pode causar um trauma na pálpebra. A consequência é o desenvolvimento da ptose palpebral (queda). Outro resultado da fricção constante é o ceratocone, uma doença ocular grave que pode causar perda importante da visão

“A saúde ocular na infância merece muito atenção dos pais e responsáveis. Os acidentes podem acontecer em qualquer lugar, principalmente dentro de casa e em situações corriqueiras. Todo cuidado é pouco”, finaliza Dra. Marcela.

Fonte: Leda Sangiorgio (leda@agenciahealth.com.br)

Imagem: https://ricardobanana.com.br/traumas-oculares-na-infancia-podem-levar-a-cegueira/

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#cegueira monocular#olhos#perda da visão em um dos olhos#trauma ocular#Traumas oculares

5 tipos de autocuidado e como desenvolvê-los!

5 tipos de autocuidado e como desenvolvê-los!

Não há como negar que o último ano fez com que as pessoas criassem uma rotina de autocuidado para sobreviverem aos momentos de incertezas gerados pela pandemia. Apesar do termo estar ligado geralmente ao universo da beleza, esses cuidados com a saúde e bem-estar vão muito além do skincare e são fundamentais tanto para homens quanto para mulheres.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), essa prática é a capacidade individual de promover e manter a saúde, prevenir e lidar com doenças com ou sem o apoio de um profissional. Ou seja, é ter informação e autonomia sobre as escolhas feitas em relação ao próprio bem-estar.

Apesar de não ser uma novidade, esses hábitos continuam sendo um desafio mesmo na pandemia, justamente pela rotina corrida, pela dificuldade em se organizar e continuar motivado com tantas mudanças ocorridas em pouco tempo. Segundo uma pesquisa encomendada pela Bayer e realizada pelo Ibope com 2 mil pessoas, 84% disseram buscar uma rotina de autocuidado. Do total de entrevistados, apenas um terço consegue fazer isso com regularidade.

A UAUBox, beautytech que une tecnologia ao mercado da beleza, tem em seus pilares centrais contribuir para maior autoestima e uma cultura que preserva a saúde e o bem-estar. Pensando nesses desafios enfrentados por milhões de pessoas diariamente, a startup elencou 5 tipos de autocuidado para você adotar no seu dia-a-dia:

 

 

1. Autocuidado emocional:
Estar conectado diretamente com as nossas emoções é um dos caminhos para preservarmos nossa saúde. Não apenas podemos, como devemos, nos permitir sentir e entender o que estamos sentido. As emoções podem estar envolvidas por alegrias, tristezas, decepções ou amor. Mas, o que realmente importa é a maneira como encaramos isso durante a nossa jornada.

2. Autocuidado físico:
Refere-se às atividades relacionadas à saúde e ao bem-estar. As atividades físicas têm papel importante para nos ajudar a liberar o estresse acumulado e aumentar o nível de hormônios que causam felicidade e aumentam a disposição, além dos cuidados pessoais que garantem um momento mais relax, onde podemos nos conectar com sua própria essência.

3. Autocuidado intelectual:
Esse tipo de autocuidado permite que sua mente se mantenha saudável, estimulando o pensamento crítico, a criatividade e o desejo de sempre aprender mais.

4. Autocuidado espiritual:
Espiritualidade não é sinônimo de religião. É, na verdade, o cultivo de sentimentos bons e amor próprio dentro de si mesmo. Essa prática traz conforto ao seu coração, permitindo que você se concentre nas coisas boas da vida.

5. Autocuidado social:
É quando estamos conectados com outras pessoas, interagindo com novas ideias e hábitos, permitindo uma rede confortável e proveitosa. Por isso, buscar conviver socialmente, independente se somos mais introvertidos ou extrovertidos, é essencial, porque isso pode impactar indiretamente na saúde mental, emocional e até física.

Sobre a UAUBox:

A UAUBox é uma beautytech data driven que melhora a performance de vendas online de produtos de beleza, conectando potenciais consumidores com os produtos ideais.

Fonte: Gabriela Porto Alegre (gabriela.portoalegre@pinepr.com)

Imagem: https://psiquiatriapaulista.com.br/o-que-e-autocuidado-e-porque-ele-e-tao-importante/

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Autocuidado emocional#Autocuidado espiritual#Autocuidado físico#Autocuidado intelectual#Autocuidado social