5 motivos para visitar a CASACOR Rio!

5 motivos para visitar a CASACOR Rio!

A Residência Brando Barbosa está novamente de portas abertas ao público com a segunda edição consecutiva da CASACOR Rio. E não faltam motivos para visitar a mostra, que reúne 43 equipes de profissionais entre arquitetos, designers de interiores e paisagistas. São 45 ambientes — 22 deles localizados dentro da casa principal e 23 externos, que reúnem complexo gastronômico, áreas comerciais e a Vila CASACOR, uma das novidades do ano. Tudo isso numa propriedade belíssima com mais de 12 mil m² de área, cercada de verde, ao lado do Jardim Botânico.

 

 

Um novo olhar. Realizada pelo segundo ano consecutivo no mesmo endereço, a Residência Brando Barbosa, a CASACOR Rio traz nesta 31ª. edição um olhar muito mais contemporâneo para o icônico imóvel. Se no ano passado, os ares palacianos da propriedade foram o destaque, em 2022, surge uma mostra com uma proposta completamente diferente. A casa é apresentada como um instituto cultural, um lugar voltado para as artes, os encontros e sempre de portas abertas para a cidade e seus moradores. Prepare-se para ver ambientes como o Estar do Pátio, de Maurício Nóbrega – pensando como um ambiente de encontros); a Sala DA Música, de Tiago Freire ou o Espaço Soul, de Rodrigo Barbosa – uma espécie de sala de projeção.

 

Maurício Nóbrega – Estar do Pátio.

 

Arte no Metaverso. Sempre muito presente nos ambientes da mostra carioca, este ano as artes plásticas são verdadeiramente um espetáculo à parte. No BamˈBo͞o Bar, de Gisele Taranto, ela aparece de diferentes maneiras: a piscina da casa foi transformada em instalação por Maritza Caneca, e terá hologramas em seu entorno. Pelo bambuzal, será possível ver obras em realidade aumentada acessíveis via QR Codes; e há até uma exposição virtual de arte generativa disponível apenas numa galeria criada no Metaverso. O espaço conta ainda com a exposição Olhar 2022, que reúne obras de Carlos Vergara e de jovens da periferia selecionados pelo artista. E há ainda muito mais a se ver por lá, como a obra Biblioteca, de Nelson Leirner, que está na Sala DA Música; e o espaço EXPO, de Cristiana e Mariana Mascarenhas, que faz uma homenagem a Rubem Gerchman e traz obras de artistas de diferentes gerações. Um mix ousado e instigante.

 

Gisele Taranto Arquitetura – BamˈBo͞o Bar

 

Vila CASACOR. Com estúdios entre 28m² e 80m², a Vila CASACOR ocupa parte dos jardins da casa com uma nova proposta: a de receber artistas residentes em espaços criados em módulos metálicos com tratamento termoacústico. As construções, rápidas, limpas e sustentáveis, podem ser desmontadas – o que de fato vai acontecer após a mostra — e remontadas com o mesmo formato em outro terreno. E, cada uma, traz a personalidade de seus criadores. São sete ao todo: quatro “residenciais”, uma loja, além do SPA DECA e do Pavilhão 22.

 

Diego Raposo e Manuela Simas – SPA DECA.

 

Gastronomia. Além dos drinques do BamˈBo͞o Bar, haverá, pela primeira vez, um complexo gastronômico na CASACOR Rio: o Espaço Figueira, ambientado por Erick Figueira de Melo. Com restaurante, bar de vinhos, salad bar e pizzaria, o complexo será operado pelo Cooking Buffet, de Adriana Mattar e Ana Cecília Gros e promete muitas novidades.

 

Erick Figueira de Mello – Espaço Figueira.

 

Os jardins. Vizinha a outras joias naturais do Rio, como o Jardim Botânico e o Parque Lage, a Residência Brando Barbosa tem quase 12 mil metros quadrados de área verde a céu aberto. Uma verdadeira pocket forest que ficou ainda mais encantadora com o trabalho realizado pelas sete equipes de paisagistas que trabalharam lado a lado com arquitetos para deixar o espaço ainda mais exuberante. Sempre respeitando a flora local, predominantemente de Mata Atlântica, mas incorporando poucas espécies exóticas que ajudam a dar colorido e ainda mais vida aos jardins.

 

Anna Luiza Rothier – Muito Além do Jardim.

 

A CASACOR Rio fica aberta até 26 de junho na Residência Brando Barbosa. Assim como no ano passado, a mostra é híbrida, com uma versão presencial e uma versão digital, com tours 3D disponíveis no site.

Fotos: André Nazareth

 

SERVIÇO – CASACOR RIO 2022

Período: de 27 de abril a 26 de junho de 2022

Horário: de terça a sexta, das 12h às 21h; sábados, domingos e feriados, 10h às 21h

Local: Rua Lopes Quintas, 497. Jardim Botânico.

Tel: (21) 2512-2411

Mais informações e tour virtual

Instagram/casacorrio_oficial

 

FONTE: Angela Falcão (angelafalcao@angelafalcao.com.br

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Anna Luiza Rothier#arquitetura#bar de vinhos#CASACOR RIO#decor#Decoração#dicas#Diego Raposo e Manuela Simas#Erick Figueira de Mello#Gisele Taranto Arquitetura#Maurício Nóbrega#pocket forest#restaurante#RIO DE JANEIRO#salad bar e pizzaria

Dica de receita!

Dica de receita!

A Barilla, líder mundial na produção de massas, acredita que é possível criar receitas inusitadas e deliciosas com todos os cortes de massa. Por isso, une paixões brasileiras em seu saboroso Linguine com creme de cebola caramelizada, carne seca desfiada e banana da terra!

Preparado com Linguine Barilla, o prato entrega o equilíbrio perfeito entre o salgado da carne seca, o adocicado do creme de cebola caramelizada e a brasilidade da mandioca e da banana da terra!

 

 

Rendimento: 6 porções | Tempo de preparo: 45 min | Dificuldade: Casual

Ingredientes:

500g de Linguine Barilla
2 cebolas laminadas
400g de carne seca
1 banana da terra
200g de mandioca
50g de manteiga de garrafa (ou a manteiga tradicional)
Ervas frescas picadas à gosto
Sal e pimenta do reino preta

Modo de Preparo:

• Colocar a carne seca picada em pedaços de molho na água para dessalgar. Depois cozinhar até ficar no ponto de desfiar e reservar.

• Cozinhar a mandioca na água com sal até ficar bem macia e fácil de amassar com o garfo. Reservar.

• Cortar a banana da terra em fatias e dourar na manteiga de garrafa. Reservar.

• Em uma frigideira em uma frigideira, colocar uma colher de manteiga e acrescentar as cebolas. Cozinhar em fogo baixo mexendo a cada 5 minutos até a cebola reduzir de tamanho e ganhar uma cor caramelizada. Acrescentar a mandioca amassada e um pouco de água até forma um creme.

• Cozinhar a massa em abundante água fervente. Escorrer dois minutos antes do tempo indicado na embalagem de modo que fique “al dente”.

• Em uma frigideira antiaderente grande, dourar rapidamente a carne seca desfiada. Juntar a massa al dente, e uma ou duas conchas da água da cocção para finalizar seu cozimento. Mexer bem pelos dois minutos faltantes.

• Apresentar em um prato fundo. Começar com a base de creme de cebola com mandioca, em seguida colocar a massa finalizada na carne seca e decorar com as bananas fritas e as ervas frescas.

 

Fonte: rodrigues@4influence.com.br

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#carne seca desfiada e banana da terra#dicas#Linguine Barilla#Linguine com creme de cebola caramelizada#massa#receita

Hábitos comuns podem prevenir doenças do outono!

Hábitos comuns podem prevenir doenças do outono!

As oscilações de temperatura e a baixa umidade promovem o aumento do ar seco e a concentração de poluentes na atmosfera, assim como o risco do aparecimento de doenças respiratórias. As alterações climáticas do outono provocam problemas como resfriado, gripe, crise de asma, bronquite, sinusite e pneumonia. Os vilões continuam sendo os vírus respiratórios transmitidos por meio de gotículas respiratórias.

De acordo com a coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, professora Rafaela Saviolli, há uma alta significativa de casos de enfermidades neste período, associadas à redução da umidade relativa do ar, além do aumento da poluição. “O tempo frio e seco facilita a proliferação de agentes como vírus e bactérias”, destaca. “Com as temperaturas mais baixas, a tendência de deixar os ambientes fechados, favorável para as infecções respiratórias. Por essa razão, é importante manter a ventilação e lavar as mãos com frequência”, alerta.

Segundo a enfermeira, a chegada do outono demanda cuidados àqueles que sofrem de doenças crônicas, como a enfisema pulmonar, a asma, a bronquite crônica e as rinossinusites, pois, nesta época, ocorre a possibilidade do aumento das exacerbações.

“Pequenos hábitos irão fazer toda diferença, como a higienização das mãos, uso de máscaras quando necessário, ingerir bastante água e manter os espaços de casa limpos”, recomenda a coordenadora. “No tempo seco, lavar roupas e cobertores que estão guardados há muito tempo antes de usá-los. Se houver irritação no nariz, é indicado usar solução fisiológica”, completa.

 

Algumas dicas para evitar as doenças respiratórias no outono:

1. Hidrate o corpo

2. Não fume

3. Evite se expor a ambientes com muita poeira ou fumaça

4. Mantenha o ambiente arejado

5. Lave as mãos com frequência e utilize álcool em gel

6. Mantenha as vacinas em dia

8. Use roupas adequadas quando houver necessidade

9. Mantenha hábitos saudáveis: tempo ideal de sono, alimentação saudável e pratique exercícios físicos fora do período de temperatura mais intensa.

Tipos de vírus predominantes no outono

– Influenza (gripe);

– Adenovírus (resfriados);

– Vírus sincicial respiratório;

– Rotavírus.

Fonte: Pierre Cruz (pierre.cruz@idealhks.com) / coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, professora Rafaela Saviolli

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#bronquite crônica#doenças do outono#doenças respiratórias#higienização das mãos#rinossinusites

Como a saúde mental afeta o seu corpo!

Como a saúde mental afeta o seu corpo!

É muito comum associarmos o tema “saúde” à exercícios, exames, dores físicas, mas, nos últimos anos, a saúde mental também deve ser levada em conta e este tema se tornou um pilar muito forte no contexto, principalmente no mundo corporativo. Para 86% dos trabalhadores ter benefícios como terapia online e treinamentos de habilidades emocionais podem ajudar a lidar com os impactos negativos da pandemia, é o que mostra uma pesquisa realizada pelo DataFolha.

O tema saúde mental não abrange somente doenças como depressão e ansiedade, mas sim o sono, a capacidade de concentração, o humor, e muito mais. Além da ajuda de profissionais capacitados, como psicólogos e psicoterapeutas, a tecnologia também se tornou uma aliada na conscientização. Um dos exemplos é o Gympass, plataforma completa de bem-estar corporativo, que viu a procura por aplicativos parceiros voltados para a saúde mental aumentar em 2.5 vezes de 2020 para 2021.

Além de acesso a profissionais, o aplicativo também oferece técnicas holísticas como meditação, Yoga, Thetahealing, entre outras. O Guia da Alma, aplicativo parceiro de saúde mental e técnicas holísticas, notou que a procura por essas técnicas complementares triplicou.

 

 

Pensando nisso, Gympass e o Guia da Alma, prepararam uma lista com quatro sinais de que sua mente precisa de um descanso e dicas de como desacelerar e melhorar sua saúde por inteiro.

– Sensação de exaustão: quando sentimos fadiga constante, é um sinal de que corpo e mente precisam descansar. Uma rotina desgastante e intensa, sem momentos de autocuidado, pode gerar esgotamento físico e mental, e até Burnout (síndrome do esgotamento profissional).

Para evitar esse tipo de situação: respeite seus limites, inclua pausas durante o dia e pratique atividades relaxantes. Uma delas pode ser a inclusão da meditação Mindfulness.

– Mau humor: a impaciência e irritabilidade tendem a aumentar quando estamos cansados e estressados. Respire fundo, o seu corpo pode estar dizendo que você precisa de mais tranquilidade e descanso.

– Dificuldade de concentração: quando estamos cansados, a capacidade cognitiva diminui, podendo causar falta de foco e memória. Nesses momentos, muitas pessoas tendem a querer forçar a mente a produzir. Mas, na verdade, isso é improdutivo. Às vezes tudo que a mente precisa é de um descanso! Um respiro para recarregar as baterias e voltar com tudo! Nesse caso, a prática da Meditação pode ser uma grande aliada.

– Tensão: nos novos modelos de trabalho remoto, costumamos passar muitas horas concentrados e sentados – nem sempre ficamos ergonomicamente posicionados. Isso pode trazer sobrecarga em regiões do corpo como a lombar, ombros e pescoço.

Aliado a isso, o estresse e ansiedade da rotina, também podem causar dores e tensão no corpo. Para evitar esse tipo de situação: faça pausas, alongamentos e atividades físicas, como o Yoga.

Uma forma de iniciar esse processo conhecendo a plataforma e agendando aulas no Guia da Alma, disponível pelo Gympass, e também no Wellz, plataforma inovadora de saúde mental que combina tecnologia com uma metodologia clínica robusta e está disponível exclusivamente no Brasil. Para fortalecer a plataforma, o Gympass anunciou recentemente a aquisição da startup brasileira de saúde mental Vitalk. Com a missão de tornar mais democrático o acesso à saúde emocional e mental, a plataforma oferece um programa completo de prevenção, cuidado e treinamento. Procurar por especialistas é o primeiro passo!

 

Fonte: Gabriela Cardoso do Nascimento (gabriela.cardoso@fsb.com.br)

Imagem: http://bacana.one/4-sinais-de-que-seu-corpo-precisa-descansar-e-o-que-voce-pode-fazer-a-respeito

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#capacidade de concentração#dores físicas#exames#exercícios#humor#meditação#saúde mental#sono#técnicas holísticas#Thetahealing#yoga

Dicas de como criar um plano de exercícios perfeito!

Dicas de como criar um plano de exercícios perfeito!

Para algumas pessoas, um treino de 30 minutos é perfeito. Outras precisam de uma sessão mais longa para atingir seus objetivos. Então, como saber quanto tempo de exercício você precisa?

De acordo com a ex-atleta olímpica Samantha Clayton, que é vice-presidente global de desempenho esportivo e educação física da Herbalife Nutrition, quando se trata de entrar em forma, não há uma recomendação genérica. Cada pessoa tem um tipo de corpo e, portanto, necessidades e objetivos particulares. “A quantidade de exercício necessária para você depende da sua meta. Por isso, um bom plano de atividade para você pode não ser para outra pessoa.”

Por isso, é importante buscar a ajuda de um profissional de educação física para desenhar uma estratégia de acordo com seus objetivos e tempo disponível.

 

 

Quanto exercício devo praticar?

Várias fontes recomendam 150 minutos de treino semanal – aproximadamente 30 minutos, 5 vezes por semana – com intensidade moderada a vigorosa para perda de peso e bem-estar.

No entanto, uma pessoa que tem o objetivo de correr uma maratona precisa treinar muito mais do que isso. Já alguém que quer perder peso ou melhorar o condicionamento físico geral, 30 minutos podem ser suficientes. Aliás, esse é um tempo relativamente rápido e uma meta de fácil alcance para obter benefícios à saúde. “Atingir essa quantidade mínima de exercícios físicos recomendada é importante. Mas, se possível, vale tentar uma rotina de atividade um pouco mais longa”, acrescenta Samantha, que recomenda de 50 a 60 minutos diários para garantir um tempo para o aquecimento ou o alongamento.

Mas, lembre-se que o plano de atividade física semanal não deve ser estressante. “Ter que se apressar em seguida pode estragar o bem-estar que a atividade física produzirá em você”, comenta.

 

Conheça seus limites

Outro ponto importante é saber que exercitar-se em excesso pode ser contraproducente e, inclusive, atrapalha a perda de peso, já que o metabolismo tende a desacelerar na tentativa de conservar energia, fazendo com que você queime menos calorias. Além disso, níveis de intensidade acima dos adequados aumentam a liberação de cortisol, hormônio do estresse ligado ao ganho de peso.

O exercício também causa pequenas rupturas nas fibras musculares que, ao se curarem, fazem os músculos crescerem, por isso o tempo de descanso e a nutrição adequada são fundamentais para a devida regeneração muscular.

Em casos extremos, o excesso de treino pode causar exaustão, desidratação, lesões graves e até rabdomiólise, condição que afeta potencialmente o fígado devido à liberação de substâncias na corrente sanguínea por conta de uma grande destruição de fibras musculares.

 

Quanto de exercício é demais?

Treinar intensamente de três a quatro dias por semana, deixando um ou dois dias de descanso é uma ótima ideia na opinião de Samantha. “Ainda assim, cada um deve prestar atenção na reação do seu corpo e em como se sente. Fazer atividade física é imprescindível, mas não ao ponto de gerar esgotamento”, orienta a ex-atleta que lembra ainda da importância de combinar o plano de exercícios com nutrição adequada em proteínas, carboidratos e gorduras.
Crie um plano de exercícios consistente a cada semana

A atividade física oferece melhores resultados quando se torna uma rotina e parte de uma estratégia de bem-estar. Portanto, mantenha um diário para registrar seu treino e tente cumprir o mínimo de atividade por semana. E certifique-se de descansar para se recuperar.

 

Veja como a Samantha planeja sua rotina de treino e descanso pessoal:

Segunda-feira: corrida e treino na academia, alto nível de intensidade

Terça-feira: ciclismo e ioga, nível de intensidade moderado

Quarta-feira: treinamento intervalado com o peso do corpo, alto nível de intensidade

Quinta-feira: dia de descanso ativo com caminhada, baixo nível de intensidade

Sexta-feira: ciclismo e corrida, nível de intensidade moderada, mas de longa duração

Sábado: dia de descanso ativo para nadar com a família, praticar stand-up aquático em prancha, nível de intensidade baixo

Domingo: descanso

 

“Ajusto regularmente o nível de intensidade e a duração do treino para garantir que minha rotina seja divertida e não estressante.”

 

Fonte: Bárbara Penha Andrade (barbara.andrade@inpresspni.com.br)

Imagem: https://blog.laredo.com.br/conheca-7-dicas-para-montar-seu-plano-de-treino-para-crossfit/

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#atividade física semanal#ciclismo e ioga#condicionamento físico#corrida e treino na academia#plano de exercícios#stand-up aquático#treino semanal