Londres, sétimo dia!

Londres, sétimo dia!

Vou manter o tópico “Londres” porque Windsor está praticamente grudado à cidade! Nosso caminho durou 1:50 e nem parecia que tínhamos andado tanto pois nem cheguei a ver estradas!

 

Fizemos tudo com o Francisco, nosso super guia e que organizou essa parte da viagem para nós: compra antecipada dos ingressos para o castelo (imprescindível se você não gosta de filas enormes), reserva para almoço no renomado hotel Cliveden House e muito mais!

 

Vou começar falando da nossa visita à Windsor: infelizmente não conseguimos chegar a tempo da troca da guarda da rainha, fiquei triste! Pegamos um pouco de trânsito e, mesmo chegando às 11 ao castelo, a fila para checagem de bolsas (sim, eles estão muito cuidadosos por conta dos atentados) acabou impedindo que víssemos! Mas tudo bem, espero voltar e trazer minha ruiva um dia, novamente!

 

O Castelo de Windsor é o maior e mais antigo castelo habitado do mundo, é uma das residências oficiais da monarquia Real Inglesa, e conta-se que é uma das preferidas de final de semana da Rainha Elizabeth II. O Castelo foi construído no Século XI, após a conquista normanda da Inglaterra, por Guilherme I. Ele é usado pelas famílias reais desde o Rei Henrique I (no ano 1100) até os dias atuais.

 

O terreno do Castelo de Windsor ocupa uma área de 5 hectares, e seu objetivo principal era o de proteger o leste da cidade de Londres de invasores, além do rio Tâmisa. Ele mescla uma Cidadela com Fortaleza e Palácio. E é um Castelo belíssimo, digno de uma Rainha, que deve ser incluído na visita de todos que estiverem em Londres.

 

Não deixe de visitar:

-Casa de Boneca da Rainha Mary (Queen Marry´s Dolls House): trata-se da maior casa de bonecas e a mais famosa do mundo! Estava fechada durante a nossa visita, confesso que fiquei um pouco frustrada! Rs

-Capela de São Jorge (St. George Chapel): belíssimo exemplo de arquitetura gótica da Inglaterra. É o lar espiritual da Ordem de “Garter”, a ordem mais antiga da Cavalaria Britânica estabelecida em 1348, por Eduardo III.

-As Salas Semi-Estatais (The Semi-State Rooms): abertos de setembro a março, os ambientes mais ricamente decorados no Castelo.

Obs: fomos de carro, mas pode ir de trem e é bem tranquilo!

 

Askmi1

 

Askmi2

 

Após, fomos tomar um chá da tarde no Cliveden House, hotel super emblemático e que, recentemente, ficou ainda mais conhecido depois que Meghan Markle passou a véspera de seu casamento lá com sua mãe!

 

Um sonho de hotel! Ponto negativo?! Achei o chá um pouco “fraco”, acredito que um almoço seja a melhor opção! O hotel é maravilhoso mas não acho que seja um lugar para se hospedar com crianças! Por isso acabei escolhendo o Coworth Park, localizado a 20 minutinhos dali para ficar 2 noites!

 

Refeições requintadas estão no cardápio dos hóspedes do Cliveden House Hotel – embora você também possa comer em um dos restaurantes, mesmo que não esteja hospedado por lá (como foi meu caso)! Há uma infinidade de escolhas. Os restaurantes André Garrett ou o Astor Grill, por exemplo, têm uma atmosfera mais descontraída para o jantar. O chá da tarde é servido no luxuoso Great Hall do hotel. Há também opções de jantares privados que podem ser realizados nas salas French Dining e Boudoir, que parecem ter saído de Versailles com seus espelhos imensos e arquitetura rebuscada.

 

Askmi3

 

Askmi4

 

No próximo post vou falar um pouquinho do hotel que escolhi para ficar 2 dias perto de Windsor! Beijos e até a próxima!

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#cidade charmosa#dicas#dicas de passeio#dicas de viagem#é uma das residências oficiais da monarquia Real inglesa#férias#guia em Londres#hotel Cliveden House#Liberty#Londres#Marina Xandó#o que fazer#Primark#riqueza histórica e cultural#travel#trip#vacation#viagem em família#Windsor

Londres, sexto dia!

Londres, sexto dia!

Nossa como viagem passa rápido né gente?! Lembro eu fazendo o roteiro, uns 2 meses antes… pesquisando, escrevendo, lendo! Rs Mas eu gosto dessa preparação, me dá segurança e começo a viagem muito antes da chegada ao aeroporto! Rs. Nosso sexto “Day”  foi bem curtinho pois era dia da semi final da copa e a Inglaterra iria jogar! As ruas estavam super agitadas e as pessoas bem aceleradas! Acordamos mais cedo, fomos assistir a troca da guarda que acontece, normalmente, as 11 da manhã diariamente! Porém, a participação da banda real acontece somente as segundas, quartas e sextas! Recomendo muito você pesquisar no site oficial antes de agendar a sua visita! Apesar de estar super cheio, a Vivi adorou! Conseguimos um cantinho na lateral do castelo e lá ficamos!

 

Askmi1

 

Depois, logo ali ao lado, tem a galeria da rainha, uma loja com vários “souvenirs” fofos! E, por poucos dias, não conseguimos pegar a visita ao palácio de Buckingham, que acontece por um mês durante o verão, quando a rainha vai para Escócia ou algum outro castelo de sua propriedade! Tirei cliques das datas e horários da visitação, para vocês verem como funciona! Lembrando que cada ano a data pode alterar! Dali, pegamos um Uber s fomos para Covent Garden, que tanto amo! Iniciamos no restaurante “ The Ivy”, que super indico! Existem vários na cidade mas o mais bonito é o que fica no bairro Chelsea!

 

Askmi2

 

Askmi3

 

De lá, fomos conferir as lojinhas e feirinhas desse bairro que mora no meu coração!

 

Covent Garden é cercado de bares e restaurantes, tem um mercado com lojinhas bacanas, feirinha, músicos e artistas fazendo performances na rua…  Logo na saída do metrô, já dá para ver o movimento, os pubs cheios de gente, estátuas vivas, alguém tocando violão ou violino. O ideal é chegar cedo, antes das 18h, enquanto as lojas estão abertas e as barraquinhas do Apple Market estão montadas. Essa é a oportunidade de conhecer algumas das marcas mais bacanas de Londres e olhar as vitrines de grandes marcas internacionais. Entre as minhas preferidas estão a Molton Brown (melhor creme hidratante ever!) e a fofíssima Tintin Shop toda dedicada ao personagem de cartoon belga e seu cachorrinho Milu.

 

Lá você também encontra uma loja da Ladureé, com seus éclairs e coloridos macarons parisienses, além de uma sorveteria Amorino e uma loja da Godiva, de chocolates belgas. Se preferir um doce local, sempre tem o Ben’s Cookie’s, melhor cookies que conheço! Para as crianças, a Benjamin Pollocks Toyshop tem teatrinhos de fantoche à moda antiga…

 

Askmi4

 

Não deixem de ver uma “barraquinha” de sabonetes maravilhosos e lindos que tem lá, sou super apaixonada e sempre que vou a Londres, trago uma caixinha para meu lavabo!

 

Askmi5

 

Depois, andamos até a Oxford Street, paramos na Zara e Primark para últimas comprinhas e, partiu hotel! Hora de arrumar as malas, assistir à semi final da copa e dormir! Porque no dia seguinte sairíamos cedo rumo a Windsor!

 

Fotos: Blog Ask Mi

 

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog AskMi#cidade charmosa#Covent Garden é cercado de bares e restaurantes#dicas#dicas de passeio#dicas de viagem#férias#guia em Londres#Liberty#Londres#Marina Xandó#o que fazer#Primark#riqueza histórica e cultural#travel#trip#vacation#viagem em família

Londres, quinto dia!!

Londres, quinto dia!!

Hoje o dia rendeu tanto! E estávamos sem motorista, mas foi bem programado, modéstia à parte! Rs. Começamos com a Torre de Londres, que ficava na frente do nosso hotel- Four Seasons! Torre de Londres (Tower of London) é uma das principais atrações da capital britânica. Construída às margens do Rio Tâmisa em 1078, a fortaleza tem uma história cheia de curiosidades. Ela já foi casa da Moeda, Mostra dos Animais do Reino e até prisão, local de execuções e tortura. Hoje é a casa das Joias da Coroa, Patrimônio Mundial da UNESCO e um dos lugares mais visitados pelos turistas que desejam conhecer a história de Londres. Atualmente, o lugar não apresenta apenas uma torre, mas 20 delas, erguidas ao longo de inúmeros reinados. Esse é um dos ingressos mais caros que você terá que pagar em Londres, mas vale cada centavo. A visita fica ainda melhor com o tour guiado por um dos guardas do local. Vivi AMOU!!! Pena que as joias da rainha – sua coroa está guardada ali- não se pode tirar fotos! Queria ter mostrado para vocês!

 

Askmi1

 

A torre do terror: durante mais de 900 anos a Torre de Londres foi sinônimo de terror porque era o lugar onde eram presos todos aqueles que ofendiam o monarca. A maioria dos presos viveu em péssimas condições e não saiu com vida ou foram torturados antes de serem executados na Tower Hill (Colina da Torre). Foram muitos os personagens de grande relevância que tiveram o azar de sofrer entre as paredes da Torre de Londres, entre os quais incluem reis derrocados, aristocratas e clérigos acusados de traição.

 

Depois, almocinho na rua mesmo: hot dog e “fish and chips” e partiu museu de cera, que a Vivi tanto queria ir!

 

Se ela gostou?! Amouuuu, especialmente tirar foto com a Kate! Rs E eu?! Affff gente, não gosto de lugar muvucado e este estava muito! DICA: compre o convite antes pela internet, na hora é um caos!

 

Askmi2

 

Após, pedi para os 2 terem paciência e irem comigo em 3 lojas: Selfridges ; Primark e Liberty! Uma completamente distinta da outra, com propostas totalmente diferentes!

 

Selfridges: É a segunda maior loja de departamento de Londres, atrás da Harrods. Foi criada pelo americano Harry Gordon Selfridge, ex-vendedor que teve a ideia de iluminar as vitrines da loja durante a noite. Ele acreditava que a decoração externa e a publicidade eram as melhores maneiras de fomentar as vendas. Super indico, especialmente a parte de papelaria, kids e food hall.

 

Askmi4

 

Primark: a propaganda desta rede de lojas é o preço baixo. Paraíso da fast fashion em Londres e na Europa, a rede de lojas de departamento, originária da Irlanda, não investe grande somas em marketing. Mesmo assim, comprar na Primark em Londres requer muita habilidade e paciência, pois as lojas estão sempre lotadas de consumidores ávidos por descontos e itens incrivelmente baratos, de 1 a 15 libras. (Tem coisas mais caras, mas as incrivelmente baratas custam menos de 15 libras). ATENÇÃO: indico muito a que fica no número 14 da Oxford, menos muvucada.

 

Askmi3

 

Liberty: esta loja fica na principal região comercial da cidade, próxima à Oxford e à Regent Street. Não dá para não reparar no prédio, que impressiona pelo estilo imitando os prédios medievais da era Tudor. Segundo o website da loja, ele foi construído nos anos 1920 com madeira de dois navios. O projeto, com três grandes vãos e várias pequenas salas, confere à loja uma atmosfera diferente. Apesar de ser uma loja de departamentos, a Liberty não é muito grande, se comparada com a Selfridges, por exemplo. No pequeno espaço, os produtos à venda são muito bem escolhidos e é possível notar, em todos os departamentos, uma mistura do novo com o tradicional. Na seção feminina, por exemplo, a moda ousada de Alexander McQueen, Vivienne Westwood e Commes des Garçons convive com o design mais clássico de Stella McCartney, entre outras marcas.

 

A loja apresenta também, já há muitos anos, uma linha própria de tecidos com estampas delicadas, orgulhosamente produzidos no Reino Unido. Os lenços e as echarpes da Liberty são famosos (e muito copiados) e as estampas aparecem também em tecidos para decoração e produtos de papelaria, como agendas, livros e papéis de carta. Outro charme da Liberty é a seção de “Haberdashery“, que nada mais é que “Aviamentos”. Dá muita vontade de aprender a costurar, só para justificar a compra de alguns produtos! Há ainda uma seção de perfumes, velas e outras coisinhas cheirosas, para você sair da loja querendo voltar! De enlouquecer!

 

Askmi5

Amo comprar tecidos para fazer looks para a Vivi já que está loja tem minhas estampas preferidas!

 

Depois, antes de ir para nosso restaurante, no caminho dei uma paradinha na Church’s, marca de sapato  super antiga e bem chic! Comprei esse clarinho acima, estava com 40% off! Julho tem somente essa vantagem: promoções! Rs. Finalizamos a noite no restaurante Sketch, que é super divertido e lindo! Fim de dia, bora ir para o hotel pois a programação foi intensa! Beijos

 

Askmi6

 

Askmi7

 

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Alexander McQueen#Beatles#Blog AskMi#cidade charmosa#dicas#dicas de passeio#dicas de viagem#férias#guia em Londres#Liberty#Londres#Marina Xandó#o que fazer#Primark#restaurante Sketch#riqueza histórica e cultural#Selfridge#Stella McCartney#travel#trip#vacation#viagem em família#Vivienne Westwood e Commes des Garçons

Londres, quarto dia!

Londres, quarto dia!

Meninas, neste dia percebi que a Vivi precisava dormir, acho que foi cansaço acumulado da viagem! Mesmo fazendo somente coisas legais, visitando lugares lindos, a gente fica cansado! Já estamos há mais de 16 dias longe de nossa casa, da rotina e isso acaba pesando para crianças (até para nós)! Vivi acordou meio-dia, totalmente renovada e descansada… fiquei tão feliz! Fomos direto almoçar no famoso CUT, dentro do hotel 45 Park Lane, da rede Dorchester! O  hotel é super contemporâneo, com atendimento maravilhoso! Já o CUT dispensa comentários, de tão renomado que já é! Existe em outras cidades e posso afirmar que é um dos meus restaurantes de carne preferidas em Londres! Dica: peçam o creme de espinafre, de comer de joelhos!

 

Askmi1

 

Depois fomos em dois museus, que ficam um ao lado do outro. A Vivi amouuuuuuu, quis ver tudo! Achei muito bacana para os pequenos: explica a origem do mundo, os animais, insetos, temperaturas, terremotos e muito mais… Sempre tem alguma exposição diferente! As entradas nos museus de Londres são gratuitas, somente as exposições ocasionais que são pagas e convém comprar antes!

 

Askmi2

 

Logo ali ao lado tem o Victoria and Albert, meu museu preferido na cidade! Vivi não se interessou tanto, claro, tinha acabado de sair de um lugar de pura diversão! Mas eu aproveitei muito e fui a exposição da Frida Kahlo! O maior museu de artes decorativas e design do mundo. Assim se define o Museu Victoria & Albert, onde encontramos em exposição artefatos de até 3.000 anos, procedentes de diversas culturas, entre eles peças de cerâmica, mobiliário, moda, joias, fotografia, escultura e pinturas. O museu foi estabelecido em 1852, inicialmente para incentivar o design britânico e servir de inspiração para as gerações futuras.

 

Localizado na área nobre de South Kensington, o V&A, como é conhecido o museu, é vizinho dos museus da Ciência e de História Natural. É um museu imenso, com 145 galerias cobrindo mais de 50 mil metros quadrados e quase 60 mil itens em exposição. Ficamos apenas uma hora, não consegui ver nem 1/3 mas está valendo! Uma das alas mais interessantes do museu Victoria & Albert é a coleção de moda, disposta na sala 40, logo na entrada do museu. Mesmo para quem não é muito ligado no assunto, é bacana acompanhar a evolução de nossas roupas do século XVII aos dias de hoje, em uma mostra muito bem montada de vestidos, bolsas, sapatos e acessórios. A ênfase da exposição é no design progressivo que tem influenciado a moda nos principais centros europeus. DICA: é impossível querer ver tudo em uma visita. Por isso, selecione uma área de interesse, ou siga uma das trilhas sugeridas pelo museu. Assim, você não ficará exausto e nem frustrado.

 

Askmi3

 

Não tivemos tempo para ir ao museu de ciências, logo ao lado… fiquei com muita pena mas já estava fechado!

 

Por volta das 18hs, fomos a minha loja amada: Fortnum & Mason, ou Fortnum’s! Inaugurada  em 1707,  fica em 181, Picaddilly, bem perto de Piccadilly Circus. O prédio de esquina conta com 4 andares cheios do que há de mais tradicional e requintado em termos de alimentação, bebidas e presentes. Afinal, não é à toa que a loja é fornecedora oficial de vários produtos para a família real há mais de 150 anos! No andar térreo estão as guloseimas saídas das padarias e patisserie, além de chás, cafés, geleias, conservas, condimentos, chocolates e muito mais. Funciona neste piso um ótimo restaurante que serve do café da manhã ao jantar, The Gallery. Uma descidinha no subsolo vale a pena, pois é lá que se encontram os queijos, os embutidos, as carnes especiais e uma excelente adega de vinhos. No The Wine Bar  são servidos os vinhos que podem ser acompanhados dos petiscos e aperitivos vendidos na casa.

 

Uma escada em espiral levará a primeiro andar, que é uma perdição para quem gosta de cozinha. É lá que fica a Cookshop, onde estão os utensílios e acessórios mais lindos do mundo e também as tradicionais “hampers“, cestas de vime recheadas de produtos da loja, em vários modelos, tamanhos e preços. As cestas para picnic são um capítulo a parte, impossível não se apaixonar! Neste andar, há também uma lanchonete, The Parlour, que serve sorvetes, refeições leves e bebidas quentes e frias. Mas não é só comidas e bebidas que encontramos na loja. O segundo andar é inteiramente dedicado às mulheres, com uma seleção de perfumes, jóias, bijouterias, bolsas, produtos de beleza, entre outros.  No terceiro andar está o departamento masculino, e também o departamento de malas, acessórios de couro e papelaria. Neste andar funciona um bar, com o interessante nome de 3 and 6.

 

Para um chá da tarde digno da realeza, dirija-se ao quarto andar: especificamente ao The Diamond Jubilee Tea Salon, o salão de chá que foi reinaugurado em 2012, ano do jubileu de diamante, pela própria Rainha Elizabeth, juntamente com as duquesas de Cornwall (Camilla) e Cambridge (Kate). O menu é extenso e diversificado, mas um chá completo com acompanhamentos doces e salgados custa a partir de £ 44,00 por pessoa (preço de 2017). Pela primeira vez nos mais de 300 anos de história da marca, em 2013 a Fortnum & Mason abriu uma nova loja, localizada na estação St Pancras. Seguindo o sucesso da empreitada, em 2014 foi inaugurada uma filial no terminal 5 do aeroporto de Heathrow. Mas a loja de Piccadilly continua sendo a mais charmosa!

 

Askmi4

 

Depois, fomos a Harrods jantar e acabei ficando sem bateria! Que raiva! Mas minha dica é: não deixem de ir ao andar Kids! Quase surtei com a seleção das marcas e também porque estava com uma promoção imperdível!

 

Askmi5

 

Beijos e até o próximo post!

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#45 Park Lane#Blog Ask Mi#dicas de viagens#Dorchester#Harrods#hotel#Londres#museus#o que fazer em Londres#travel viagem com criança#travel with kids#trip#Viagem

Londres, terceiro dia!

Londres, terceiro dia!

Vivi é mega dorminhoca e por isso nossos dias em Londres começavam sempre por volta das 11:00 ou 11:30! Rs Confesso que fui relaxando no meio da viagem, saindo um pouco do meu roteiro, deixando de fazer algumas coisas (isso para mim é difícil pois sou muito perfeccionista)! Com kids e marido não tem como acelerar ou então, o resultado vai ser só um: stress total! Fizemos alguns programas bem turísticos neste terceiro dia na cidade: começamos no Big Ban (que estava totalmente desconfigurado por conta de uma reforma que vai até 2021)! Na verdade este é o prédio do parlamento, o que muitas pessoas não sabem! Logo ali, se você for até a ponte, consegue ver a London Eye – famosa roda gigante que existe em algumas cidades do mundo!

 

Askmi1

 

Depois, visita a duas igrejas: St Paul’s (onde princesa Diana casou) e Abadia de Westminster (local escolhido por Kate em seu casamento e também onde muitos membros da realeza – tirando a linhagem atual, Windsor – foram sepultados!

 

Askmi2

 

Depois, almoço /chá da tarde no renomado Céleste, restaurante localizado dentro do hotel Lanesborough ! Uma experiência incrível, parece filme! Super chic, recomendo reserva! Logo após, fomos para um bairro que já virou meu queridinho na cidade e olha que eu nunca tinha conseguido ir: Chelsea! Gente, estou muito encantada! Mas por que Mi?! Não tem muvuca de turistas (Londres em julho é muitoooo lotado,  dificilmente voltarei nesta época), repleto das melhores marcas e também de restaurantes divinos! Como eu disse acima, com criança não dá para ficar entrando e saindo de lojas, mas eu fui nas seguintes: Trotters – loja para kids com valor OK! Masssss as estampas e os vestidos são de morrer! E os sapatos então?! Muito inglesinho, coisa mais fofa! Tem para boys and girls! Peter Jones – loja de departamento que super indico, a parte de casa é maravilhosa e preço muito bom! Bom, todas da King’s Roadsão maravilhosas, aliás super indico muito esse pedacinho do bairro!

 

Askmi3

 

Askmi4

 

Bom, já por volta das 18 horas, pedi para o Francisco, nosso super guia/motorista que indiquei para vocês, nos deixarem no Kensington Garden, mais precisamente no parquinho feito em homenagem a princesa Diana! Lá era o local preferido dela para brincar com seus filhos, por isso fizeram esse memorial! Ela ficou louca com o navio pirata, até eu entrei na “dança” kkkk

 

Askmi5

 

Bom, hora de voltar para o hotel e pedir “room service” pois o dia rendeu muito! Beijos e continuem acompanhando os posts de Londres!

Fotos: Blog Ask Mi

Marina Xandó

ESCRITO POR Marina Xandó

Idealizadora e editora chefe do Ask Mi, Marina é esposa, advogada, blogueira, dona de casa e mãe da Maria Victoria. Começou o AskMi para passar suas dicas adiante. Também é o cérebro - e coração - por trás do Concierge Maternidade AskMi, onde presta consultoria para grávidas, desde o enxoval até organização de recepções e festas.

#Blog Ask Mi#dicas de viagens#Londres#o que fazer em Londres#travel viagem com criança#travel with kids#trip#Viagem